Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





6000 hackers da Coreia do Norte prontos a lançar ataques mortíferos

Sexta-feira, 29.05.15

soldados_coreia_norte.jpg

Um ex-professor universitário da Coreia do Norte estima que entre 10% e 20% do orçamento da defesa do regime de Pyongyang esteja a ser aplicado em ciberterrorismo.

 

Kim Heung-Kwang, professor universitário que fugiu em 2004 do regime ditatorial mais fechado do mundo, deixa o aviso: a Coreia do Norte conta com um exército de mais de 6000 hackers que têm como missão lançar ataques a infraestruturas de países considerados inimigos. 

 

O antigo professor da Universidade de Tecnologia de Computadores de Hamheung, Coreia do Norte, garante, em entrevista à BBC, nunca ter ensinado técnicas de ciberterrorismo, mas refere que muitos dos seus alunos foram arregimentados para o Bureau 121, o braço cibernético do exército norte-coreano, que tem como missão lançar ataques contra os inimigos externos do regime de Pyongyang. 

 

Com base em fontes que dissimuladamente lhe fazem chegar informação proveniente da Coreia do Norte, o investigador estima que 10% a 20% do orçamento da defesa do país "pária" seja atualmente aplicado em mecanismos e ferramentas que permitem lançar ataques através da Internet. 

 

Kim Heung-Kwang admite que ataques como aquele que foi levado a cabo, no final do ano, em retaliação contra a a estreia do filme The Interview, da Sony, tenham por único objetivo a demonstração de força, mas também reitera que os hackers norte-americanos terão capacidade para lançar ataques destrutivos contra infraestruturas de um país e, eventualmente, provocar mortes. , da Sony, tenham por único objetivo a demonstração de força, mas também reitera que os hackers norte-americanos terão capacidade para lançar ataques destrutivos contra infraestruturas de um país e, eventualmente, provocar mortes. 

 

«Temos de recolher provas do ciberterrorismo da Coreia do Norte e fazer a denúncia junto do Conselho dos Direitos Humanos e agências das Nações Unidas», sugere Kim Heung-Kwang, em declarações reproduzidas pela BBC.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 15:08

1 comentário

De Anónimo a 05.06.2015 às 10:03

Excelente post. A questão da Internet na Coreia do Norte é bastante interessante já que vai contra o princípio de liberdade total a que ela está associado no ocidente.


Para todos possíveis interessados, deixo aqui dois artigos que nos ajudam a perceber melhor qual a realidade cibernética do país.


1.º Como funciona a Internet na Coreia do Norte: http://www.estrategiadigital.pt/como-funciona-internet-na-coreia-norte/




2.º As 3 razões que obrigam a Coreia do Norte a usar a Internet: http://www.estrategiadigital.pt/3-razoes-que-obrigam-coreia-norte-usar-internet/


Abraço e continuação do excelente trabalho levado a cabo por este blog!

Comentar post



Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt


Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural

Quantos nos visitaram desde 13FEV2016?