Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Antevisão da semana: Resultados em Lisboa prendem a atenção dos investidores

26.07.15, Planeta Cultural
Esta semana será a mais movimentada, no que toca à divulgação de resultados. É que a maioria das grandes empresas em Lisboa apresenta contas entre 27 e 31 de Julho. Mas estes cinco dias serão ainda marcados pela reunião da Fed e pelos dados do emprego em Portugal. 
 

Segunda-feira, 27 de Julho


Bolsa: Galp e BCP arrancam grande semana de resultados em Lisboa

A Galp Energia e o BCP divulgam os resultados do primeiro semestre esta segunda-feira. Mas aquelas que são duas das maiores cotadas nacionais apresentam-se apenas como um "aperitivo" para os investidores. É que são 17 as empresas portuguesas que divulgam as contas do semestre esta semana, com destaque para BPI, Nos, Jerónimo Martins, EDPRenováveis e CTT, na quarta-feira, ao passo que EDP, Altri eCofina divulgam os dados na quinta-feira. No último dia da semana, a atenção dos investidores estará virada para a REN.

 

 

 

Pão de melancia

26.07.15, Planeta Cultural

pão de melancia.jpg

Numa das mais estranhas e confusas fusões culinárias alguma vez vistas, uma padaria de Taiwan criou um pão de forma que parece uma melancia – mas uma das bizarras melancias quadradas populares no Japão.

 

De acordo com a Padaria Jimmy, que inventou o dito pão de forma, o objectivo era estimular as crianças a continuarem a comer pão durante os meses quentes de verão, altura em que o apetite dos mais pequenos diminuía, escreve o Bored Panda.

 

Para a feitura do novo pão a padaria utiliza corantes naturais – chá verde para a casca, morangos para o interior e carvão vegetal para as sementes. O aspecto é delicioso e divertido, embora comer este pão num dia quente de verão possa não revelar todo o seu potencial. Ainda assim, o inovador pão de forma é baste popular a nível local.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clique aqui

A rapariga da Mongólia que treina águias

26.07.15, Planeta Cultural

águia.jpg

Ao longo de quatro meses nas montanhas do oeste da Mongólia, o fotógrafo Asher Svidensky documentou a tradição com mais de 6.000 anos dos jovens mongóis treinarem as suas águias-douradas de caça. “Berkutchy” é a arte de criar uma ave de rapina destinada à caça. Se em muitos países árabes esta tradição é apenas masculina na Mongólia há algumas excepções, e Svidensky retratou uma delas através das suas lentes.

 

Na sua jornada fotográfica, Svidensky focou-se na história particular e Ashol Pan, uma rapariga mongol de 13 anos a quem o pai pediu que ocupasse o lugar do irmão – que se juntou ao exército – na arte de treinar as águias-douradas para a caça.

 

Pan aceitou o desafio e mesmo frequentando ainda a escola desenvolveu rapidamente um laço muito especial com a sua águia. Porém, a tarefa não é fácil – treinar uma águia jovem para a caça envolve tapar os olhos do animal por períodos prolongados, para que desenvolva uma dependência com o seu tratador, e ficar muitas vezes sem dormir para que o animal receba os cuidados necessários.