Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Real sofre e CR7 bate recordes

09.04.13, Planeta Cultural

O Real Madrid acabou por perder em casa do Galatasaray, passou por dificuldades, valendo-lhe uma vez mais o craque português.

 

O Real Madrid perdeu, por 3-2, em casa do Galatasaray. Marcou primeiro, logo aos oito minutos, mas a verdade é que o jogo entrou nos descontos com os merengues a perderem por 3-1 no inferno de Istambul.

 

O que valeu à equipa de José Mourinho foi o herói habitual: Cristiano Ronaldo. O craque português marcou os dois golos (8' e 90'+2') e juntou mais parcelas à sua lista de grandes feitos. É que ao bisar na capital turca, CR7 passou a totalizar 11 golos na corrente edição da Champions, sendo que o recorde anterior era de 10...

 

Mais números de Cristiano Ronaldo:

51 golos esta época (48 no Real Madrid e três pela seleção de Portugal)

48 golos na Liga dos Campeões, passando a ser o quinto melhor marcador da prova, a par de Shevchenko.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui


Bolsas dos EUA perto de máximos animadas por perspectivas de resultados

09.04.13, Planeta Cultural

Os principais índices bolsistas americanos fecharam em alta, a beneficiar da expectativa em torno dos resultados das empresas americanas. As bolsas aproximam-se novamente de máximos.


O Dow Jones subiu 0,41% para 14.673,46 pontos, o Nasdaq cresceu 0,48% para 3.237,85 pontos e o S&P500 avançou 0,4% % para 1.568,56 pontos.

A contribuir para este entusiasmo está a expectativa em torno dos resultados das cotadas, cujo arranque foi dado ontem pela Alcoa, bem como a valorização das empresas que actuam na área de matérias-primas, a beneficiar de um relatório que mostra um abrandamento da inflação na China.

As acções da Cliffs Natural Resources, a maior mineira de minério de ferro dos EUA, dispararam 8,83% para 20,45 dólares, e a Freeport-McMoran Copper & Gold subiu 4,13% para 4,13 dólares.

Já a Alcoa recuou manteve-se inalterada face a ontem, encerrando a valer 8,39 dólares, , depois de ter apresentado na segunda-feira à noite os resultados do primeiro trimestre do ano. Apesar de a empresa ter reportado lucros acima do esperado pelos analistas consultados pela Bloomberg – 11 cêntimos por acção contra 8 cêntimos – revelou uma evolução das receitas que ficou aquém do previsto. A contribuir para este comportamento do volume de negócios esteve, segundo a empresa, a queda dos preços dos metais e a redução de fundição em Espanha e Itália, de acordo com a Bloomberg.

A Alcoa iniciou a época de apresentação de resultados do primeiro trimestre do ano. Os analistas consultados pela Bloomberg antecipam uma queda de 1,8% dos resultados trimestrais das cotadas do S&P500.

Os investidores aguardam com alguma expectativa a apresentação dos resultados do primeiro trimestre do ano.

“Os EUA permanecem como um porto de abrigo mundial”, afirmou à Bloomberg Lex van Dam, gestor na Hampstead Capital. O país “continua a atrair investimento estrangeiro” que “não está a ser atraído apenas pelos resultados relativamente bons, mas também pelo fortalecimento do dólar americano”, acrescentou.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Descoberto primeiro factor genético para prognóstico do cancro da próstata

09.04.13, Planeta Cultural

Investigadores espanhóis e britânicos descobriram o primeiro fator genético para o prognóstico do cancro da próstata e revelaram que os doentes com este tumor e mutações herdadas no gene BRCA2 têm pior prognóstico e uma menor sobrevivência.


No estudo, publicado na edição digital da revista Journal of Clinical Oncology, participaram do lado espanhol cientistas do Centro Nacional de Investigações Oncológicas (CNIO), segundo a agência noticiosa espanhola EFE.


À procura de indicadores genéticos que dessem pistas sobre a evolução da doença, os investigadores examinaram 61 doentes com cancro da próstata e portadores de mutações no gene BRCA2 – gene ligado à supressão de tumores que protege o ADN – e 18 com mutações no gene BRCA1 – com função semelhante ao anterior.


Foram igualmente examinados 1.940 doentes sem mutações naqueles dois genes, informou num comunicado o CNIO, adiantando que o estudo é o maior realizado até hoje com doentes de cancro da próstata e mutações nos referidos genes.


A investigação mostrou que os portadores de mutações num ou noutro gene tinham mais probabilidades de apresentar um cancro da próstata avançado no momento do diagnóstico, assim como de desenvolver metástases.


Elena Castro, uma das autoras do artigo científico, constatou que os dados indicam que o gene BRCA2 é o primeiro fator genético para o prognóstico do cancro da próstata.


Em relação ao gene BRCA1 o número de pacientes da amostra foi considerado insuficiente para tirar conclusões.


A descoberta do papel da mutação no BCRA2 permite fazer um prognóstico mais adequado, disse Elena Castro à EFE.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui

Deficientes e veículos eléctricos deixam de pagar estacionamento em Lisboa

09.04.13, Planeta Cultural

Os deficientes e os condutores de veículos elétricos vão passar a ter estacionamento gratuito na cidade de Lisboa, disse hoje o vereador da Mobilidade na câmara municipal, Fernando Nunes da Silva.


“Vamos tornar gratuito o estacionamento para todas as pessoas portadoras de deficiência. Creio que é uma medida importante do ponto de vista social. Não faz sentido essas pessoas ainda terem de se dirigir a um parquímetro e voltar ao carro”, defendeu o vereador.


Numa proposta para o novo regulamento geral de estacionamento e paragem na via pública, que será debatido na reunião de câmara de quarta-feira, Nunes da Silva propõe ainda a criação de três novos dísticos, um dos quais para residentes temporários.


O objetivo é permitir que esses residentes temporários, nomeadamente estudantes, professores ou profissionais temporários, possam ter condições de estacionamento idênticas aos residentes permanentes em Lisboa.


“Vamos ainda introduzir mais dois dísticos: o dístico verde para veículos 100% elétricos, que também não pagam estacionamento, e o dístico de mobilidade para os veículos de frota de ‘carsharing’ que não são elétricos. Esses pagam, através da empresa, uma tarifa mensal e o utilizador não paga nada”, explicou o vereador.


Outra novidade do novo regulamento prende-se com a expansão da EMEL – Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa, que só poderá fazer-se a pedido de uma junta de freguesia ou com o acordo de uma junta de freguesia.


A câmara, de maioria socialista, vai ainda criar um bilhete diário de dois ou três euros, conforme se esteja numa zona de estacionamento amarela ou verde, que permite estacionar o dia inteiro por aquele valor.


“São em zonas periféricas, ligadas ao transporte coletivo e é um incentivo para virem de transportes para a cidade”, disse Nunes da Silva.
Quanto aos mais de 10 mil lugares de estacionamento reservados na via pública, o vereador disse que se vão manter os das embaixadas e de deficientes, mas todos os outros (como jornais e instituições) passam a ser pagos.


O vereador sublinhou que o novo regulamento vai permitir também uma “simplificação no relacionamento dos cidadãos com a EMEL”, que, se quiserem, vão conseguir fazer tudo através da Internet.


A câmara vai regular também a gestão dos parques de estacionamento, que passa a ser comum para todos.


“Passam a ter um regulamento único porque agora cada parque tem um regulamento próprio. As normas passam a aplicar-se a todos, independentemente de serem explorados pela EMEL ou por privados”, afirmou.


Nunes da Silva disse ainda que a câmara define no novo regulamento o regime tarifário que tem de ser respeitado quer pelos parques públicos, quer por parques públicos que estejam a ser explorados por privados.

 

 

Para visitar a fonte da informação clique aqui