Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tags

Mais tags



Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Duas ruas portuguesas entre as mais belas do mundo

Quinta-feira, 30.01.14

A Rua Augusta, em Lisboa, e o Cais da Ribeira, no Porto, estão em destaque num artigo da revista de viagens espanhola Condé Nast Traveler que apresenta ao público "as 31 ruas a percorrer antes de morrer" espalhadas um pouco por todo o globo, colocando estes dois ícones da paisagem portuguesa entre os mais belos a nível internacional.  

 

"De rua em avenida, de passeio em beco, esta é uma seleção dos pavimentos e calçadas mais bonitas que encontrámos em todo o mundo", introduz a publicação, que aconselha os viajantes interessados em conhecer os 31 locais escolhidos a optar "por calçado cómodo", a "ligar o modo urbano e desfrutar" da experiência.   
Localizada no coração da capital portuguesa, a Rua Augusta é uma das ruas que merecem elogios por parte da Condé Nast, que afirma que "Lisboa tem o encanto do velho, do novo e da mistura entre ambos numa simbiose inigualável".  
"A Rua Augusta é uma das suas avenidas mais conhecidas,", escreve a revista, que a classifica como uma "delícia lisboeta" e a descreve como "uma rua ampla, brilhante, obrigatória para captar toda a essência da cidade", não podendo, claro, perder-se a oportunidade de passar sob o seu "Arco do Triunfo".   
Mais a Norte, a Condé Nast Traveler realça, no artigo publicado esta terça-feira, não apenas uma rua, mas uma zona inteira da cidade Invicta: o Cais da Ribeira, "a área mais animada" do Porto, "onde as casas se apinham numa ordem caótica de azulejos e roupa estendida sobre bares, restaurantes e terraços em frente ao Douro".  
"Sem dúvida, a melhor panorâmica que podemos obter da cidade é a partir da sua 'artéria' de água doce, o Douro", pode ler-se no artigo, que informa que, ali mesmo, na Ribeira, é possível conseguir informação "sobre as travessias das diversas embarcações" que atravessam o rio e "viver o Porto mais fluvial", quer seja por meio de um 'tour' convencional, quer num jantar romântico noturno a bordo de um dos seus barcos.   
Da lista da Condé Nast Traveler fazem ainda parte locais tão díspares como as Ramblas de Barcelona e a Gran Vía de Madrid, ambas em Espanha, o grande canal de Veneza, em Itália, a High Line em Nova Iorque e a Ocean Drive em Miami, nos EUA, ou o "oásis artístico" que é Neal's Yard, em Covent Garden, na capital inglesa, Londres.  
Clique AQUI para conhecer a lista completa (em espanhol). 
Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:57


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural