Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Reforços da banca ao Fundo de Resolução ajudam défices dos próximos anos

23.09.15, Planeta Cultural

Os pagamentos futuros que os bancos fizerem ao Fundo de Resolução vão aliviar os défices dos próximos anos, ou seja, do ano em que forem registados, disse o Instituto Nacional de Estatística (INE) ao Económico.  

 

O INE reviu hoje em alta o défice do ano passado, de 4,5% do PIB para 7,2% do PIB, em resultado da contabilização como despesa de capital da injecção de 4,9 mil milhões de euros feita pelo Fundo de Resolução no Novo Banco.

 

O agravamento do défice em resultado da capitalização do Fundo de Resolução tem, porém, um resultado oposto no endividamento das instituições financeiras.

 

"Estando o Novo Banco integrado no sector das Sociedades Financeiras, a transferência de capital, que afecta negativamente o saldo do sector das Administrações Públicas, tem o efeito simétrico sobre o saldo do sector das Sociedades Financeiras", explica a instituição.

 

"Em contrapartida, os pagamentos deste sector ao Fundo de Resolução, entidade incluída no sector das Administrações Públicas, continuarão a afectar positivamente o saldo das Administrações Públicas e negativamente o saldo das Sociedades Financeiras", refere a instituição no reporte dos défices excessivos publicado hoje.

 

Ou seja, para o futuro, os reforços que a banca vier a fazer serão uma ajuda para o défice, já que os pagamentos regulares que as entidades financeiras efectuam para o Fundo de Resolução são registados como receita das Administrações Públicas (despesa do sector financeiro).

 

Em resposta ao Económico, o INE refere que estes pagamentos beneficiam o saldo orçamental do ano em que ocorrem. 

 

Resultados do défice dão alento ao PS

23.09.15, Planeta Cultural

Socialistas reagem aos novos dados do défice divulgados pelo INE - 7,2% em 2014, devido ao Novo Banco - e questionam o Governo, que acusam de incompetência: “De que valeram todos os sacrifícios?”. Costa responde: “Fracassaram os objectivos, não merecem confiança”

 

Os resultados divulgados esta quarta-feira pelo INE - o défice do primeiro semestre deste ano foi de 4,7% e, devido ao adiamento da venda do Novo Banco, o défice de 2014 será de 7,2% e não de 4,5%, comprometendo os 2,7% que o Governo tinha adiantado para este ano - foram uma benção para o PS.

 

Em plena campanha eleitoral, a direção do partido vê nestes dados a possibilidade de explorar em seu favor os dados, acusando o Governo de incompetência e Passos Coelho em particular de má gestão.

 

Em Aveiro, onde está a cumprir mais uma etapa do seu percurso pelo país, António Costa fez boa dupla com Pedro Nuno Santos, o cabeça de lista pelo distrito, no ataque à dita incompetência do Governo, que, segundo as suas próprias palavras, "falhou todas as metas a que se propôs". Com o défice alterado em 2014, o deputado considera que o resultado pode repercutir-se também no deste ano.

 

"De que valeram todos os sacrifícios?", perguntava esta quarta-feira Pedro Nuno Santos, num almoço com apoiantes. "Não, não valeu a pena", respondeu ele próprio.

 

Leia mais aqui

PSI-20 sobe quase 0,5% impulsionado pela EDP e Semapa

23.09.15, Planeta Cultural
A bolsa nacional encerrou a sessão a valorizar 0,39%, acompanhando a recuperação das principais praças europeias, depois de o Stoxx600 ter registado, ontem, a maior queda do último mês.
.
 

A bolsa nacional encerrou a sessão desta quarta-feira, 23 de Setembro, em terreno positivo, com o PSI-20 a subir 0,39% para 5.030,45 pontos. Das 18 empresas que formam o principal índice da bolsa nacional, 11 encerraram em alta, cinco em queda e duas inalteradas.

 

Na Europa, a tendência é igualmente positiva, com os principais índices a recuperaram da maior descida do último mês. O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, sobe 0,33% para 347,82 pontos, depois de ter deslizado mais de 3% na sessão de terça-feira, a maior queda desde 24 de Agosto.

 

A impulsionar os mercados bolsistas na Europa está a divulgação de dados que apontam para uma recuperação sólida da economia da Zona Euro e a subida dos preços das matérias-primas. Esta quarta-feira, foi divulgado que a actividade da indústria e serviços da Zona Euro caiu ligeiramente em Setembro mas, ainda assim, a média do PMI para a região está no nível mais elevado em mais de quatro anos.

 

Leia mais no Jornal de Negócios

Martin Winterkorn abandona Volkswagen

23.09.15, Planeta Cultural

Rolou a primeira cabeça no escândalo Volkswagen. Martin Winterkorn vai abandonar as suas funções enquanto CEO da fabricante automóvel alemã. A decisão foi comunicada esta quarta-feira, 23 de Setembro, na sequência do caso da manipulação de resultados em testes de emissões em veículos diesel (isto é, a gasóleo) nos Estados Unidos da América.

"Aceito a responsabilidade pelas irregularidades que foram encontradas nos motores a diesel e, portanto, já solicitei ao Conselho de Supervisão que aceite o término das minhas funções como CEO do Grupo Volkswagen", anunciou o gestor de 68 anos.

 

Leia mais aqui

Mãe-da-lua-grande (Nyctibius grandis)

23.09.15, Planeta Cultural

mãe-da-lua-grande.bmp

“Quando a mãe-da-lua canta é hora de ir para a cama”  Essa é a história que as mães contam a seus filhos no Pantanal e na Amazônia.Segundo a lenda, a mãe-da-lua é um espírito que canta no início da noite. Ela procura por crianças que estão acordadas para levá-las para outro mundo. Essa lenda foi originada de uma ave que possui uma camuflagem excelente. Dependendo do ângulo, é quase impossível definir onde o galho acaba e a ave começa. Ela canta uma melodia misteriosa e assustadora no início da noite que, até hoje, faz as crianças correrem pra cama.

 

Se desejar visitar a fonte da informação, clique aqui