Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

HP aposta no HAVEn para resolver desafios do Big Data

12.06.13, Planeta Cultural

Os dispositivos e os consumidores insaciáveis por informação estão a tornar difícil a tarefa de se conseguir extrair dados específicos de um conjunto maciço de informação.

 

A Hewlett-Packard apresentou o HAVEn, uma plataforma de análise de dados em larga escala para o mercado empresarial, que tem como principal tarefa conseguir refinar a informação em grupos de dados que possam ser mais facilmente analisados. Por consequência, as empresas podem aumentar os índices de produtividade e reduzir parte dos desperdícios registados.

 

 O HAVEn recolhe, armazena, gere, analisa e otimiza os dados consoante as necessidades dos clientes, que são bastante diversificados nas suas funções: retalho, serviços ou hardware.

 

 Uma das componentes que mais foi destacada do HAVEn durante a conferência em Las Vegas é a integração com o portfólio de aplicações próprias da HP que estendem as capacidades e funcionalidades da plataforma de análise. Com a Operations Analytics é feita uma recolha e análise dos dados em contexto, o que permite identificar um problema de forma mais rápida e solucioná-lo sem grandes prejuízos.

 

 Uma outra solução da tecnológica norte-americana é o Legacy Data Clean Up que consegue distinguir quais os dados que valem a pena guardar, a curto ou longo prazo, e quais os dados que podem ser eliminados libertando espaço nos servidores.

 

 O projeto HAVEn surgiu em resposta a um conjunto de dificuldades que têm sido encontradas no universo do Big Data e que passam pelo grande volume de dados que são produzidos – acabando por se tornarem “inpesquisáveis” -, pela cada vez maior capacidade de processamento de toda a informação e pelo aumento da criminalidade online. Neste último aspeto e segundo as contas da tecnológica norte-americana, só em 2012 os ciberataques a servidores foram responsáveis por perdas de quatro mil milhões de dólares.

 

 A nova solução da HP para o Big Data também surgiu como uma evolução necessária e provocada pela forma como o conceito de aplicações tem mudado ao longo dos últimos anos. Tal como Colin Mahony, gestor principal da HP Vertica, referiu: “uma pequena aplicação é no final um elemento com enormes consumos de dados e de transferência de informação”.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Galaxy S5 deve ter corpo de alumínio

12.06.13, Planeta Cultural

A Samsung mal lançou o Galaxy S4 (e suas variações, como a de hoje) e já pensa em como será o aparelho que substituirá seu melhor smartphone.

 

Informações passadas ao AndroidGeeks dão conta de que uma das principais novidades do S5 será seu design.

 

 As fontes sugerem que o próximo Galaxy entrará no programa chamado "Design 3.0", que colocará os principais dispositivos da Samsung em linha com o que vem sendo feito pela concorrência: deixar os aparelhos mais chiques.

 

 Para chegar a isso, os fabricantes adotam carcaças em vidro ou alumínio, e é justamente este material que a Samsung deve colocar no Galaxy S5. A estratégia é fazer com que os consumidores desconfiados com o plástico passem a olhar com bons olhos para o smartphone.

 

 Isso causará mudanças estruturais no aparelho, como o fato de que o usuário não conseguirá remover a bateria, pois ela estará incorporada ao corpo do Galaxy - assim como ocorre com o iPhone.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Seis de dez restaurantes de “fast-food” em Inglaterra

12.06.13, Planeta Cultural

O gelo de seis de dez restaurantes analisados no Reino Unido tem mais bactérias do que a água da sanita, segundo um artigo publicado pelo jornal sensacionalista Daily Mail. As empresas implicadas nesta investigação, entre as quais vários “franchisings” de “fast-food”, anunciaram já que vão rever os seus procedimentos de limpeza assim como a formação ao pessoal nesta área.

 

Os testes realizados demonstraram que o gelo do McDonalds, Burger King, KFC, Starbucks, Café Rouge e Nando – alguns dos dez restaurantes analisados – tinham mais bactérias do que as amostras de água retiradas das sanitas. Os cientistas atribuem esses resultados ao facto das casas de banho serem mais vezes limpas do que as máquinas de gelo.

 

Não há, no entanto, um “perigo imediato para a saúde pública”, apesar de quatro destes restaurantes terem uma quantidade suficiente de micróbios para serem consideradas um risco higiénico, segundo o laboratório que fez as análises. O mesmo diz que a as amostras analisadas revelam falta de higiene.

 

“É fácil esquecer que o gelo pode ter bactérias porque se acredita que é demasiado frio para os germes; mas esta crença está muito distante da realidade”, explicou ao jornal inglês a ex-directora do Laboratório britânico da Agência de Protecção da Saúde, Melody Greenwood.

 

 

 Para visitar a fonte da informação clique aqui  

Fotos de toureiro chocam associação

12.06.13, Planeta Cultural

Agente de João Moura Jr. desmente que o cavaleiro promova lutas entre animais

 

 

 

A Associação Animal acusa o cavaleiro tauromáquico João Moura Jr. de ser responsável pela promoção de lutas entre animais, ao colocar na sua página pessoal do Facebook a venda de cães e imagens dos animais a atacarem um bovino.

 

"As imagens não mentem e são bastante explícitas", garante a associação que vai denunciar o caso às autoridades. "Estas pessoas ganham a vida barbarizando bovinos e cavalos em touradas. Tudo faremos para que sejam expostos e devidamente punidos por este horror", adianta Rita Silva, presidente da Animal.


Contactado pelo CM, o agente do cavaleiro João Moura Jr. desmente a promoção de lutas de animais. "Os cães estão a ladrar para assustar a vaca. Não estão a morder porque se trata de gado manso que se assusta com o ladrar dos cães", explicou.

 

Segundo Abel Correia, o cavaleiro recorreu à rede social para vender os cães que se encontram na herdade de Vila Viçosa: "O João está a querer acabar com o gado na herdade e já não precisa de cães pastores e há quem queira adquiri-los. Não queremos polémica, mas não é o que a associação está a dizer."

 

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

VI Festival Internacional de Guitarra de Leiria

12.06.13, Planeta Cultural

O Festival Internacional de Guitarra é composto pelo Estágio de Orquestra e de Ensembles de Guitarra, dias 21 e 2 de junho, o VI Encontro de Ensembles de Guitarra, dia 22, a X Master Class de Guitarra, de 24 a 29 de junho, o X Concurso Internacional de Guitarra, dia 29, e o VI Concurso Nacional de Guitarra de Leiria, dia 30.

 

 «Este encontro que tem ganho muita visibilidade junto dos músicos, serve para verdadeiramente festejar a guitarra, o ensino da guitarra, a aprendizagem e o convívio».

 

A edição deste ano conta com nomes de peso da guitarra: o guitarrista italiano Cláudio Marcotulli será o presidente do júri do Concurso Internacional de Guitarra, e professor na Master Class, e o espanhol Jaime Velasco Ayensa, também jurado do Concurso Internacional e professor na Master Class; além de nomes reconhecidos no panorama nacional, como José Mesquita Lopes e Ricardo Pereira.