Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Wall Street marca novos máximos de fecho

15.07.13, Planeta Cultural

Os principais índices do outro lado do Atlântico encerraram em alta, pela oitava sessão consecutiva, animados pelos resultados trimestrais acima do esperado por parte do Citigroup.

 

O índice industrial Dow Jones encerrou a somar 0,13%, fixando-se nos 15.484,34 pontos, naquele que é o seu máximo de sempre num fecho de sessão. O máximo histórico é de 15.542,40 pontos.

 

Também o Standard & Poor’s 500 estabeleceu um novo recorde de fecho, ao avançar 0,1% para 1.682,58 pontos. Trata-se também da oitava valorização consecutiva e o índice não registava uma série de ganhos tão longa desde 4 de Janeiro passado.

 

Os anteriores máximos do S&P 500 num encerramento de sessão tinham sido fixados nas passadas quinta e sexta-feira. Antes disso, tinha sido marcado a 21 de Maio, nos 1.669,16 pontos.

 

O índice de referência mundial já anulou assim tudo aquilo que tinha perdido desde 21 de Maio, data em que Ben Bernanke aludiu à possibilidade de a Fed poder em breve começar a retirar os incentivos económicos no âmbito da terceira ronda de “flexibilização quantitativa” (QE3), que se tem traduzido na compra mensal de dívida no valor de 85 mil milhões de dólares.

 

Uma vez que Bernanke na semana passada semana mostrou um apoio mais declarado aos estímulos à economia, Wall Street tem estado a reagir em alta. Hoje as subidas foram menos expressivas, a aliviar um pouco da euforia, mas o movimento altista manteve-se.

 

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq terminou a jornada a valorizar 0,21% para 3.607,49 pontos.

 

O sector financeiro foi o que teve melhor desempenho na sessão de hoje, com os resultados acima do esperado por parte do Citigroup em destaque. Na sessão passada, tinham sido os lucros acima das estimativas dos analistas para o JPMorgan Chase e o Wells Fargo que contribuíram para a tendência.

 

Os bons resultados do Citi acabaram por compensar os dados decepcionantes relativos às vendas no retalho em Junho. O banco norte-americano fechou a sessão a ganhar 2%.

 

A ajudar na jornada de hoje esteve também o anúncio de que a actividade industrial na região de Nova Iorque cresceu este mês ao ritmo mais rápido dos últimos cinco meses.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Hubble descobre outra lua de Neptuno

15.07.13, Planeta Cultural

O telescópio espacial Hubble encontrou mais uma lua de Neptuno. A «S/2004 N 1» é a 14ª lua já descoberta e é a mais pequena das detectadas até agora.

 

Tem tem apenas 19 quilómetros de diâmetro e está a 105.250 quilómetros de distância de Neptuno. O corpo celeste tem uma órbita circular de 23 horas, estando situada entre as órbitas das luas «Larissa» e «Proteus».

 

Devido ao seu tamanho pequeno, a lua não foi detectada pela Voyager 2 em 1989, altura em que a sonda espacial observou o sistema de luas e anéis de Neptuno.

 

O oitavo planeta a contar do sol tem cerca de 17 vezes a massa da Terra e está a 4,8 mil milhões de quilómetros do nosso planeta.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Médias dos exames dos 6.º e 9.º anos de Português e Matemática desceram em relação a 2012

15.07.13, Planeta Cultural

As classificações médias dos exames da primeira chamada dos 6.º  e 9.º anos, em Português e Matemática, em alunos internos, desceram, entre "os 5  e 10 pontos percentuais", em relação às médias do ano letivo anterior.

 

Os dados divulgados pelo Ministério da Educação referem que as  "classificações evidenciam uma descida, em comparação com os resultados do ano  anterior, observando-se variações cuja amplitude se situa entre 5 e 10 pontos  percentuais".

 

Em Matemática do 9.º ano, a descida foi de cinco pontos  percentuais, "resultado igual ao observado em 2011, havendo uma descida de 5  pontos percentuais na classificação média da prova do 2.º ciclo (6.º ano)".

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Ourivesaria assaltada em S. Cosme, Gondomar, por trio armado e encapuzado

15.07.13, Planeta Cultural

Uma ourivesaria em S. Cosme, Gondomar, foi hoje assaltada por  três indivíduos armados e encapuzados, que em seguida se colocaram em fuga,  disse à Lusa fonte policial.

 

Segundo a mesma fonte, os indivíduos entraram no  estabelecimento cerca das 17:45 e levaram vários objetos, de valor ainda não  apurado.

 

Os três assaltantes, que ameaçaram usar arma de fogo,  colocaram-se em fuga numa viatura branca.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Banco de Portugal: "BCP fez tudo para esconder a titularidade das acções" em contas “offshore”

15.07.13, Planeta Cultural
A administração do BCP tardou em responder aos apelos do Banco de Portugal (BdP) sobre a titularidade das acções do banco que estavam nas contas de várias sociedades 'offshore', disse hoje em tribunal Carlos Lopes, 'legal adviser' do supervisor.
 

"O BCP fez tudo para esconder a titularidade das acções", afirmou a testemunha na última sessão, antes do início das férias judiciais, do julgamento que opõe o Ministério Público a quatro antigos administradores do BCP, entre os quais o fundador Jardim Gonçalves.

 

Segundo Carlos Lopes, apesar das várias tentativas feitas pelo Banco de Portugal, ainda em 2002, para apurar junto da gestão do BCP a titularidade das acções do banco que estavam nos veículos sedeados nas Ilhas Caimão, o banco demorou a enviar respostas sobre a matéria.

 

"Não foi prestada qualquer informação sobre as 17 sociedades 'Cayman'. E, sobre a titularidade das carteiras de acções próprias, o banco foi respondendo que não sabia, que ia saber e que informaria quando soubesse", revelou a testemunha.

 

"Acho estranho que o BCP não soubesse. Sobretudo, quando estão em causa instituições do próprio grupo. É expectável que uma instituição de crédito não demore três meses a descobrir esta informação", alegou.

 

E reforçou: "Acho excessivo que o BCP tenha demorado vários meses a entregar essa informação".

 

Carlos Lopes disse ao colectivo de juízes que, em 2002, "havia uma especial preocupação do Banco de Portugal com esta situação, que levou ao reforço extraordinário da supervisão", acrescentando que, na altura, foi mesmo determinado o "congelamento do saldo das acções próprias" do BCP pelo supervisor.

 

Segundo apurou a Lusa junto de fontes ligadas ao processo, devido às férias judiciais (que decorrem entre 16 de Julho e 31 de agosto), as sessões regulares deste julgamento só serão reatadas a 09 de Setembro, dia em que o Ministério Público fará as suas alegações.

 

Antes, por motivos processuais, haverá apenas uma sessão, a 29 de Julho, na qual deverá ser ouvido um dos quatro arguidos.

 

O Ministério Público acusa dois antigos presidentes do BCP, Jardim Gonçalves e Filipe Pinhal, e dois ex-administradores do banco, Christopher de Beck e António Rodrigues, dos crimes de manipulação de mercado e falsificação de documentos, estando a decorrer o julgamento nas Varas Criminais de Lisboa.

 

Segundo a acusação, os factos em causa foram praticados no período compreendido entre 1999 e 2007 e dizem respeito à utilização de veículos 'offshore', detidos pelo banco de modo a influenciar os valores de mercado e o 'rating' dos títulos BCP no mercado de valores.

 

Para o Ministério Público, ficou ainda provado que houve "falsificação da contabilidade do banco, com vista a ocultar as perdas resultantes para o banco, no valor aproximado de 600 milhões de euros" e que os administradores obtiveram "avultados prémios, calculados em função de resultados deliberadamente empolados, com um prejuízo para o banco de cerca de 24 milhões de euros".

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Presidente do Vasco da Gama confirma interesse em Helton

15.07.13, Planeta Cultural

Roberto Dinamite sabe que Helton quer continuar no FC Porto, ainda assim, continuar a sonhar com a contratação do guarda-redes brasileiro. Após a demissão de René Simões, ex-diretor executivo do Vasco da Gama, o líder do clube ficou encarregue de negociar diretamente as negociações.

 

«O Vasco da Gama tem interesse em trazer Helton. Por enquanto, é só interesse. Foi-me pedido que fosse um assunto reservado do clube – há coisas que posso falar, outras não. Helton interessaria, mas não existe nada», disse Dinamite em declarações reproduzidas pelo Globoesporte.

 

Helton, 35 anos, prepara-se para cumprir a nona temporada no FC Porto, a 12.ª em Portugal, onde chegou em 2002 proveniente do Vasco da Gama para jogar no UD Leiria. Os responsáveis do clube brasileiro tentaram, sem sucesso, resgatar o jogador na época passada e voltam à carga por um dos heróis que ajudou do emblema carioca a conquistar o título no ano 2000.

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui