Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Brasil foi mais ao cinema em 2009

13.01.10, Planeta Cultural

O melhor desempenho do cinema brasileiro dos últimos cinco anos: este é o resultado do balanço do mercado cinematográfico em 2009, consolidado e divulgado pela Agência Nacional de Cinema (Ancine). Os números demonstram um crescimento significativo no público e na renda das salas de exibição, o que se deve em parte ao bom desempenho das produções nacionais.

 

Segundo Manoel Rangel, diretor-presidente da Ancine, esses resultados positivos indicam que o cinema brasileiro está vivendo uma nova fase: “A produção nacional está ocupando o mercado de forma continuada e consistente, no que parece ser um ciclo sustentável de crescimento.

A safra de filmes programados para 2010 nos permite acreditar na manutenção dos índices de ocupação alcançados em 2009 e apostar no crescimento desta participação”, avalia Rangel. “Isso é fruto do compromisso dos produtores brasileiros, distribuidores e exibidores, de uma política cultural atenta a todos os elos da cadeia econômica do setor, da parceria entre o Estado e as empresas privadas, enfim,  é resultado de planejamento.”

Em relação a 2008, o público de filmes brasileiros em 2009 cresceu 76%. A participação da produção nacional no público total das salas (”market share”) fechou o ano em 14,28%: foram 16.092.482 espectadores, com uma renda total de R$ 131.936.273,88. Este foi o melhor desempenho dos últimos cinco anos. Em 2009 foram lançados comercialmente 84 filmes nacionais, sendo 45 de ficção, 38 documentários e uma animação, enquanto os lançamentos estrangeiros foram 235: 144 americanos e 91 de outras nacionalidades.

Diversos fatores têm levado a uma reaproximação entre o cinema brasileiro e seu público: a melhor qualidade técnica dos filmes, a maior organização dos agentes do setor e um calendário de lançamentos mais estratégico - mas, sobretudo, a realização de filmes que caem no gosto dos espectadores, em diferentes gêneros e faixas do mercado.

A seguir, outros dados divulgados pela ANCINE além de gráficos e tabelas que incluem o comparativo de 2008 e 2009, com a evolução dos números de público, filmes, renda e participação do mercado do filme nacional.:
• 2009 registrou um público total de 112.683.383 espectadores e renda de R$ 969.783.735,77 nas salas de cinema. Trata-se do maior público dos últimos cinco anos, com um crescimento de 25,26% no público e de 32,93% na renda, em relação a 2008.
• O filme SE EU FOSSE VOCÊ 2 vendeu 6.112.851 ingressos (5.786.844 em 2009, e o restante nas pré-estréias realizadas em dezembro de 2008,) e arrecadou R$ 50.543.885,00, superando o recorde anterior da retomada, que era de DOIS FILHOS DE FRANCISCO, lançado em 2005, com 5.319.677 espectadores.
• O filme mais visto do ano foi A ERA DO GELO 3, que alcançou 9.279.602 ingressos e arrecadou R$ 81.118.935,00. É o segundo maior público dos últimos 20 anos, atrás apenas de TITANIC, lançado em 1998, com 16.377.228 espectadores.
Em 2009, 53 distribuidoras atuaram no mercado (incluindo produtoras que distribuíram as próprias obras). As 25 principais foram responsáveis por 99,94% do público.
 

 

Fonte: AdNews