Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Presidente da República da Guiné-Bissau demite governo

Quinta-feira, 13.08.15

O Presidente da República da Guiné-Bissau evoca "sinais" de obstrução à justiça por parte do Governo no decreto em que demite o Executivo liderado por Domingos Simões Pereira.

 

"O Governo tem revelado preocupantes sinais tendentes a obstruir a realização da justiça, suscetível de pôr em causa a autonomia e independência do judiciário", refere o decreto assinado por José Mário Vaz e a cuja versão integral a Lusa teve acesso.

 

O documento foi divulgado pela Rádio Difusão Nacional (RDN) pelas 23:10 de quarta-feira (00:10 em Lisboa) e inclui mais pressupostos.

 

O decreto presidencial refere que o Governo "é politicamente responsável perante o Presidente da República, não sendo essa relação de hierarquia e dependência funcional compatível com condutas que se consubstanciam em deslealdade, desconsideração e desrespeito institucional".

 

Por outro lado, "há uma quebra mútua do vínculo de confiança que permite a subsistência de uma normal relação institucional".

 

A juntar a tudo isto, o decreto diz que a situação de crise foi "agudizada pela circunstância do presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) ter induzido em erro os deputados da nação" e agravada pelo "último comunicado" do primeiro-ministro.

 

O presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá, despoletou o debate público ao anunciar que o Governo estava "em perigo", no dia 05, após reunir-se com o Presidente Vaz.

 

O chefe de Estado explicou num discurso ao país na quarta-feira, duas horas e meia antes de divulgado o decreto de demissão do Governo, que essa reunião tinha sido reservada e havia outras hipóteses em aberto, ao contrário do que Cassamá referiu.

 

O Presidente lamentou ainda não ter sido contactado pelo primeiro-ministro, antes de este o acusar de querer derrubar o Governo com base na informação do presidente do Parlamento.

 

No decreto presidencial fica registado que, "pese embora os significativos esforços empreendidos, o primeiro-ministro e o Presidente da República não conseguiram ultrapassar as incompatibilidades de relacionamento institucional".

 

"O não regular funcionamento das instituições tem provocado danos irreparáveis ou de difícil reparação às instituições do Estado, à consolidação da democracia constitucional" e é encarado como "um bloqueio à necessária conjugação de esforços para materialização dos desígnios nacionais".

 

O decreto presidencial 05/2015 termina com dois artigos: "É demitido o Governo chefiado pelo engenheiro Domingos Simões Pereira. Este decreto presidencial entra imediatamente em vigor".

 

No discurso à nação que antecedeu a publicação do decreto, José Mário Vaz foi mais longe e acusou o Governo de corrupção e questionou o destino de 85 milhões de euros recebidos nos cofres do Estado nos últimos 12 meses.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 10:55

1 comentário

De Planeta Cultural a 13.08.2015 às 11:02

Assim sendo, só mostra que é um grande líder..!

Comentar post



Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?