Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Apple vai lançar 2 modelos de iPhone com telas maiores este ano

23.01.14, Planeta Cultural

A Apple vai lançar na segunda metade deste ano dois novos iPhones com telas maiores que as dos modelos existentes hoje, informou nesta quinta-feira reportagem do site do “Wall Street Journal”, que não revelou suas fontes.


Os aparelhos terão telas medindo 4,5 e 5 polegadas, enquanto o display do iPhone 5 é de 4 polegadas. As fontes do “Journal” disseram que o corpo dos novos modelos será metálico, como no iPhone 5, e que não há possibilidade de a empresa adotar a nova mania das telas curvas em celulares, como já fizeram Samsung e LG.


A Apple não quis comentar a reportagem.


O lançamento de iPhones com telas maiores seria uma reação à perda de participação de mercado sofrida pela Apple para concorrentes que já oferecem smartphones com medidas superlativas. O Galaxy S4, da Samsung, tem cinco polegadas, enquanto o Galaxy Note 3 possui display de 5,7 polegadas.


Pesquisas indicam que os consumidores têm sido atraídos por telas maiores conforme mudam seus hábitos de uso dos aparelhos, cada vez mais assistindo a vídeos e jogando games complexos nos aparelhinhos. A tendência é particularmente forte na China, mercado crucial para a estratégia de crescimento da Apple.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Mãe degola filho bebé depois de ser detida em Espanha

23.01.14, Planeta Cultural

A criança foi raptada do centro de acolhimento pela mãe, na Suiça. Foi detida em Espanha e levada para o hospital, onde degolou o menino

 

Uma mãe suíça detida em Torrevieja, Espanha, por ter deixado ilegalmente o seu país com o seu bebé de dez meses, degolou a criança na quarta-feira e tentou suicidar-se, informou hoje a guarda civil espanhola.

 

Katharina Katit-Staheli, de 40 anos, tinha sido detida na quarta-feira em Torrevieja, no cumprimento de um mandado internacional de captura emitido pela justiça suíça.

 

Foi de seguida transferida para o hospital daquela cidade balnear da costa leste espanhola, com o bebé, devido à doença da criança, sob vigilância da guarda civil.

 

À noite, a mulher «disse que ia dar-lhe banho ou mudá-lo» e aproveitou o momento para matar a criança, explicou o porta-voz da guarda.

«Ela cortou-lhe a garganta com uma faca de cozinha e de seguida tentou cortar o seu próprio pescoço», acrescentou o porta-voz, segundo o qual a mulher está em estado «grave».

 

Segundo a mesma fonte, um guarda estava com a mulher e interveio «quando a viu fazer movimentos estranhos».

 

O polícia «viu então que ela tinha cortado o pescoço do bebé e que tentava cortar o seu. Tudo num instante, num mesmo gesto», explicou.

 

«Ela conseguiu cortar-se, mas não demasiado profundamente», porque o guarda interveio, garantiu o porta-voz.

 

A mãe era procurada desde 24 de dezembro, após sair ilegalmente do país com o bebé, que sofria de hidrocefalia, uma doença grave que provoca uma deformação do cérebro e da cabeça.

 

Numa foto divulgada pelo ministério do Interior, o bebé aparecia sorridente, com a testa claramente deformada.

 

Os serviços sociais tinham «retirado à mulher a guarda da criança e foi por isso que ela o retirou de forma violenta do centro de acolhimento onde se encontrava», explicou o porta-voz.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

José Cid recupera três álbuns de rock progressivo de há 40 anos para concerto

23.01.14, Planeta Cultural

O músico José Cid vai interpretar, pela primeira vez ao vivo, o álbum «10.000 anos depois entre Vénus e Marte», de 1978, em abril, em Lisboa, mas o alinhamento incluirá também outros álbuns de rock progressivo que compôs.

 

O músico explicou à agência Lusa que, no concerto de 11 de abril, na Aula Magna, vai transpor aquele álbum, considerado internacionalmente um dos melhores de rock sinfónico e progressivo, mas os temas serão encurtados, por «não ter interesse musical».

 

Além de «10.000 anos depois entre Vénus e Marte», José Cid irá ainda interpretar o tema do álbum «Vida (Sons do quotidiano)», de 1977, e «Onde, Quando, Como, Porquê, Cantamos Pessoas Vivas», lançado em janeiro de 1975, marcado ainda pelos primeiros meses de liberdade, e creditado ao Quarteto 1111.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Presidente do Barcelona demite-se por causa do caso Neymar

23.01.14, Planeta Cultural

 

Uma diferença de 38 milhões de euros entre o valor declarado pelo Barcelona na contratação de Neymar (57 milhões) e um conjunto de pagamentos a representantes do jogador está na origem de processo na Justiça que levou Sandro Rosell a demitir-se da liderança do clube catalão.

 

Foi um sócio do próprio clube, Jordi Cases, quem decidiu interpor uma acção contra Rosell por apropriação indevida da verba em causa. O juiz Pablo Ruz tomou a decisão de aceitar que o caso seja avaliado em tribunal e o dirigente reagiu, comunicando ao elenco directivo que vai demitir-se para se defender das acusações. Ruz entende que pode ter existido uma "simulação contratual".

 

Foi o diário "El Mundo" que avançou com pormenores sobre o assunto na segunda-feira: em vez dos 57 milhões repartidos por Santos (17,1 milhões) e a Sociedade N&N da família do jogador (40 milhões), o Barcelona teria entregue outras verbas: 7,9 milhões (direitos de três jogadores); nove milhões por dois particulares com o Santos; 8,5 milhões de comissões para a família; 2,6 milhões de comissão para o pai e dez milhões de euros como prémio de assinatura. No total estariam em causa 95 milhões de euros, algo que transformaria o brasileiro no mais caro jogador de sempre, superando os 94 milhões pagos por Ronaldo pelo Real Madrid em 2009. 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui