Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Dow Jones atinge máximo histórico com especulação em torno da Fed

06.11.13, Planeta Cultural

As bolsas dos EUA fecharam a sessão com tendência positiva. O Dow Jones atingiu mesmo o valor mais elevado de sempre, numa altura em que os investidores estão a especular que a Reserva Federal (Fed) vai manter o programa de estímulos económicos.

 

O Dow Jones subiu 0,82% para 15.746,88 pontos, atingindo um novo máximo histórico, e o S&P500 avançou 0,43% para 1.770,49 pontos. Já o Nasdaq não conseguiu acompanhar a tendência e recuou 0,20% para 3.931,946 pontos.

 

“A Fed não tem pressa para retirar o apoio”, afirmou à Bloomberg Manish Singh, gestor da Crossbridge Capital, acrescentando que a autoridade só vai reduzir os estímulos à economia quando a taxa de desemprego descer e a inflação aumentar, o que não deverá acontecer para já.

 

A Bloomberg realça que dois membros técnicos da Fed defenderam, em relatórios separados, que a economia continua a precisar de estímulos. William English, responsável pela divisão dos Assuntos Monetários, defende mesmo que os estímulos só devem ser retirados quando a taxa de desemprego recuar para um nível inferior a 6,5%.

 

Em causa está o programa de compra de obrigações fixado em 85 mil milhões de dólares mensais. Antes de ter ocorrido a paralisação parcial do Governo federal dos EUA, provocada pelo impasse em torno do aumento do tecto da dívida, o mercado estava a acreditar que a Fed ia anunciar uma redução deste programa de estímulos. Contudo, os dados económicos divulgados desde então e a incerteza em torno do impacto que a paralisação teve na economia levaram a que a Fed adiasse esta decisão.

 

A condicionar as bolsas esteve ainda a apresentação de resultados feita por várias cotadas. 75% das 421 empresas do S&P500 que já apresentaram os resultados do terceiro trimestre reportaram números que superaram as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg.

 

A Time Warner subiu 0,20% para 120,21 dólares, a beneficiar do aumento dos lucros do trimestre. Excluindo itens extraordinários, os lucros da Time Warner aumentaram para 1,01 dólares por acção, quando os analistas previam 89 cêntimos.

 

Ainda no sector de media, a Fox recuou 0,32% para 33,76 dólares, precisamente depois de ter revelado que os resultados operacionais de operações continuadas caíram de 95 cêntimos de dólar por acção para 33 cêntimos, quando os analistas previam 35 cêntimos.

 

 


Para visitar a fonte da informação clique aqui