Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tags

Mais tags



Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Luz vermelha misteriosa confunde pilotos do vôo entre Hong Kong e Alaska

Terça-feira, 26.08.14

 

Um piloto e o seu co-piloto fotografaram uma luz vermelha e cor-de-laranja sobre o Oceano Pacífico, ontem à noite, no vôo que fazia a ligação entre Hong Kong e Anchorage, no Alaska. De acordo com o piloto holandês JPC van Heijst, as luzes apareceram a meio do vôo de dez horas, por cima da península russa de Kamchatka.

 

Ao PBase, o piloto explicou que a luz era intensa e brilhante, uma espécie de relâmpago gigantesco vermelho, visto a uma grande distância. “Ontem à noite, no Oceano Pacífico, algures na península russa de Kamchatka, experienciei uma das coisas mais arrepiantes da minha carreira como piloto”, explicou van Heijst.

 

De acordo com o profissional, esta espécie de explosão foi seguida de uma sequência vermelha e cor-de-laranja, cerca de 20 minutos depois, o que o deixou perturbado. Van Heijst já pôs de lado a hipótese das luzes pertencerem a barcos de pesca, inclinando-se mais para a possibilidade de uma explosão vulcânica subaquática.

 

“Não faz sentido estarmos a falar de barcos de pesca nesta área”, explicou van Heijst. De qualquer forma, seria preciso uma frota de pelo menos 50 barcos para tal espectáculo de luz.

 

“À medida que ficámos mais perto a luz tornou-se mais intensa, iluminando as nuvens e o céu de um laranja assustador – numa parte do mundo onde não é suposto existir nada mais do que água”, continuou.

 

O fenómeno não foi relatado por nenhum outro avião. “Tudo correu bem e não chegámos a encontrar cinza no céu, como temia”, continuou. “Reportámos as nossas observações e estão a investigar o fenómeno. Espero que tenha sido criada uma nova ilha e que ela tenha o meu nome. Fui eu quem a descobri”, gracejou.

 

O fenómeno está já a ser investigado, até porque não terá sido gravada nenhuma tempestade naquela zona. Recorde-se que, a 21 de Novembro, uma explosão vulcânica subaquática criou uma nova ilha na costa japonesa, pelo que o fenómeno não é invulgar – ainda que raro.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:10


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural