Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Brasileiros entregam proposta final para privatização da EGF

20.05.14, Planeta Cultural
Na corrida à privatização da EGF deverão estar também o agrupamento da EGEO e Antin, Mota-Engil e a DST. O prazo para entrega das propostas termina hoje.
.

Em comunicado, o agrupamento Portugal Ambiental, constituído pela Odebrecht Ambiental e pela Solví, informa que entregou, esta tarde, na Parpública, "uma proposta não vinculativa relativa ao processo de reprivatização da Empresa Geral de Fomento, SA (EGF)".

 

"A proposta apresentada pelo agrupamento Portugal Ambiental (PA) assenta na experiência internacional e capacidade técnica da Odebrecht Ambiental e da Solví na recolha e tratamento de resíduos sólidos urbanos", sublinha a mesma fonte

 

Para o agrupamento Portugal Ambiental, constituido por duas companhias brasileiras, esta proposta "projecta o seu compromisso  com o desenvolvimento futuro da EGF, numa lógica de parceria de longo prazo com os municípios e com os colaboradores da empresa".

 

Este é o último dia para se apresentarem propostas indicativas para a compra da empresa de resíduos do grupo Águas de Portugal, que está a ser alienada pela Parpública, no âmbito do processo de reprivatização, que está a ser liderado pelo ministério de Moreira da Silva (na foto).

 

A Parpública e a Águas de Portugal (AdP) deverão receber pelo menos cinco ofertas não vinculativas pela EGF. Além do agrupamento da EGEO e Antin, o concurso de privatização captou o interesse de outros quatro investidores. Na corrida estarão não só portugueses, mas também grupos estrangeiros. As brasileiras Odebrecht e Solvi concorrem juntas. Outro interessado é a Mota-Engil, que, segundo foi possível apurar, se apresentará sozinha no concurso da EGF. A privatização deverá ter mais um concorrente nacional: a DST já assumiu o seu interesse em participar no processo. 

 

 

In' Jornal de Negócios

Flu avança em conversas por Wellington Nem e espera aval do Shakhtar

20.05.14, Planeta Cultural

O Fluminense busca entendimento com o Shakhtar Donetsk para contratar Wellington Nem, por empréstimo. O atacante, que é desejo do clube tricolor, também tem interesse em retornar às Laranjeiras depois de uma temporada sem muitas oportunidades no futebol ucraniano. A ideia do clube das Laranjeiras é usar o empresário Eduardo Uram como principal aliado. É o agente que será responsável por conseguir o aval do time europeu.

 

Uma reunião entre dirigentes do Fluminense e a patrocinadora Unimed já foi realizada para que o investimento – entre verba para pagamento de salários e do empréstimo – pudesse ser discutido.

 

Em entrevista ao jornal Extra, Eduardo Uram é cauteloso sobre o negócio. "É prematuro dizer alguma coisa sobre Wellington Nem e Fluminense", afirma o empresário.

 

De férias no Rio de Janeiro, Wellington Nem foi às Laranjeiras na última sexta-feira para conversar com os antigos companheiros. A aproximação foi vista pela diretoria do Fluminense como um sinal do interesse do jogador em reviver a rotina do passado.

 

"A visita dele ao clube foi como um atleta que passou por lá, estava no Brasil e foi rever amigos, ex-companheiros e funcionário. Temos a informação que ele quer retornar pela situação que está lá. Se isso for confirmado, teremos muita vontade de contar com ele", comentouMário Bittencourt, vice-presidente de futebol do clube, à Rádio Brasil.

 

Cristóvão Borges vê o jogador como essencial para seu esquema, já que sonha com um atleta de velocidade para a linha ofensiva.

Sem espaço na Ucrânia, Wellington Nem busca uma transferência. No entanto, ele pode ter dificuldades para receber a permissão do Shakhtar Donetsk – famoso por dificultar negociações em que podem ter algum tipo de prejuízo. O atacante deixou o Fluminense na metade de 2013, por cerca de R$ 25 milhões.

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

São Paulo oferece mais de 27 mil vagas de emprego nesta semana

20.05.14, Planeta Cultural

Os trabalhadores que procuram emprego no Estado de São Paulo têm nesta semana um total de 27.223 oportunidades. As vagas contemplam todos os níveis de escolaridade, desde quem não terminou o ensino fundamental até para os que já completaram o ensino superior.

A zona central da capital concentra o maior número de chances (2.797), seguida das zonas sul, oeste e leste, com 1.358, 1.236 e 1.200 oportunidades, respectivamente. A zona norte tem o menor número de vagas: 1.198.

Os salários começam no valor mínimo permitido por lei (R$ 724) e são para consultor de vendas (150), atendente de lanchonete (50) e operador de telemarketing (20), que não exigem experiência anterior, apenas ensino médio incompleto.

Oportunidades para profissionais sem ensino superior pagam salários acima de R$ 20 mil

Já o mais alto salário, de R$ 4.500, é oferecido para supervisor de manutenção industrial (1), que exige, pelo menos, seis meses de experiência na área e ensino superior completo.

Outro cargo com remuneração atraente está disponível para caseiro (5). Para preencher a função, que paga salário de R$ 4.000, o profissional deve ter seis meses de experiência na atividade e ensino fundamental incompleto.

As seleções de candidatos da semana também se estendem à Grande São Paulo e à região do ABC, nas quais há 220 chances de trabalho.

No Estado, há outras 19.214 vagas oferecidas por meio do Emprega São Paulo. Para se candidatar a essas vagas, acesse o site, crie um login, senha e informe os dados solicitados. Outra opção é comparecer a um PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) com RG, CPF, PIS e Carteira de Trabalho.

Veja no mapa abaixo a distribuição de vagas pelas regiões da cidade.

Onde encontrar as vagas:

O Emprega São Paulo e o PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) oferecem vagas pelowww.empregasaopaulo.sp.gov.br ou em um de seus 240 endereços.

O CAT (Centro de Apoio ao Trabalho) é o serviço da Prefeitura de São Paulo destinado a dar suporte ao trabalhador. Além do currículo, é preciso levar documento de identidade, CPF, carteira de trabalho e o número do PIS/PASEP/NIS/NIT (caso não possua, será cadastrado na hora).

CAT São Miguel Paulista
Avenida Imperador, 1.900

CAT Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1.553

CAT Lapa I
Rua Monteiro de Melo, 342

CAT Interlagos
Avenida Interlagos, 6.122

CAT Jabaquara
Avenida Eng. Armando de Arruda Pereira, 2.314

CAT Parelheiros
Rua Sadamu Inoue, 5.252

Mais endereços: www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho

 

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

Cientistas criam novo tipo de plástico reciclável 'por acidente'

20.05.14, Planeta Cultural

Pesquisadores americanos criaram por acidente uma nova variedade de plástico reciclável, segundo um estudo publicado na revista Science.


A descoberta poderá ser usada para fazer peças rígidas e gelatinosas e aplicada na fabricação de carros, aviões e eletrônicos mais baratos e menos poluentes.

 

Jeanette Garcia, do centro de pesquisa da IBM em San Jose, nos Estados Unidos, descobriu o novo tipo de plástico ao esquecer de incluir um dos três componentes de uma reação química para produzir um tipo de plástico conhecido como "thermoset".


"Acabei com esse pedaço de plástico na mão e tinha que descobrir o que era", disse Garcia à BBC.


"A primeira coisa que fiz foi pesquisar a literatura científica para ver se isso já tinha sido feito antes, porque achava que sim já que se tratava de uma reação química bastante simples."


Por ser leve e resistente, o plástico "thermoset" é usado em carros modernos e aeronaves, muitas vezes misturado a fibras de carbono.
Mas nenhum tipo deste plástico podia ser reciclado - até agora.


A nova variedade pode ser dissolvida em ácido, o que a reverte a seus componentes originais, que podem ser reutilizados.


Potencial inovador


"Seu potencial é enorme", disse Charl Faul, químico de materiais da Universidade de Bristol.


James Hendrick, que chefiava a pesquisa feita na IBM, explica que uma peça feita com este plástico poderá ser facilmente reparada ou reciclada em vez de ser jogada fora quando sofrer algum dano ou terminar sua vida útil.


"Isso nos permitirá economizar muito dinheiro e diminuir o desperdício", disse Hendrick.


O cientista ainda prevê usos inovadores para o novo material: "Ainda estamos descobrindo suas propriedades, mas, sempre que um novo polímero é descoberto, isso leva uma série de novos materiais."

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

José Mário Vaz é o novo Presidente da Guiné-Bissau

20.05.14, Planeta Cultural

O PAIGC, partido histórico da independência, acaba de reconquistar o poder na Guiné-Bissau. Fica com maioria absoluta no Parlamento (das eleições de 13 de Abril) e conquista agora a presidência com a vitória do seu candidato José Mário Vaz, mais conhecido por "Jomav". 

Obteve 61,9% dos votos das eleições presidenciais de 18 de Maio, enquanto o seu opositor Nuno Gomes Nabian, apoiado pelo Partido para a Renovação Social (PRS), ficou pouco acima dos 38,1%.

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui

 

Wall Street fecha em terreno positivo

20.05.14, Planeta Cultural

O Dow Jones subiu 0,13% para 16.511,93 pontos, o S&P 500 avançou 0,41% para 1.885,58 pontos e o Nasdaq valorizou 0,86% para 4.125,816 pontos.

Os mercados norte-americanos abriram a sessão em queda, prolongando as perdas das últimas duas semanas, mas inverteram a tendência para terreno positivo animados pelo sector tecnológico.

"Nos últimos meses temos assistido a muita volatilidade" nos mercados bolsistas, refere o analista Joe Bell da Schaeffer's Investment Research à agência Bloomberg.

A Reserva Federal norte-americana vai divulgar na quarta-feira, 21 de Maio, as conclusões da sua última reunião. A instituição liderada por Janet Yellen já referiu que é provável que continue a reduzir, "com pequenos passos", a sua política de compra de activos.

Outro dado que continua a influenciar as bolsas norte-americanas e as restantes praças mundiais é a intensa actividade de fusões e propostas de aquisições das últimas semanas.

Este fim-de-semana a AT&T concretizou a aquisição da transmissora de televisão por satélite, DirectTV, por 48,5 mil milhões de dólares (cerca de 35,4 milhões de euros). A AT&T ganhou *% para * dólares por acção, enquanto a DirectTV perdeu *% para * dólares por acção.

Já a Pfizer, que viu a terceira oferta oficial de compra da AstraZeneca no valor de 69,4 mil milhões de libras (cerca de 85 mil milhões de euros) ser recusada, subiu *% para * dólares por acção.

 

 

In' Jornal de Negócios