Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tags

Mais tags



Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Medicamento contra a hepatite C não é eficaz em todos os doentes, segundo Infarmed

Quinta-feira, 17.04.14

A autoridade do medicamento assinalou hoje que  não está provado que o fármaco contra a hepatite C Sofosbuvir seja eficaz  em todos os doentes, após o Diário de Notícias ter relatado que pacientes  graves aguardam há muito este medicamento.

 

"Não existe demonstração de que o medicamento hoje referido na imprensa,  por si só, permita a erradicação da hepatite C em todos os doentes, nem  que os doentes alegadamente à espera de tratamento com este medicamento  não possam ter alternativa terapêutica", indica em comunicado a Autoridade  Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed). 

 

O Diário de Notícias relata, na sua edição de hoje, que há cerca de  80 doentes graves em todo o país que estão à espera há meses de um novo  medicamento contra a hepatite C, o Sofosbuvir, que tem uma taxa de cura  de 90% e que foi aprovado na Europa a 17 de janeiro. 

 

Segundo o jornal, a introdução do fármaco em Portugal já foi aprovada,  mas o estudo relativo à sua comparticipação ainda não está concluído, obrigando  as unidades hospitalares a recorrerem a pedidos de autorização excecionais.

 

Os pedidos são feitos nos hospitais, mas têm de ser aceites também pelo  Infarmed. 

 

Na nota hoje divulgada, a autoridade nacional do medicamento adianta  que o processo de avaliação prévia do fármaco, em curso, está a ponderar  "a relação entre o valor terapêutico acrescentado e o impacto para o Serviço  Nacional de Saúde (SNS)", antes da sua entrada no circuito hospitalar. 

 

O Infarmed esclarece que "só após esta avaliação poderá considerar-se  a sua autorização para uso no SNS, com um preço que seja adequado aos benefícios  potenciais do fármaco, quando comparado com outros inibidores de protease  já usados em Portugal". 

 

A entidade acrescenta que a comparticipação pública do Sofosbuvir, indicado  para o espaço europeu, "só está autorizada na Dinamarca". 

O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, já considerou,  em declarações à agência Lusa, inaceitável atrasar o tratamento das pessoas  quando existem medicamentos que as podem curar. 

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:35


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural