Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Avião solar projetado para dar volta ao mundo faz seu primeiro voo

Segunda-feira, 02.06.14

Um avião movido a energia solar, projetado para dar uma volta ao mundo em 2015, fez seu primeiro voo de teste na manhã desta segunda-feira, na Suíça.

 

O Solar Impulse 2 decolou de madrugada de uma pista em Payerne e retornou duas horas mais tarde.

 

A aeronave é uma versão maior e melhorada de um outro avião, que cruzou os Estados Unidos no ano passado levando os aventureiros Bertrand Piccard e Andre Borschberg na cabine de comando.


O piloto de testes Markus Scherdel, que comandou a missão desta segunda-feira, voou a uma altitude de 1,8 mil metros, realizando uma série de manobras para testar a aeronave.


Scherdel relatou vibrações durante a fase inicial do voo mas, de maneira geral, a missão parece ter tido resultados positivos.


"Os resultados iniciais parecem estar de acordo com os cálculos e simulações", informou um comunicado divulgado posteriormente pela equipe.

 

Desafio


Nos próximos meses, a aeronave será submetida a mais voos para que receba as certificações necessárias.

 

"Hoje é um grande dia para a equipe do Solar Impulse", disse Piccard à BBC News.


"Um avião como esse é absolutamente único. E, pela primeira vez na história, temos um avião que voa sem combustível, dia e noite, mostrando o incrível potencial de tecnologias limpas, todas essas tecnologias que o mundo também pode usar de forma a reduzir a dependência em combustíveis fósseis (...) e resolver o problema da poluição".


A aeronave é feita de fibra de carbono e tem envergadura de asa de 72 metros, maior que a de um Boeing 747. No entanto, o Solar Impulse 2 pesa apenas 2,3 toneladas.


A superfície das asas é coberta por 17 mil células solares, que alimentam quatro motores elétricos capazes de atingir velocidade de 140 km por hora.


Durante o dia, as células solares recarregam baterias de lítio que, à noite, mantêm os motores em funcionamento.


O primeiro avião Solar Impulse estabeleceu vários recordes mundiais, incluindo o de voo mais longo de avião tripulado movido a energia solar - 26 horas. Outros recordes foram o de primeiro voo intercontinental de avião movido a energia solar e maior distância coberta por voo pilotado de nave movida a energia solar (drones movidos a energia solar são capazes de ficar no ar durante semanas).


Este último recorde foi estabelecido durante a épica jornada de Piccard e Borschberg cruzando os Estados Unidos em maio, junho e julho do ano passado.


Mas o grande feito da dupla torna-se minúsculo quando comparado à complexidade e dificuldade da volta ao mundo que a equipe do Solar Impulse 2 planeja fazer.


Isso porque a jornada terá de incluir a passagem sobre os oceanos Atlântico e Pacífico. Para cruzar o Pacífico, por exemplo, o avião terá de voar durante cinco dias e cinco noites.


A cabine comporta apenas uma pessoa. Ela contém um assento reclinável para permitir que o piloto se exercite e tire sonecas curtas.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 20:58

Missão da Nasa pode salvar Terra do fim do mundo

Sexta-feira, 23.05.14

A Nasa (Agência Espacial Americana) revelou que a sua mais nova missão é pousar em cima de um asteroide. Astronautas e astrônomos dizem que este projeto pode colaborar para deter um possível "fim do mundo". A equipe da Agência está planejando testar um "trator gravitacional", que afastaria um asteroide em rota de colisão com a Terra para impedir o choque entre os dois. As informações são do site britânico Daily Mail.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:00

Cientistas criam novo tipo de plástico reciclável 'por acidente'

Terça-feira, 20.05.14

Pesquisadores americanos criaram por acidente uma nova variedade de plástico reciclável, segundo um estudo publicado na revista Science.


A descoberta poderá ser usada para fazer peças rígidas e gelatinosas e aplicada na fabricação de carros, aviões e eletrônicos mais baratos e menos poluentes.

 

Jeanette Garcia, do centro de pesquisa da IBM em San Jose, nos Estados Unidos, descobriu o novo tipo de plástico ao esquecer de incluir um dos três componentes de uma reação química para produzir um tipo de plástico conhecido como "thermoset".


"Acabei com esse pedaço de plástico na mão e tinha que descobrir o que era", disse Garcia à BBC.


"A primeira coisa que fiz foi pesquisar a literatura científica para ver se isso já tinha sido feito antes, porque achava que sim já que se tratava de uma reação química bastante simples."


Por ser leve e resistente, o plástico "thermoset" é usado em carros modernos e aeronaves, muitas vezes misturado a fibras de carbono.
Mas nenhum tipo deste plástico podia ser reciclado - até agora.


A nova variedade pode ser dissolvida em ácido, o que a reverte a seus componentes originais, que podem ser reutilizados.


Potencial inovador


"Seu potencial é enorme", disse Charl Faul, químico de materiais da Universidade de Bristol.


James Hendrick, que chefiava a pesquisa feita na IBM, explica que uma peça feita com este plástico poderá ser facilmente reparada ou reciclada em vez de ser jogada fora quando sofrer algum dano ou terminar sua vida útil.


"Isso nos permitirá economizar muito dinheiro e diminuir o desperdício", disse Hendrick.


O cientista ainda prevê usos inovadores para o novo material: "Ainda estamos descobrindo suas propriedades, mas, sempre que um novo polímero é descoberto, isso leva uma série de novos materiais."

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:51

Estudo revela que vinho reduz risco de mortalidade

Domingo, 18.05.14

E o azeite virgem extra baixa a possibilidade de ocorrência de acidentes cardiovasculares

 

O consumo de vinho reduz o risco de mortalidade e o azeite virgem extra baixa a possibilidade de ocorrência de acidentes cardiovasculares, revela duas pesquisas da Universidade de Barcelona, no âmbito da dieta mediterrânica.

O primeiro estudo, realizado pelo Grupo de Investigação de Antioxidantes Naturais da Faculdade de Farmácia da Universidade de Barcelona, incidiu particularmente sobre alimentos com polifenol, substâncias caracterizadas por terem um ou mais hidroxilas ligadas a um anel aromático, contidas no vinho e sementes.

Com a participação de investigadores da Universidade Rovira i Vergili, de Tarragona, o grupo de trabalho realizou uma segunda pesquisa, em pessoas com idades entre 55 e 80 anos, demonstrando que o consumo de azeite virgem extra reduz o risco de enfermidades cardiovasculares em pessoas com um risco alto.

A investigação concluiu que uma dieta rica em polifenol permite uma redução significativa na mortalidade com qualquer causa, não só devida a enfermidades cardiovasculares.

 

 

In' tvi24

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:53

Fósseis encontrados na Lourinhã revelam dinossauro raro na Europa

Quinta-feira, 08.05.14

Achado já tem 16 anos, mas só agora foi identificado por cientistas portugueses e espanhóis

 

Fósseis encontrados por um amador há 16 anos numa praia da Lourinhã e agora identificados por cientistas portugueses e espanhóis revelaram a existência de um dinossauro raro na Europa, o carnívoro ceratossauro, de acordo com um estudo agora publicado.

«É o único exemplar mais completo em Portugal e na Europa. Além deste, conhece-se apenas alguns dentes isolados», afirmou à agência Lusa Elisabete Malafaia, da Universidade de Lisboa que subscreve o estudo, agora publicado na revista Historial Biology, em conjunto com o português Bruno Silva e com os espanhóis, Francisco Ortega e Fernando Escasso, da Universidade Nacional de Educação à Distância, de Madrid.

 

 

 

In' TVI24

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:02

Vida saudável podia evitar 37 milhões de mortes prematuras

Sábado, 03.05.14

Cerca de 37 milhões de mortes prematuras poderiam ser evitadas até 2025 a nível mundial se a população adotasse um modo de vida mais saudável, sem cigarros, álcool ou alimentação salgada, conclui um estudo divulgado este sábado.

Os cientistas do Imperial College de Londres calculam que a eliminação ou a redução de seis fatores de risco para a saúde poderá evitar ou retardar a morte prematura de 37 milhões de pessoas, de acordo com o estudo publicado na revista médica britânica «The Lancet».

Os objetivos de vida mais saudável consistem em reduzir em um terço a metade o consumo do tabaco, limitar em 10% o álcool, diminuir em 30% a quantidade de sal consumida, reduzir em 25% o número de pessoas que sofrem de hipertensão e parar o aumento de obesos e diabéticos.

Este esforço permitiria evitar ou adiar, até 2025, mais de 16 milhões de mortes entre a população mundial entre os 30 e os 70 anos e evitar 21 milhões de óbitos prematuros depois dos 70.

Os dois elementos preponderantes para agir sobre a esperança de vida são o tabaco e a hipertensão arterial, que são um fator de risco importante para as doenças cardiovasculares e que podem ser combatidas através de medicamentos e da prática de exercício físico e redução do consumo de sal.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:40

Cientistas descobriram a formação de uma nova lua na borda dos anéis de Saturno

Terça-feira, 15.04.14

Pela primeira vez na história, cientistas estão testemunhando a formação de uma nova lua em nosso sistema solar. A nave espacial Cassini da NASA detectou a formação de uma lua nas bordas dos anéis de Saturno. Astrônomos ao redor do mundo se encantaram com essa descoberta incrível, e deram a ela o nome de Peggy.

 

É bem empolgante ver isso acontecer em tempo real. Carl Murray – autor principal do artigo que descreve Peggy – diz que “nós nunca vimos algo assim antes. Podemos estar olhando para o ato do nascimento, onde esse objeto está deixando os anéis e se preparando para ser uma lua.” De acordo com a cientista do projeto Cassini Linda Spilker, do JPL da NASA em Pasadena, na Califórnia, “testemunhar o possível nascimento de uma pequena lua é um evento empolgante e inesperado.”

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 22:56

Português recebe três medalhas no mais importante salão de invenções do mundo

Domingo, 06.04.14

Entre os 790 participantes e 1.000 inventos inéditos em competição, Fernando Afonso foi o único português a receber uma distinção.

 

O inventor português Fernando Afonso ganhou três medalhas na 42.ª edição do salão internacional das invenções de Genebra, o mais importante no mundo, que termina este domingo.

Entre os 790 participantes e 1.000 inventos inéditos em competição, Fernando Afonso foi o único português a receber uma distinção. Assim, entre os três participantes portugueses, o inventor recebeu três medalhas, uma para cada invento apresentado.

A invenção “Neo sweet light” para a cura da icterícia nos recém-nascidos ganhou uma medalha de ouro na categoria médica.

O aparelho “Drop Counter” para monitorizar as gotas dos dispensadores de soro por gravidade recebeu uma medalha de prata na categoria médica.

O guarda-sol transparente “Dermbee” com protecção solar, que fez grande sucesso entre os visitantes, ganhou uma medalha de bronze na categoria saúde e paramédica.

"O reconhecimento por parte de um júri internacional é sempre reconfortante e encorajador para novos desafios. Fiquei muito satisfeito, pelas medalhas e sobretudo pela possibilidade de representar Portugal", declarou à agência Lusa Fernando Afonso, que participou simplesmente com o objectivo de apresentar produtos de utilidade pública.

O inventor disse que o júri destacou os seus inventos porque conseguiram "apresentar ideias com impacto surpreendente em matérias que ninguém estaria à espera e os inventos foram considerados de utilidade pública emergente".

Fernando Afonso aproveitou para estabelecer contactos para comercializar os produtos.

 

 

In' RR

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:44

A prova irrefutável do «Big Bang»

Segunda-feira, 17.03.14

Físicos norte-americanos anunciaram hoje a deteção direta de ondas gravitacionais primordiais, os primeiros ecos do «Big Bang», que marcou o nascimento do Universo, há cerca de 14 mil milhões de anos.

A «primeira evidência direta da inflação cósmica» foi captada pelo telescópio BICEP2, no Polo Sul, e anunciada por peritos do Centro de Astrofísica de Harvard-Smithsonian, nos Estados Unidos, que analisaram as imagens durante três anos.

A existência das ondas do espaço-tempo - previstas, mas não testadas, na teoria da relatividade de Albert Einstein (1879-1955) - testemunham a expansão extremamente rápida do Universo na primeira fração de segundo da sua existência, uma fase chamada de inflação cósmica.

«A deteção deste sinal é hoje um dos objetivos mais importantes em cosmologia e resulta de um enorme trabalho conduzido por um grande número de investigadores», assinalou John Kovac, professor de astronomia e física no Centro de Astrofísica de Harvard-Smithsonian e responsável pela equipa de investigação BICEP2, que fez a descoberta.

Segundo um outro investigador, o físico Avi Loeb, da Universidade de Harvard, o feito «traz uma nova luz a certas questões, as mais fundamentais», como a de que forma começou o Universo.

«Não só estes resultados são a prova irrefutável da inflação cósmica, mas também nos indicam o momento da expansão rápida do Universo e do poder deste fenómeno», sustentou, citado pela agência AFP.

A deteção direta de ondas gravitacionais primordiais resultou de observações do fundo difuso cosmológico, uma radiação fraca deixada pelo «Big Bang».

De acordo com os cientistas, as minúsculas flutuações fornecem sinais do Universo na sua primeira infância. Pequenas diferenças de temperatura através do céu revelam onde o Cosmos era mais denso e onde se formaram as galáxias.

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 21:06

NASA descobre mais 715 novos planetas

Quarta-feira, 26.02.14

O telescópio espacial Kepler detetou 715 novos exoplanetas - planetas fora do Sistema Solar -, quatro deles potencialmente habitáveis, anunciou hoje a NASA.

Com o anúncio, eleva-se para perto de 1.700 o número de exoplanetas confirmados, num universo de mais de 3.600 potenciais, precisou a agência espacial norte-americana.

De acordo com a NASA, cerca de 95 por cento dos novos planetas extra-solares são mais pequenos do que Neptuno, que é quase quatro vezes maior do que a Terra.

Os 715 exoplanetas orbitam 305 estrelas.

Quatro dos novos planetas identificados fazem 2,5 vezes o tamanho da Terra e localizam-se a uma distância habitável da sua estrela, com uma temperatura que permite a existência de água e, potencialmente, a vida.

Um dos exoplanetas potencialmente habitáveis, chamado Kepler-296f, situa-se em torno de uma estrela com metade do tamanho do Sol. Os cientistas ignoram se o planeta é gasoso ou não.

O Kepler foi lançado em 2009 para detetar mais de 150 mil estrelas semelhantes ao Sol, localizadas nas constelações do Cisne e da Lira, e encontrar planetas-irmãos da Terra.

O telescópio avariou-se em meados de 2013.

Segundo Douglas Hudgins, da Divisão de Astrofísica da NASA, a maioria dos novos exoplanetas foi identificada nos últimos cinco anos.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 23:47


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural