Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Bolsas americanas com ganho mais acentuado das últimas três semanas

25.06.09, Planeta Cultural

Os principais índices bolsistas dos EUA fecharam em forte alta, a registarem a subida mais acentuada das últimas três semanas, com os investidores a considerarem que a defesa feita hoje pelo presidente da Fed, Ben Bernanke, em relação às suas medidas de emergência para salvar a Merrill Lynch, aumentou as suas hipóteses de se manter à frente da Reserva Federal.

O Dow Jones fechou a ganhar 2,08%, fixando-se nos 8.472,40 pontos.

O S&P 500 terminou a subir 2,15% para 820,27 pontos. Desde 1 de Junho que o Standard & Poor’s não avançava tanto numa sessão.

O Nasdaq fixou-se nos 1.829,54 pontos, com uma valorização de 2,08%.

“Bernanke é um dos poucos verdadeiros heróis no que diz respeito a esta crise”, comentou à Bloomberg o responsável da gestora Holland & Co., Michael Holland. “Se não for renomeado para o cargo, é um sinal negativo”, acrescentou. Recorde-se que o mandato do presidente da Fed termina em Janeiro.

Ben Bernanke disse que o banco central agiu com “a maior integridade possível” nas conversações que manteve com o Bank of America no seu processo de compra da Merrill Lynch.

O que esteve em causa e levou a esta defesa de Bernanke prende-se com o facto de o CEO do Bank of America Merrill Lynch, Kenneth Lewis, ter referido em Abril que não informou os accionistas do banco sobre as crescentes perdas da Merrill devido à pressão de Bernanke e do então secretário norte-americano do Tesouro, Henry Paulson.

Os títulos do retalho foram impulsionados pelos ganhos, superiores ao esperado, da Bed Bath & Beyond.

A ExxonMobil também ganhou terreno, sustentada pela valorização das cotações do petróleo, que ultrapassaram os 70 dólares por barril em Londres e Nova Iorque. A escalada do crude acabou por contagiar todos os títulos energéticos.

Fonte: Jornal de Negócios