Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Separação na Fórmula 1 evitada por acordo entre equipas e Federação

24.06.09, Planeta Cultural

A Formula One Teams Association (FOTA), recuou na intenção de criar um campeonato concorrente com a Fórmula 1. As oito equipas que compõem a FOTA e se manifestaram contra os tectos orçamentais impostos pela Fédération Internationale du Automobile (FIA) chegando a anunciar a criação de um campeonato alternativo, já não vão abandonar o Mundial.
 

A FIA e a FOTA chegaram assim a acordo para evitar a cisão do Campeonato Mundial de Fórmula 1. Uma reunião entre os membros da FOTA estava agendada, já para quinta-feira, em Bolonha, para preparar a saída, na próxima época, das oito equipas que compõem a FOTA.

“Não haverá separação. Chegámos a acordo para a redução de custos”, disse o presidente da FIA, Max Mosley, à comunicação social. “Haverá apenas um campeonato de Fórmula 1, mas o objectivo é voltar aos níveis de despesas do início dos anos 90.”

Max Mosley que durante a semana insinuou que gostaria de permanecer, enquanto presidente da FIA, disse que não se re-candidatará ao cargo de líder do órgão que governa a Fórmula 1.

Parecem ter-se conciliado assim, as posições da FOTA e da FIA, na condição de que Max Mosley não se re-candidate à liderança disciplina máxima do desporto automóvel.

Apesar da contenda entre as equipas e o patrão da F1, a FIA vinha a flexibilizar a sua posição antes do Grande Prémio da Grã-Bretanha, dizendo-se disposta a rever as regras do Campeonato Mundial se as equipas se comprometessem com a Fórmula 1, segundo o site da Reuters.

 

Fonte: Jornal de Negócios