Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Vladimir Putin - "É melhor ninguém se meter com o país"

30.08.14, Planeta Cultural

Na sexta-feira, no mesmo dia em que Durão Barroso declarava que a solução para a crise na Ucrânia passa por novas sanções à Rússia - a Comissão Europeia elaborou um conjunto de opções para ser apresentado este sábado, na cimeira extraordinária de Bruxelas -, Vladimir Putin destacava o poder bélico da Rússia no fórum da juventude Seliger 2014, na região de Tver. E avisava... é melhor ninguém se meter com o país. 

 

A incursão militar russa na Ucrânia tem sido negada pelo Presidente da Rússia, que aponta o dedo ao governo ucraniano, responsabilizando-o pelo conflito que já fez mais de 2000 mortos.

Sob o olhar de jovens, Putin afirmou ser crucial "obrigar" Kiev a sentar-se à mesa de negociações com os separatistas pró-russos do leste. Esta é a via para a paz. E foi mais longe, quando comparou as ações das forças militares governamentais em Donetsk e Lugansk ao cerco nazi a Leninegrado na segunda guerra mundial.

O chefe da diplomacia russa acusou ontem a NATO de "utilizar imagens de jogos de computador" para demonstrar a existência de tropas russas na Ucrânia. Serguei Lavrov disse mesmo que "ocultar a evidência é uma característica particular dos EUA e muitos países da UE" em relação à situação na Ucrânia.

Na iminência de novas sanções da União Europeia - o presidente francês François Hollande defendeu este sábado que é preciso elevar a punição -,  a intervenção em Seliger foi aproveitada por Putin para deixar recados. A Rússia não quer, nem tem intenção de entrar "num conflito a grande escala", sublinhou, mas "devemos estar preparados para repelir quaisquer agressões".

"Quero recordá-los que a Rússia é uma das mais poderosas potências nucleares. Não são só palavras, isto é uma realidade", acrescentou.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui