Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Espanha prepara venda do Bankia e espera recuperar ajudas estatais

15.01.14, Planeta Cultural

O ministro da Economia espanhol, Luis de Guindos, assegurou esta quarta-feira, 15 de Janeiro, que o Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (FROB) e a direcção do Bankia deverão definir nos próximos meses a estratégia de venda do banco, escreve o jornal espanhol “Cinco Días”. A estratégia deverá ter como objectivo maximizar o retorno das ajudas concedidas pelo FROB ao Bankia.

 

“Estão a ser estudadas as alternativas e o FROB sabe que a sua missão fundamental nos próximos meses é definir a estratégia” para a venda do banco conjuntamente com a direcção da entidade, sublinhou Luis de Guindos.

 

Neste sentido, o responsável elogiou a direcção do Bankia pelos esforços de recuperação de uma “instituição prestigiada que tem de ser muito importante tanto do ponto da vista da percepção da economia espanhola como da obtenção do máximo de recursos com a sua venda para compensar a injecção de capital”.

 

Luis de Guindos garantiu ainda que a entidade nacionalizada é muito importante do ponto de vista da credibilidade da política económica do Governo. “Fizemos um grande esforço para a reestruturação, e saneamento da entidade que também tem de ser o elemento fundamental para recuperar grande parte do capital que foi injectado nas entidades financeiras que tinham problemas”, afirmou.  

 

O Governo espanhol assumiu o controlo do Bankia, um dos maiores bancos do país, em Maio de 2012, naquela que foi a oitava nacionalização de um banco em Espanha desde o início da crise.

 

O Bankia, resultado da fusão de sete caixas de aforro, foi uma das entidades mais afectadas pela grave crise do sector imobiliário espanhol, que deixou nas mãos dos bancos mais de 184 mil milhões de euros em activos tóxicos.

 

O Bankia foi a instituição que mais ajudas públicas recebeu no âmbito do processo de reestruturação do sector financeiro iniciado em Maio de 2009. Só o Bankia recebeu mais de 22 mil milhões de euros de ajudas financeiras que, desde Maio de 2009, já superaram, no total, os 61 mil milhões de euros. 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui