Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Treino promete perda de peso apenas com exercícios de respiração

02.08.13, Planeta Cultural

Eliminar peso com pouco esforço é o sonho de muitos. E o ator japonês Miki Ryosuke apresenta uma técnica que consiste em exercícios apenas respiratórios, que duram de dois a cinco minutos por dia e prometem transformar esse sonho em realidade. O ator conta que desenvolveu o "treino" por acidente, enquanto usava técnicas de respiração para aliviar dor nas costas e , segundo ele, acabou perdendo cerca de 13 kg e quase 13 cm em torno da cintura em pouco menos de dois meses. Especialistas consultados pelo jornal The Sydney Morning Herald desmentem a possibilidade.

 

O primeiro exercício consiste em colocar um pé na frente do outro, com a maioria de seu peso sobre o pé de trás, e contrair os glúteos. Ao inspirar em uma contagem até três, levante os braços acima da cabeça e, então, exale o ar vigorosamente em uma contagem até sete, envolvendo o abdômen no processo. Para a segunda posição, basta ficar em pé e colocar uma mão na barriga e a outra na parte inferior das costas, contraindo os glúteos. Enquanto inspira contando até três, puxe a barriga em direção à coluna e expire até sete, sugando ainda mais o estômago.  

 

A teoria por trás do "treino” é que o exercício aumentaria o metabolismo por elevar o nível de oxigênio no sangue. “A gordura é composta de oxigênio, carbono e hidrogênio. Quando o oxigênio que respiramos chega a essas moléculas de gordura, ele as quebra em dióxido de carbono e água. O sangue, em seguida, pega o dióxido de carbono e devolve para os pulmões para ser expirado. Portanto, quanto mais oxigênio nosso corpo usa, mais gordura vai queimar”, explicou Jill Johnson, criador do Oxycise, outro programa de perda de peso com base na respiração.

 

No entanto, especialistas desmentem o benefício. “Claro, a gordura é composta de hidrogênio e carbono e um pouco de oxigênio. E, para metabolizar ou queimar gordura, é necessário exercício aeróbico, que requer oxigênio. Mas a oxigenação não ocorre nas células de gordura”, esclareceu o professor de fisiologia cardiovascular William Stanley, da Universidade de Sydney, na Austrália. Na atividade física, usa-se o oxigênio no tecido muscular, o que leva à queima de energia e perda de peso.

 

“É só o exercício aeróbico vigoroso que aciona a energia suficiente para transformar gordura em combustível. Respiração profunda só vai queimar gordura em 2%, na melhor das hipóteses”, ressaltou o professor de fisiologia metabólica Ian Macdonald, da Escola de Ciências Biomédicas em Derbyshire, Inglaterra.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui