Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Raparigas raptadas serão "escravas", "vendidas" e "casadas" à força

Segunda-feira, 05.05.14

O líder do grupo extremista islâmico Boko Haram reivindicou, esta  segunda-feira, o sequestro de mais de 200 raparigas em abril no nordeste da Nigéria e disse que elas vão ser tratadas como "escravas",  "vendidas" e "casadas" à força.

 

"Raptei as vossas raparigas. Vou vendê-las no mercado, por Alá", afirmou Abubakar Shekau, num vídeo de 57 minutos obtido pela agência France Presse.

 

Duzentas e setenta e seis raparigas adolescentes foram raptadas a 14 de abril da escola que frequentavam em Chibok (nordeste), no estado de Borno. Segundo a polícia, 53 raparigas conseguiram fugir, mas 223 continuam sequestradas.

 

No vídeo, Shekau diz "manter as pessoas como escravas" e afirma que raptou as raparigas porque "a educação ocidental deve acabar" e as raparigas "devem abandonar" a escola e "ser casadas".

 

O líder do grupo extremista surge nas imagens em uniforme de combate, em frente de um veículo blindado e junto de duas camionetas com metralhadoras. Junto de Sekau veem-se seis homens armados com as caras tapadas.

 

Nos primeiros 15 minutos do vídeo, Sekau critica a democracia, a educação ocidental e os esforços para que muçulmanos e cristãos vivam em paz.

"Raptei uma rapariga de uma escola de educação ocidental e vocês ficam indignados. Digo que a educação ocidental tem de acabar: Raparigas, saiam (da escola) e casem-se", afirma.

 

A Nigéria, o país mais populoso de África com cerca de 160 milhões de habitantes, tem sido palco nos últimos anos de dezenas de ataques reivindicados pelo Boko Haram, grupo radical islâmico que quer impor a "sharia" (lei islâmica) no país.

 

Só este ano, mais de 1500 pessoas morreram em ações atribuídas ao grupo extremista.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:42


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural