Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Prisão perpétua para o único sobrevivente do grupo que provocou atentados de Paris

29.06.22, Planeta Cultural

O único membro sobrevivente de uma célula terrorista do Estado Islâmico que matou 130 pessoas em Paris, nos atentados de novembro de 2015, foi condenado a prisão perpétua por um tribunal francês nesta quarta-feira, na mais dura punição permitida pela legislação francesa.

Salah Abdeslam, um francês de 32 anos de origem marroquina, foi capturado vivo pela polícia quatro meses após o banho de sangue.

A sentença foi lida pelo chefe de um painel de cinco juízes que supervisionou o longo julgamento de 20 homens acusados ​​de envolvimento na pior atrocidade em tempos de paz da história moderna da França.

Os outros 19 suspeitos, acusados ​​de conspirar ou oferecer apoio logístico, foram considerados culpados, com penas que variam entre os dois anos e a prisão perpétua.

Centenas de sobreviventes e testemunhas foram chamados ao processo desde o início, em setembro, e lotaram esta tarde os bancos do tribunal construído especialmente para o efeito enquanto os veredictos eram lidos.

Uma equipe de 10 jihadistas do Estado Islâmico sitiou a capital francesa, atacando o estádio nacional, bares e a casa de espetáculos Bataclan num ataque que traumatizou o país.

 

Visite a fonte, clicando aqui