Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Ana não vai voltar a andar

12.07.14, Planeta Cultural

231º Episódio - 14 de julho (segunda-feira)

 

Morais telefona a Andreia e conta-lhe que Laura não compareceu ao encontro, acrescentando que tentou ligar-lhe e que o telemóvel estava desligado. Andreia estranha e insiste para que ele tente perceber o que se passou. O detetive convida-a para ir ter com ele ao bar da praia mas ela diz que tem de trabalhar e que se juntará a ele mais tarde.

Sofia chega à Mood e mente a Beatriz para justificar a sua ausência matinal da empresa, dizendo que foi tratar de assuntos ao banco. A irmã questiona o facto de ela não ter ido com Ricardo, o responsável pela área financeira, Sofia afirma que a questão não era suficientemente importante que exigisse a presença dele. Já que está a falar do namorado, conta que ele é frequentemente tentado a voltar a jogar, ao mesmo tempo que se mostra insegura quanto à sua capacidade para o afastar do vício. Beatriz pergunta se a última disputa com Laura ainda a incomoda e a irmã responde que nunca a perdoará.

Laura chega a casa bastante maltratada e Margarida fica horrorizada com as lesões que ela apresenta. A mãe explica que sofreu um assalto violento e pede-lhe que avise os irmãos, sem contudo os alarmar. Antes de se deitar para descansar, Laura telefona ao detetive Morais a explicar-lhe porque é que não compareceu ao encontro e dizendo que falará mais tarde com ele.

Teresa recebe uma chamada de Manel e, embora a custo, aceita ir almoçar com ele. Simão entra no gabinete da irmã e deixa-a incrédula ao revelar que a mãe foi agredida e assaltada. Teresa não resiste e decide ir para casa para conferir o estado de saúde de Laura.

 

Carlos procura Mariano na livraria e pede-lhe ajuda para reconquistar Fátima. O amigo fica comprometido, pois envolveu-se com ela e não tem coragem de o revelar.

Fátima arruma o seu quarto e os fatos tradicionais de Espanha que usou com Mariano na última noite em que se envolveram. Lé entra no quarto para colocar umas flores e Fátima esconde os adereços com grande atrapalhação. No entanto, a patroa não se apercebe que ela escode também que se continua a encontrar com Mariano às escondidas.

Teresa olha apreensiva para as mazelas que Laura exibe depois de ter sido assaltada e prontifica-se a desmarcar o seu almoço para ficar com ela o resto do dia. A mãe reforça que não vale a pena preocupar-se.

Rosa atende clientes na florista e fica embevecida quando Adelino afirma com ar sedutor que as rosas são, para ele, as flores mais bonitas. Confessando-se esfomeado, o namorado desafia-a para almoçarem num restaurante que tem um cozido à portuguesa fantástico mas Rosa prefere ir almoçar a casa, desejosa de se reencontrar com Ana, de quem não teve notícias até agora, recebendo apenas uma mensagem a dizer que estava tudo bem.

Ricardo prepara-se para almoçar com Sofia e confessa que sentiu a sua falta quando despertou de manhã, acrescentando que acordou menos ansioso e que não vai perdê-la por causa do seu vício no jogo. Sofia acredita que ele vai ser forte e diz que saiu cedo para tratar de uns assuntos. Incomodada por estar a mentir, corta a conversa a pretexto de ir chamar o empregado que nunca mais aparece para os servir. Quando ela sai da mesa, um amigo de Ricardo aproxima-se dele e conta que tem frequentado uma casa de jogo onde tem ganho muito dinheiro, desafiando-o para aparecer. O amigo entrega-lhe um cartão-de-visita para que lhe telefone e cruza-se com Sofia, sendo apresentado por Ricardo. Ela percebe o que se passou e tira delicadamente o cartão das mãos do namorado e rasga-o em pedacinhos. Ele aceita a decisão de Sofia, indiciando que está mesmo empenhado  em curar-se.

           

Teresa almoça com Manel no bar da praia e, depois de ouvir a sua argumentação, aceita namorar com ele, ambos dispostos a enfrentarem a mais que provável oposição de Laura. Lúcia observa os movimentos de Teresa e garante a Tomás que nada tem contra ela, pois também foi enganada por Vicente. Tomás convida-a para um passeio e ela pede a Gonçalo que tome conta do bar por si. Gonçalo aproveita para lhe propor a inscrição noutro concurso de gastronomia mas ela recusa, deixando-o frustrado.

Salvador visita Laura, incrédulo pelas agressões que a mãe sofreu durante o assalto de que foi vítima. Ela desvaloriza a preocupação dos filhos e recusa a companhia de Margarida que queria faltar ao primeiro dia de trabalho na loja, para ficar com ela.

Ricardo assegura a Sofia que sempre que for tentado para voltar a jogar vai conseguir resistir porque vai pensar nela. Sofia dá-lhe um beijo carinhoso e Beatriz fica constrangida por entrar nesse momento, interrompendo o clima. Sofia coloca a irmã à-vontade e tem a ideia de convidar o pai para jantar lá em casa com elas. Beatriz gosta da ideia, pois está curiosa para saber se o pai sempre decidiu viajar.

Manel e Teresa tomam consciência de que não vão ter uma relação fácil, embora ele confie que as mudanças que Laura evidenciou desde que reapareceu a vão tornar mais compreensiva. Depois de combinarem ver-se mais tarde, despedem-se e deixam o bar da praia. Teresa é a última a entrar no carro e fica espantada quando avista Andreia com o detetive Morais. Sem que deem pela sua presença, Teresa arranca no seu automóvel, perplexa com o que acabou de observar.

           

Ana regressa de França muito desmoralizada porque os médicos consideram a sua situação clínica demasiado complicada para que possa voltar a andar. Rosa esforça-se por animá-la mas a filha prefere isolar-se no quarto. Bruno aconselha Rosa a dar tempo à filha de resolver sozinha, as suas frustrações.

Isabel pede desculpa a Artur por ter despedido Lurdes mas ele assume que a mãe é que foi a responsável por não aceitar a relação deles, nem o facto de esperarem um filho. Artur acarinha Isabel e reforça que é ao seu lado que quer estar.

Fátima insiste em mimar Concha, convencida de que ela está melindrada por Artur estar com Isabel e prestes a ser pai de um filho com ela. Concha reafirma que não tem qualquer problema com isso, mas a cozinheira não acredita.

Lé faz meditação quando é interrompida por Horácio que tenta fazer o mesmo mas com um pau de incenso aceso. O pai de Fátima fica algo desiludido por não causar o impacto desejado, mas aceita fazer meditação em conjunto com ela. Cada um de sua vez vai olhando para o outro com apenas um olho aberto.

Laura não consegue acreditar quando Teresa lhe conta que viu Andreia aos beijos na praia com Morais. Ambas concordam que para estarem juntos, Andreia tem de ter um objetivo para melhorar a vida e Laura confessa que ele tem várias informações que a podem prejudicar gravemente. Depois de lhe ligar para tirar tudo a limpo, fica furiosa porque o detetive não a atende.

Depois de regressar da escola, Violeta pede a Lúcia se a deixa falar com Vicente ao anoitecer, pois tem saudades do pai. A mãe diz que lhe faz a vontade desde que ela não perca muito tempo para não se deitar muito tarde. Violeta conta depois à mãe que gosta que ela esteja a namorar com Tomás e que Matias também lhe confessou que aprova a relação, porque gosta dele. Lúcia fica feliz por ter a aprovação dos filhos e promete a Violeta que não conta ao irmão que ela cometeu esta inconfidência.

Margarida atende uma cliente na loja de cosméticos e fica satisfeita por se sair bem no primeiro dia de trabalho. Alice apoia a amiga e mostra-lhe uns folhetos que contêm informação sobre diversos cursos que ela pode fazer. Margarida conta que está inclinada a frequentar um curso de joalharia e Alice diz que quer ser a primeira a ter um anel feito por ela.

 

 

In' SIC

CONSELHO DIRETIVO DA CMVM DELIBERA PROIBIÇÃO DE VENDAS A DESCOBERTO DAS AÇÕES DO BES POR MAIS DOIS DIAS ÚTEIS

12.07.14, Planeta Cultural

Extensão da proibição temporária de vendas a descoberto das ações representativas do capital social do Banco Espírito Santo, S.A. (ISIN: PTBES0AM0007), nos termos do número 2 do artigo 23.º do Regulamento (UE) n.º 236/2012 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 14 de março de 2012, relativo às vendas a descoberto e a certos aspetos dos swaps de risco de incumprimento.

 

TENDO EM CONSIDERAÇÃO QUE o parágrafo 2 do art. 23.º do Regulamento (UE) n.º 236/2012 prevê a possibilidade de extensão, por um período não superior a dois dias de negociação, da restrição temporária de vendas a descoberto de instrumentos financeiros em caso de diminuição significativa do respetivo preço em momento posterior à implementação da restrição inicial;

 

TENDO EM CONSIDERAÇÃO QUE o limiar para o exercício do poder referido no parágrafo anterior corresponde a uma diminuição de 5% ou mais no preço das ações em causa, em relação ao preço de fecho do dia de negociação anterior àquele em que a restrição inicial foi implementada;

TENDO EM CONSIDERAÇÃO QUE a diminuição do preço das ações, em relação ao preço de fecho do dia de negociação imediatamente anterior, é de 5,50%; e CONSIDERANDO QUE a flutuação do preço das ações em causa não pode excluir a ocorrência de um fenómeno de especulação com impacto negativo;

 

A CMVM DECIDE:

1. A extensão, por um período adicional de dois dias de negociação, da proibição das vendas a descoberto das ações representativas do capital social do Banco Espírito Santo, S.A. (ISIN: PTBES0AM0007) no Euronext Lisbon, mercado regulamentado gerido pela Euronext Lisbon - Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados S.A., nos termos do art. 23.º do Regulamento (UE) n.º 236/2012, com efeitos a partir das 00h00m de 14 de julho de 2014, até às 23h59m do dia 15 de julho de 2014.

 

A proibição de vendas a descoberto referida no parágrafo anterior não é aplicável à atividade de criação de mercado, tal como definida na al. k) do n.º 1 do art. 2.º do Regulamento (UE) n.º 236/2012, conforme possibilidade conferida pelo n.º 3 do art. 23.º do mesmo Regulamento.

2. A presente decisão é notificada à ESMA e publicada no sítio de internet da CMVM.

 

 

In' CMVM