Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

James e Moutinho voltaram ao FC Porto!

04.06.13, Planeta Cultural

 

Li por aí algures que James e Moutinho já se encontram no Porto para continuarem a representar os Dragões na próxima época e que tudo isto, deve-se ao facto de existir a falta do pagamento por parte do Mónaco que voltou costas ao negócio.

 

Depois de estar mais do que confirmado que o Mónaco está cheio de "xelim", para gastar em compras de jogadores, de repente.....

 

Ora bem, será que ainda existe alguém que acredita nestas coisas?

 

Não....não acredito..!

 

 

 

Papa abre caminho para beatificação de bispo português

04.06.13, Planeta Cultural

Decreto reconhece “virtudes heróicas” de D. João de Oliveira Matos, auxiliar da diocese da Guarda. 

 

O Papa aprovou hoje a publicação do decreto que reconhece as “virtudes heróicas” de D. João de Oliveira Matos (1879-1962), bispo auxiliar da Guarda, que recebe assim o título de “venerável”.


Esta é uma fase do processo que leva à proclamação de um fiel católico como beato, penúltima etapa para a declaração da santidade.


O postulador da causa de canonização, monsenhor Arnaldo Pinto Cardoso, declarou à Agência Ecclesia que este é um momento “muito importante”, de “reconhecimento” por todo o trabalho realizado na diocese durante este processo.


“A impressão que recolhi é que ele semeou o Evangelho e deixou um cunho tal que a Diocese Guarda foi, durante décadas, um alfobre de vocações sacerdotais e religiosas. Através da imprensa, de visitas pastorais, da Liga dos Servos de Jesus, foi realmente uma figura carismática num período difícil, a seguir à I República”, recorda.


D. João de Oliveira Matos foi bispo auxiliar da Guarda entre Dezembro de 1922 e 29 de Agosto de 1962, dia da sua morte.


D. António Moiteiro Ramos, actualmente bispo auxiliar de Braga e vice-postulador da causa de canonização, disse à Agência Ecclesia que este momento é “uma graça muito grande”, reconhecendo em D. João de Oliveira Matos alguém que se comprometeu em particular na “formação dos leigos”.


"A figura deste homem é a de um verdadeiro pastor, dedicado totalmente ao Povo de Deus", sublinha, destacando o seu trabalho na "renovação do tecido eclesial".


O que é Liga dos Servos de Jesus? D. João de Oliveira Matos fundou a Liga dos Servos de Jesus, uma instituição que renovou a diocese da Guarda, através da formação de milhares de leigos. D. António Moiteiro Ramos, vice-postulador da causa da canonização, explica melhor o que é esta Liga, que foi a grande marca deixada pelo antigo bispo auxiliar da Guarda.


“A Liga dos Servos de Jesus foi uma associação de leigos que ele fundou em 11 de Fevereiro de 1924”, começa por explicar o vice-postulador da causa da canonização.


A Liga, continua D. António Moiteiro Ramos, tinha “como finalidade juntar os leigos” da diocese, porque D. João de Oliveira Matos “pensava que era necessário associá-los para lhes dar formação, quer pastoral quer espiritual e também para os fazer colaboradores mais directos do pároco”.


D. António Moiteiro Ramos diz ainda à Renascença que “nos primeiros 25 anos, a Liga fez mais de mil retiros, por onde passaram cerca de 25 mil pessoas”.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Zeinal Bava quer "projecto global" entre Oi e Portugal Telecom

04.06.13, Planeta Cultural
 
Novo CEO da brasileira Oi define como objectivo a cristalização de sinergias entre a empresa brasileira e a Portugal Telecom, criando um “player” luso-brasileiro com projecção global.
 

Zeinal Bava disse esta tarde que vai continuar focado "nos projectos estratégicos, de inovação e nos workstreams conjuntos Oi/PT, de forma a cristalizar o valor das sinergias” para “garantirmos que atingimos os objectivos definidos no âmbito da parceria estratégica".

 

A declaração de Zeinal Bava, à Reuters, surge depois do gestor ter sido nomeado CEO da Oi, mantendo a liderança executiva da PT Portugal, a empresa que controla as marcas principais da PT no país.

 

"A PT celebrou uma parceria estratégica com a Oi, que definiu como objectivo o desenvolvimento de um projecto luso-brasileiro de telecomunicações de projecção global", salientou Zeinal Bava.

 

Esta nomeação de Bava pode ser entendida pelo mercado com uma maior aproximação entre as duas empresas de telecomunicações, que já são accionistas uma da outra. O que se reflectiu nas acções de ambas as empresas, que negociaram em forte alta na bolsa depois de divulgada a notícia.

 

Também o “chairman” e novo CEO do grupo PT, Henrique Granadeiro, disse à Reuters que o grupo quer acelerar o difícil 'turnaround' da subsidiária brasileira e captar cruciais sinergias entre as duas empresas.

 

"Desde 2010 que a PT, em parceria com os seus sócios AG e LF, participa activamente na Oi, em particular no Comité de Engenharia e Tecnologia ao qual presido, temos vindo a trabalhar em mais de 140 iniciativas em 15 áreas da empresa, partilhando experiências, definindo estratégias e tirando partido das sinergias entre as duas empresas", lembrou Zeinal Bava.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui