Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Comentários recentes

  • Triptofano!

    Realmente no Porão qualquer excitação ficaria auto...

  • Veegam

    Como obter Stellar Lumens gratis!https://steemit.c...

  • Firmino

    deus vê a quem a gente faz bem e depois no fim lev...

  • Planeta Cultural

    O ser humano consegue bem de longe ser pior que os...

  • Maribel Maia

    É com muita pena que leio notícias dessas!





Substituto de Bárcenas reconhece que recebeu pagamentos “por fora”

Terça-feira, 13.08.13
Cristobal Paéz reconheceu, em tribunal, ter recebido 12 mil euros por baixo da mesa.
 

É mais um capítulo do caso que tem agitado a vida política do país vizinho. Cristobal Paéz, que substituiu o ex-tesoureiro do PP, Luis Bárcenas entre 2009 e 2010, reconheceu esta terça-feira, perante o tribunal, que recebeu pagamentos “por fora” no valor de 12 mil euros. Esses pagamentos ilícitos foram realizados em Abril de 2007 e Junho de 2008 e figuram na contabilidade secreta do seu antecessor no cargo, Luis Bárcenas, de acordo com fontes judiciais citadas pelos jornais espanhóis.

 

É uma nova confirmação dos documentos manuscritos de Bárcenas publicados em Janeiro pelo jornal espanhol "El País", e que foram corroborados, entre outros, pelo presidente do Senado, Pío García Escudero, e os políticos Jaime Ignacio del Burgo e Calixto Ayesa.

 

O reconhecimento destes pagamentos foi um dos pontos fundamentais da declaração de Páez, que deixou o partido quando Mariano Rajoy nomeou tesoureiro o actual presidente do Conselho de Estado, José Manuel Romay Beccaría. Entre hoje e amanhã serão ainda ouvidos os ex-secretários Francisco Álvarez Cascos e Javier Arenas, e a actual secretária-geral do partido, María Dolores Cospedal.

 

O esquema de contabilidade paralela do ex-tesoureiro do PP tem causado um verdadeiro terramoto na vida política espanhola, e ameaçado inclusive a continuidade de Mariano Rajoy no cargo de primeiro-ministro.  

 

O caso veio a público em Janeiro deste ano quando o jornal “El País” publicou vários documentos com pagamentos ao PP, recibos de pagamentos com destinatários e vários movimentos bancários. Segundo o jornal espanhol, todos os anos eram colocados de lado parte dos donativos que alegadamente serviam para remunerações suplementares a dirigentes do partido. Rajoy terá sido um dos dirigentes a receber essas remunerações suplementares. Bárcenas garantiu em tribunal ter dado dinheiro “vivo” a Rajoy e à secretária-geral do partido entre 2008 e 2010 e terá entregue documentos que, segundo os jornais espanhóis, revelam os pagamentos feitos por baixo da mesa.

 

Barcenas geriu as finanças do PP durante mais de 20 anos. Quando a bomba estoirou soube-se que o ex-tesoureiro tinha contas na suíça superiores a 48 milhões de euros. O ex-tesoureiro negou a contabilidade paralela até mudar de estratégia quando foi preso em Junho. Alega agora ter sido pressionado pelo PP a não revelar essa contabilidade.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado por Planeta Cultural às 19:38


Pesquisar

 



Contacto

planetacultural@sapo.pt

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural