Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Sete Lágrimas e Adufeiras de Monsanto trazem contrastes ao Festival Música em Leiria

31.05.13, Planeta Cultural

Península Diáspora, dia 2 de Junho, domingo, às 21h30, no Mosteiro da Batalha

 

Os contrastes da música popular e da música erudita tomam o palco do Festival Música em Leiria no próximo dia 2, domingo. O FML serve no palco histórico do Mosteiro de Santa Maria da Vitória dois grupos portugueses, Sete Lágrimas e as Adufeiras de Monsanto, para um concerto diferente e único que ilustra fortemente os binómios que regem a programação da 31.ª edição do Festival – rural/urbano e tradição/contemporaneidade.

 

O Sete Lágrimas, sob direção artística de Filipe Faria e Sérgio Peixoto, e as Adufeiras de Monsanto – A aldeia mais Portuguesa de Portugal trazem ao FML a “Península Diáspora”. «Com a originalidade do diálogo entre a música antiga e a contemporânea, este concerto explora a fronteira entre o erudito e a tradição, e pinta um diálogo que vai ser difícil de ignorar. É um concerto conservador e espiritual, em que se destacam influências de todas as partes do mundo», descreve Miguel Sobral Cid, director artístico do FML. Com flauta de bisél, contrabaixo, oboé e guitarra barrocos, o grupo Sete Lágrimas «fez uma brilhante absorção de influências de todos os cantos do mundo e também da diáspora, da dispersão de culturas», e cruza-se com as Adufeiras de Monsanto «fazendo a ponte com a ruralidade, que no caso deste último grupo, segue a genuína tradição musical».

 

“Sete Lágrimas” tem uma intensa atividade concertista reconhecida aqui e lá fora. Inovador, o grupo procura a cada concerto ver o passado numa perfeita união com o presente, aliando a magia da voz, da flauta de bisél, do oboé barroco, do alaúde, da vihuela, da tiorba, da guitarra barroca, do contrabaixo e da percussão histórica. Em 2007 estreia-se na discografia com a edição de um disco dedicado à música antiga europeia e tem vindo desde aí a recolher as melhores críticas. Os álbuns Diáspora - “Diaspora.pt”, “Terra” e “Península” - atingiram o primeiro lugar do top de vendas das lojas FNAC.

 

“As Adufeiras de Monsanto”, grupo de raízes populares, procura através dos seus trajes, cantares e instrumentos típicos, preservar e divulgar o património tradicional de Monsanto, garantindo a proteção do adufe - instrumento de origem árabe que faz pontes entre a ruralidade da música e da genuína tradição musical. O seu caminho pauta-se pelo sucesso e inúmeras atuações por todo o país e no estrangeiro. Em 2010 lançou o CD “Monsanto, Memória e Tradição”, com 37 temas da Etnografia Monsantina.

 

Convidamos os senhores jornalistas a assistir ao concerto “Península Diáspora”, no domingo, 2 de Junho, às 21h30 no Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, no âmbito do 31.º Festival Música em Leiria.