Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Sexo reforça o sistema imunitário e retarda o processo de envelhecimento

21.02.15, Planeta Cultural

sexo.jpg

 

Não só é bom como faz bem. E em todas as idades! Estudos internacionais recentes voltaram a comprovar que o sexo reforça o sistema imunitário e retarda o processo de envelhecimento.

 

A qualidade da vida sexual do casal é um bom indicador da saúde e do bem-estar geral. Mantê-la ativa, mesmo quando já se tem cabelos brancos, é essencial para preservar a juventude do organismo. Esta tese é defendida por David Weeks, psicólogo, na British Psychological Society. Os estudos dão-lhe razão. Está comprovado que o sexo estimula a produção do anticorpo imuglobulina A, relevante no desempenho do sistema imunitário.

 

 

 

Copiar um DVD dá prisão, mesmo quando se paga a taxa da cópia privada

19.02.15, Planeta Cultural

Imagine que faz o backup de um filme que comprou na loja sem usar as chaves de DRM dos produtores: mesmo que tenha a taxa da cópia privada em dia, arrisca-se a um ano de prisão ou a 100 dias de multa.

Open_hard-drive.jpg

 

Rui Miguel Seabra, presidente da Associação Nacional de Software Livre (ANSOL), perdeu a guerra contra a nova lei da Cópia Privada, mas tem ainda uma última batalha pela frente. Em breve, deverá ir ao Parlamento para tentar, mais uma vez, lembrar os deputados das alegadas perversidades do alargamento das taxas a quase todos os gadgets e equipamentos eletrónicos com capacidade de armazenamento de dados. Até é possível que o dirigente da ANSOL tenha um discurso histórico ao nível dos melhores parlamentares, mas  de nada valerá: a proposta de lei do Governo já foi aprovada por uma Comissão Parlamentar com algumas alterações de pormenor e resta apenas a formalidade da aprovação pela generalidade dos deputados (e consequente ratificação presidencial) para que o diploma seja publicado no Diário da República e ganhe força de lei.

 

 

Operadora móvel virtual Lebara chega a Portugal

19.02.15, Planeta Cultural

A partir de agora o mercado português conta com um novo operador de telecomunicações: a Lebara.  A operadora móvel virtual, com sede em Londres, está a expandir os seus serviços para novos mercados através do lançamento mundial da aplicação móvel Lebara Talk.

 

A aplicação é compatível nos smartphones com sistemas Android e iOS e permite realizar chamadas internacionais low cost com possibilidade de carregamento de saldo. O principal target desta oferta são as comunidades emigrantes e os seus familiares e amigos.

 

 

Juncker sobre a troika: "Pecámos contra a dignidade" de Portugal e Grécia

18.02.15, Planeta Cultural

Juncker.jpg

O líder da Comissão Europeia defende que a "troika é pouco democrática, falta-lhe legitimidade" e deve sofrer alterações. Agora, é preciso saber retirar "as lições da história e não repetir os mesmos erros". Também houve críticas à Comissão de Durão Barroso.

 

A troika cometeu erros durante a sua actuação nos resgates internacionais na Zona Euro. O "mea culpa" foi feito hoje pelo presidente da Comissão Europeia, que era o líder do Eurogrupo à altura dos pedidos de resgate, que admitiu que é preciso rever o actual modelo da troika.

 

"Pecámos contra a dignidade dos povos, especialmente na Grécia e em Portugal e muitas vezes na Irlanda", reconheceu Jean-Claude Juncker esta quarta-feira, 18 de Fevereiro.

 

"Eu era presidente do Eurogrupo, e pareço estúpido em dizer isto, mas há que retirar as lições da história e não repetir os mesmos erros", admitiu, em declarações citadas pela Europa Press.

 

 

Canadense desenvolve creme para remover tatuagens sem dor ou cicatrizes

17.02.15, Planeta Cultural

Alex Falkenham.jpg

Alex Falkenham

 

Muita gente tem vontade de fazer uma tatuagem, mas acha muito difícil escolher um desenho, uma vez que aquilo teoricamente vai acompanhar o indivíduo para o resto da vida. Caso bata o arrependimento, é necessário passar por processos dolorosos e se arriscar a ter uma bela cicatriz feita a laser. Essa história pode mudar em breve caso o estudante canadense Alex Falkenham consiga colocar seu creme removedor de tatuagens no mercado.

 

Falkenham tem 27 anos e é um doutorando da Universidade de Dalhousie no Canadá. Ele está fazendo testes com seu creme em porcos tatuados, mas ainda não passou para a fase de testes com humanos. Por isso, não é possível ter uma estimativa exata de quanto tempo será necessário usar o tal creme para se livrar daqueles desenhos malfeitos que você deixou seu amigo amador fazer na sua pele.

 

Como funciona

 

Quando você está sendo tatuado, seu corpo encara a tinta como um elemento intruso que deve ser atacado. Por isso, os macrófagos correm até a área atingida para "comer" a tinta e fazer o corpo eliminar a substância estranha. Acontece que, com o tempo, esses macrófagos “morrem afogados” na tinta e param de agir ali ou continuam o trabalho com muita lentidão. É por isso que toda tatuagem vai perdendo a cor com o tempo, mas ainda assim dura muito.

O que o creme de Falkenham faz é estimular os macrófagos ativos do corpo da pessoa tatuada a comer os macrófagos afogados em tinta. Com isso, o processo de eliminação da tatuagem retoma o ritmo original e permanece constante enquanto você utilizar o creme de forma localizada.