Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Until Dawn - “Demasiado assustador para se jogar sozinho”

26.08.15 | Planeta Cultural

Will Byles, diretor criativo de “Until Dawn”, garante que além de sustos a história é forte e compete com filmes ou romances. Porque há enredos que só um videojogo pode contar.

 

É a aposta forte da Sony para setembro e o primeiro grande investimento da distribuidora em jogos de terror, trazendo ao público um jogo inovador capaz de preencher um nicho específico: A história interativa, onde invés de se focar em botões, o jogador deve tentar “focar-se em manipular estrategicamente as relações entre personagens”.

 

Segundo Will Byles, “Until Dawn” é um jogo de terror sobre vários amigos presos numa cabana na montanha, enquanto um assassino está à solta. A premissa parece gasta, porém Byles diz que isto é só o início, e que o desenvolver das relações das personagens entre si levará a história a várias surpresas.

 

Ao contrário de muitos jogos, o que importa em “Until Dawn” não é perícia no comando, mas sim exploração e reflexão, preterindo jogabilidade tradicional em prol de mistério e tensão através de decisões que o jogador tem que tomar para manter todas as personagens vivas.

 

O conceito em si não é novo. Em 2010, a Sony patrocinou “Heavy Rain”, onde os jogadores acompanhavam várias personagens tomando decisões e tentando resolve o mistério do “assassino de origami”, porém a Supermassive Games pretende levar o conceito mais longe, recorrendo a uma mecânica apelidada efeito borboleta.

 

Leia mais no "Expresso"

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.