Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Governo dá aos polícias mais 25 euros por mês mas não trava protesto

Segunda-feira, 17.02.14
Ministério da Administração Interna duplica subsídio de fardamento a agentes da PSP e guardas da GNR.
.

Os profissionais da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Guarda Nacional Republicana (GNR) vão passar a receber o dobro de subsídio de fardamento. Dos actuais 25 euros passará para 50. Os sindicatos consideram o aumento irrisório e dizem que a medida aumenta os motivos para os polícias aderirem à manifestação do dia 6 de Março.

 

Para Henrique Figueiredo, do Sindicato dos Oficiais de Polícia, esta “é uma solução rápida para os cortes salariais, que do ponto de vista da transversalidade satisfaz”, e que vai anular para muitos profissionais da PSP o aumento do desconto para o subsistema de saúde público (SAD-PSP).

 

O aumento, disse ao Negócios, irá ocorrer já no próximo mês de Abril e nessa altura os profissionais vão receber retroactivos desde Janeiro. Na prática, em Abril os polícias vão receber 100 euros de subsídio de fardamento. A partir daí receberão 50 por mês.

 

A medida não satisfez porém muitos dos sindicatos. “Neste momento o pessoal está a olhar para estes 25 euros como uma afronta. Os profissionais estavam à espera de mais. Aumentar apenas 25 euros e num suplemento que pode ser retirado ou alterado? Isto ou é insultar os polícias ou o Governo está a gozar”. A reacção é de Paulo Rodrigues, presidente do maior sindicato dos polícias (Associação Sindical dos Profissionais da Polícia), que se recusou a reunir no Ministério da Administração Interna (MAI) em conjunto com os restantes sindicatos. 

 

Paulo Rodrigues disse ao Negóciosque uma medida igualmente rápida e “mais justa” seria “considerar a profissão de polícia de segurança pública como profissão de desgaste rápido com respectivos benefícios fiscais. Esta era a melhor solução”.

 

Também Virgílio Ministro, da Associação Nacional de Guardas (ANAG), que esteve esta manhã reunido com o ministro Miguel Macedo, esta é uma “mão cheia de nada”. “A visão política do ministro é a de que teremos um aumento de 100% no subsídio de fardamento. A visão real é que são apenas 25 euros, que não compensarão, em alguns casos, o aumento do desconto para a SAD-GNR”, que é o subsistema de saúde dos guardas da GNR.

 

GNR vai juntar-se à manifestação do dia 6 de Março

Insatisfeitos com a conclusão das rondas negociais, os profissionais da GNR deverão aderir à manifestação do dia 6 de Março, convocada pela PSP. “Embora não tenhamos sido convidados, vamos apelar à participação na manifestação. Dissemos isso ao senhor ministro e ele respondeu que está preparado”, revelou ao Negócios Virgílio Ministro, que antecipa “contornos mais violentos na manifestação”.

 

Paulo Rodrigues antecipa uma boa adesão. “Há muita gente que antes de 21 de Novembro achava que não valia a pena ir a manifestações. E agora já não pensa assim. Penso que esta manifestação terá outros contornos mas terá a mesma adesão e acredito que até mais do que a 21 de Novembro”, antecipa.

 

 

 

In' Jornal de Negócios

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 23:05

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

 


subscrever feeds


Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural