Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





O "urso" já cá está, mas quanto tempo vai ficar nas bolsas?

Quarta-feira, 27.01.16

touros.jpg

 

O Morgan Stanley concluiu que as quedas acentuadas das acções face ao pico, conhecidas como mercado "urso", duram, em média, 190 dias úteis.


Os "ursos" atacaram os mercados. Os receios renovados em torno da China, juntamente com o colapso do petróleo, acentuaram as quedas das bolsas mundiais no início de 2016, levando vários índices a entrar em "mercado urso" - ao registarem uma desvalorização superior a 20% desde o anterior máximo. Uma situação que deverá agravar-se e durar mais alguns meses, mostram os exemplos anteriores.

 

 

O Morgan Stanley analisou 43 casos em que as acções entraram em "mercado urso". E concluiu que estes ciclos negativos duraram 190 dias úteis, em média, e as acções registam uma perda de 30%, desde o pico. A cumprir-se, o europeu Stoxx 600, o britânico Footsie, a bolsa chinesa e o índice japonês, que entraram em "mercado urso" este mês, pressionados pelos receios em torno do crescimento da economia mundial, irão continuar a cair e mesmo acentuar a desvalorização.

 

As perspectivas são especialmente negativas para o japonês Topix, cujos ciclos negativos duram, em média, 568 dias, com quedas de 50%, concluiu a equipa de analistas, liderada por Andrew Sheets, citada pela Bloomberg. Ainda que por menos, as acções norte-americanas também superam a média. Os "ursos" costumam permanecer 272 dias no S&P 500, tendo o ciclo mais longo durado 643 dias, no ano 2000, quando "rebentou" a bolha das tecnológicas. Mas a queda mais acentuada (desde o pico) ocorreu em 2009, quando o S&P desvalorizou 57% (face a uma média de 28%).

 

Pelo contrário, os mercados emergentes recuperam mais depressa. Uma tendência que não está a ser cumprida este ano no MSCI para os mercados emergentes, pois já passaram 363 dias desde o pico, face à média de 121 dias, nota a Bloomberg. Um sinal de que o "mercado urso" actual pode ser pior. Até porque parte de avaliações mais elevadas, alertam os analistas do Morgan Stanley.

 

Mas há boas notícias para os investidores. É que, depois dos "ursos", chegam os "touros". O índice MSCI Global, que inclui mercados desenvolvidos e emergentes, costuma registar uma subida de 30% nos 12 meses posteriores às quedas.

 

 


Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:32


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural