Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Morgan Stanley revê em alta previsões para preço do petróleo em 2009 e 2010

Terça-feira, 31.03.09
Galp continua "top pick"
Morgan Stanley revê em alta previsões para preço do petróleo em 2009 e 2010

 

 

 

O Morgan Stanley reviu em alta de 37% e de 18%, respectivamente, as previsões de preços para o West Texas Intermediate (WTI), crude de referência para os Estados Unidos, em 2009 e em 2010.

Na sua mais recente nota de “research”, o Morgan Stanley estima que o preço médio do WTI este ano será de 48 dólares por barril, contra os 35 dólares previstos anteriormente. Para 2010, sobe de 55 para 65 dólares a sua projecção e para 2011 mantém a estimativa de uma cotação média de 85 dólares por barril.

Os estrategas de “commodities” daquele banco salientam que, mesmo assim, a previsão revista para 2009 está 13% abaixo do consenso do mercado. Além disso, para o curto prazo, o Morgan Stanley mantém uma visão “bearish” para o crude norte-americano devido aos elevados inventários nos países da OCDE.

Mas apesar deste cenário “bearish” para o curto prazo – o banco estima que as cotações médias do WTI estarão abaixo dos 50 dólares por barril nos três primeiros trimestres do ano, subindo depois para 55 dólares nos últimos três meses – há dois factores que justificam a perspectiva de valorização dos preços a partir de Outubro: diminuição da oferta e melhoria do “outlook” para as matérias-primas na qualidade de classe de activos, num ambiente de maiores tensões inflacionistas.


Galp é a segunda preferida

No que diz respeito às empresas do sector, o Morgan Stanley salienta que a BG (parceira estratégica da Galp no Brasil) e a Galp Energia continuam a ser as suas “top picks”. A Galp é a segunda acção preferida do banco neste sector porque a sua história de crescimento permanece intacta. Segundo a nota de análise, a exposição da empresa liderada por Ferreira de Oliveira ao pré-sal do Brasil é um impulsionador deste título.

“As posições estratégicas de exploração e produção da Galp em bacias de crescimento (águas profundas do Brasil e Angola) e o recente ‘upgrade’ de 160% na base de recursos alicerçam um aumento de 10 vezes na produção ao longo dos próximos 10 anos. O principal risco é que haja uma significativa deterioração na área de refinaria e marketing, o que pesaria no preço das acções”, salienta o documento.

Segundo a nota de análise, o principal risco de baixa do preço-alvo de 14 euros que o Morgan Stanley fixou para a Galp prende-se com um menor progresso na exploração e produção no Brasil e com um atraso no projecto de reconversão do aparelho refinador de Sines.

Para o conjunto do sector do petróleo e gás, o banco mantém a recomendação de “equal weight” e prevê que o desempenho do sector poderá ser de retrocesso. Isto porque o Morgan Stanley está mais pessimista do que o consenso do mercado relativamente aos preços do petróleo no curto prazo e porque considera que os custos irão diminuir as margens.
 

Fonte Inf.- Jornal de Negócios

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 13:43

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

 


subscrever feeds


Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural