Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





BCP reafirma disponibilidade para a fusão mas prioridade é a proximidade com os clientes

Segunda-feira, 11.05.15
Nuno Amado reiterou a disponibilidade para uma fusão com o BPI, mas as prioridades do novo mandato deste responsável são outras e passam pela aposta na área comercial.
 
 

"Essa operação [de fusão com o BPI] merece ser analisada e o BCP já mostrou disponibilidade para analisar o tema. Não há novidades." Foram estas as explicações que Nuno Amado deu aos accionistas na assembleia geral, que decorreu esta segunda-feira, 11 de Maio, e que tinha como objectivo a aprovação das contas de 2014, a eleição dos órgãos sociais e a operação de troca de dívida.

 

No entanto, para Nuno Amado, a prioridade do próximo mandato, para o qual foi reeleito na reunião desta segunda-feira, é o "reforço da capacidade comercial do banco e da proximidade com o cliente e com o mercado, que permita apoiar projectos de investimento. Queremos dar maior atenção à componente comercial e reforçar a posição do BCP como maior banco privado em Portugal", afirmou o responsável aos jornalistas à saída da reunião com accionistas.

 

 

Segundo revelou Nuno Amado, na assembleia geral o BCP agradeceu "a todos os trabalhadores" pelo acordo que foi possível alcançar com os sindicatos para o corte salarial que permitiu reduzir "em 500 pessoas o número de colaboradores" a dispensar pelo banco. "Falta um número reduzido de pessoas para o processo estar concluído". De acordo com as exigências de Bruxelas, o BCP poderá ficar com 7.500 pessoas na actividade doméstica, faltando dispensar menos de 200 pessoas para alcançar este objectivo.

 

"A reestruturação está quase acabada", sublinhou Nuno Amado.

 

Outro dos objectivos de Nuno Amado para o próximo mandato, que termina em 2017, é "pagar os CoCos rapidamente. Logo que possamos", salientou. De acordo com o calendário actual o BCP prevê liquidar os 750 milhões de euros de apoio estatal no início de 2016, o que permitirá que em Janeiro de 2017 sejam repostos os cortes realizados nos salários dos colaboradores e também da administração. 

 

 

In' Jornal de Negócios

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:40


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural