Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Mutações genéticas explicariam convulsões atribuídas à vacina tríplice

27.10.14, Planeta Cultural

Cientistas dinamarqueses descobriram a existência de uma pré-disposição genética que pode explicar porque algumas crianças podem ter convulsões febris após a aplicação da vacina combinada SPR (contra sarampo, papeira - ou bócio - e rubéola).

 

As convulsões febris ocorrem nas crianças quando elas apresentam febre alta e podem durar de um a cinco minutos, antes de os pequenos voltarem à normalidade. No geral, a crise não se reproduz, nem tem consequências para o cérebro.

 

Estas convulsões não estão relacionadas a crises de epilepsia, que ocorre na ausência de febre.