Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

CaixaBI estima queda de 42% nos lucros da Nos

28.04.15, Planeta Cultural
A unidade de investimento da Caixa Geral de Depósitos estima que a Nos tenha obtido um resultado líquido de 14,7 milhões de euros no primeiro trimestre, um valor que fica 42% abaixo dos 25,3 milhões registados no período homólogo.
 
 

Numa nota de análise de antecipação dos resultados, a que o Negócios teve acesso, o CaixaBI estima que o resultado líquido da Nos tenha encolhido 42%, para 14,7 milhões de euros, no primeiro trimestre deste ano, face ao mesmo período do ano passado (época em que a empresa ainda era denominada de Zon Optimus). Nos primeiros três meses de 2014, a Zon tinha obtido lucros de 25,3 milhões de euros.

 

Por outro lado, em comparação com o quarto trimestre de 2014, os lucros de Janeiro a Março de 2015 terão registado um aumento de 19,2%. "Este trimestre deve reflectir as mesmas tendências do quarto trimestre de 2014 sem qualquer grande alteração em termos de evolução de indicadores chave de desempenho", refere a nota de análise. "Por conseguinte, esperamos uma melhoria [em termos] de ano a ano tanto no segmento residencial como no de negócio (+4,6% para os dois segmentos)".

 

Por outro lado, as receitas operacionais devem registar uma diminuição de 0,7% face ao período homólogo de 2014, fixando-se assim nos 335,1 milhões de euros. O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, apreciações e amortizações) deverá ascender aos 123,1 milhões de euros – o que representa uma queda de 5,3% face ao primeiro trimestre de 2014. Porém, em relação aos últimos três meses de 2014 este valor de EBITDA representa um crescimento de 8,4%.

 

"Uma vez mais, a margem de EBITDA deve traduzir um aumento na actividade comercial e um volume de tráfego mais elevado. Por isso, prevemos que a margem de EBITDA alcance 36,7%, acima do trimestre anterior (32,1%) mas abaixo do primeiro trimestre de 2014 (38,5%)", revela a nota.

 

O EBIT (resultados antes de juros e impostos) deve ser de 35,3 milhões de euros, uma quebra de 26,7% face ao mesmo período do ano passado. 

 

Nesta nota de análise, o CaixaBI mantém o preço-alvo da empresa nos 6,70 euros e a recomendação é também mantida em "acumular". As acções da Nos encerraram a sessão desta terça-feira, 28 de Abril, a cederem 1,21% para 6,59 euros.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui