Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Mariah Carey gasta R$ 100 mil por ano em cuidados com seus cães

28.04.14, Planeta Cultural

Mariah Carey gasta R$ 100 mil por ano para cuidar dos seus cães de estimação. A cantora, que possui uma fortuna estimada em R$ 900 milhões, mima regularmente seus oito cães de estimação, marcando sessões de tratamento exclusivo nos melhores salões de beleza canino.

 

"Mariah paga por todas as terapias de SPA que nem mesmo ela tem. Apenas seus cães têm isso. Os preços começam a partir de R$150 por uma simples tosa. Os cães de Mariah realmente parecem gostar das massagens de corpo inteiro. Ela paga para os seus cachorrinhos viajarem com ela na primeira classe. E quando eles não podem, ela os deixa em creche de cães como Chateau Marmutt, Barkingham Palace ou no Pour La Pooch. Ela também contrata um motorista designado para transportá-los na ida e vinda do local, o que custa em torno de R$1200 por hora", disse uma fonte ao jornal Daily Mirror.

 

O tratamento favorito de Mariah para seus cachorros é o popular blueberry facial, que se originou em Los Angeles, e supostamente serve para esfoliar e reduzir manchas na pele.

 

"Ela sempre vai ter os animais bem cuidados antes de viajar, ela gosta deles lindos a todo momento. Além de ter o banho e a secagem, Mariah também gosta da última tendência de Los Angeles para os caninos, o blueberry facial", explicou.

 

Mariah, que tem os gêmeos de dois anos de idade, Moroccan e Monroe, com seu marido Nick Cannon, é obcecada com a forma como seus cães cheiram após seus tratamentos e fica encantada em como essse tratamentos ajudam a reduzir rugas.

 

"Ela fica obcecada pelo cheiro deles depois de um blueberry facial. Os tratamentos faciais também são ótimos para se livrar das rugas caninas, então todo mundo sai ganhando", finalizou a fonte.

 

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

ANTÓNIO FIGUEIREDO "É o fim do ciclo do FC Porto"

28.04.14, Planeta Cultural

Antigo dirigente do Benfica acredita que a derrota para a Taça da Liga simbolizou o fim do ciclo dos "dragões". E espera que as águias assumam agora a hegemonia do futebol nacional.

 

António Figueiredo, antigo vice-presidente do Benfica, crê estar a chegar ao fim o ciclo do FC Porto no futebol português, após a má época dos azuis-e-brancos. E vê os encarnados ganharem a hegemonia nacional.

Com a derrota frente ao Benfica nas grandes penalidades, e o consequente afastamento da Taça da Liga, o emblema portista confirmou a pior época da última década. Os dragões conquistaram apenas a Supertaça, frente ao Vitória de Guimarães, algo que tinha acontecido pela última vez em 2001/2002. 

"É o fim do ciclo do FC Porto", atira Figueiredo, antes de explicar que o "problema são as forças internas que lutam para garantir a sucessão a Pinto da Costa".

Em declarações a Bola Branca, o antigo dirigente do Benfica espera que o Benfica aproveite para forjar "um novo ciclo", com a conquista do campeonato, da Taça da Liga e da Taça de Portugal - ambas frente ao Rio Ave. "O plantel tem a obrigação de ganhar mais duas provas", admite.

A Liga Europa continua na mira dos encarnados após a vitória por duas bolas a uma frente à Juventus no Estádio da Luz. António Figueiredo admite que a segunda-mão das meias-finais "vai ser um jogo díficil", mas que o Benfica "vai voltar a Turim [n.d.r: local da final da Liga Europa]".

Na eventualidade da passagem à final, a décima da história do clube, Figueiredo prespectiva um bom resultado frente a uma formação espanhola [Sevilha ou Valência],uma vez que "todos os títulos europeus do Benfica foram conquistados frente a equipas espanholas [n.d.r: Barcelona e Real Madrid]".

 

 

In' RR