Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Pena suspensa para homem que tentou violar mulher em entrevista

Segunda-feira, 15.12.14

O Tribunal de Ponta Delgada, nos Açores, condenou esta segunda-feira um homem a uma pena de prisão de três anos e dois meses, suspensa, pelo crime de violação agravada na forma tentada de uma mulher a quem prometeu emprego.

Trata-se de um caso que se passou em fevereiro, na ilha de São Miguel, e o homem estava acusado de tentar violar esta mulher, desempregada, prometendo-lhe emprego.

O homem, de 39 anos, chegou a tribunal acusado de aliciar várias mulheres, garantindo-lhes emprego na área das limpezas, mas algumas delas acabariam por desconfiar destas propostas e, contactando o Centro de Emprego, acabaram por perceber que se tratavam de falsas ofertas de trabalho.

Segundo a acusação, as mulheres eram abordadas pelo homem no Centro de Emprego.

Uma delas acabaria por aceitar um encontro com o homem pensando ser real a proposta.

Segundo a acusação, o homem conduziu a mulher para um local isolado e encostou-lhe uma faca, mas a vítima conseguiu fugir.

Durante o julgamento deste caso, que decorreu à porta fechada, o homem negou que pretendesse manter com a vítima relações sexuais e negou ter uma faca, segundo relatou o juiz.

Contudo, e na leitura do acórdão, o juiz referiu que, e segundo as testemunhas ouvidas e a ofendida, o homem «fazia-se passar por alguém que pretendia angariar mulheres de limpeza», realizando,  em alguns casos, «entrevistas».

De acordo com o juiz, o homem «furjou uma realidade laboral para chegar a mulheres» e «conseguir trato sexual», acrescentando que «não houve arrependimento voltuntário», relata a Lusa.

No caso desta vítima, só não conseguiu porque a ofendida teve a capacidade de fugir.

A execução da pena fica, no entanto, suspensa, mas o homem fica sujeito a regime de prova de avaliação psicológica e a frequentar programas de reabilitação, um dos quais para reabilitação de agressores sexuais.

O homem mantém-se, porém, em prisão preventiva, por em outubro ter sido detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de violação de uma mulher de 40 anos.

Na altura, o comunicado da PJ referia que «os factos tiveram lugar no início de outubro», num «armazém em local isolado, na ilha de São Miguel, para onde o suspeito atraiu enganosamente a vítima, a pretexto de firmar com ela um contrato de trabalho».

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:44


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural