Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Cinco atrasos na renda podem levar a despejo

22.12.11, Planeta Cultural

Cinco rendas em atraso seguidas ou não, no espaço de um ano, podem levar ao despejo dos inquilinos. Esta é uma das alterações previstas no Novo Regime de Arrendamento Urbano, que vai ser anunciado pelo Governo na próxima semana.

Vai acabar a regra que permite transferir as rendas condicionadas para familiares directos, avança o jornal “i”.

A nova lei de arrendamento, uma das imposições da “troika”, vai ainda permitir aos proprietários fazerem propostas de revisão dos valores das rendas anteriores a 1990.

 

Leia mais na RR

Português Pedro Gadanho nomeado curador do MoMA de Nova Iorque

22.12.11, Planeta Cultural

O arquiteto português Pedro Gadanho será curador do Departamento de Arquitetura e Design do Museum of Modern Art (MoMA) de Nova Iorque, a partir de janeiro, anunciou hoje a instituição cultural norte-americana.

 

Como curador de arquitetura contemporânea, refere o MoMA em comunicado, Pedro Gadanho terá responsabilidades sobre a coleção do Museu neste campo e a supervisão de programas como o de jovens arquitetos norte-americanos e internacionais e a organização de exposições da série «Assuntos da Arquitetura Contemporânea».

 

Outras responsabilidades incluem o desenvolvimento de «exposições de maior envergadura de arquitetura contemporânea, incluindo exposições que explorem as relações entre a arquitetura e outras práticas artísticas contemporâneas», referiu ainda a nota divulgada pelo MoMA.


(Para visitar a fonte da informação, clique aqui)

Filme sobre António Variações recebe luz verde para avançar

22.12.11, Planeta Cultural

O filme sobre António Variações vai começar a ser rodado no próximo ano.

A TimeOut revela que «terminou há dias o processo judicial que opunha o realizador João Maia à produtora Utopia Filmes». O filme vai chamar-se justamente «Variações» e será realizado por João Maia, também autor do argumento.

O realizador aposta num «musical realista», em que a música possa ser enquadrada pela acção. «É uma biografia ficcionada, os elementos da vida de Variações estão lá, mas nem tudo o que aparece se passou de facto», contou à revista.

A história centra-se sobretudo na vida de Variações antes dos discos e da fama e começa com a última viagem que o artista fez a Nova Iorque, onde terá sido infectado com o vírus da sida, que lhe causaria a morte. «E acaba 15 dias antes da morte, com ele numa casa de banho de hospital, ainda a cantar canções para um gravador», antecipa o realizador.

Sérgio Praia fará de Variações, depois de Nuno Lopes ter chegado a ser uma das hipóteses. O actor canta com a própria voz as mesmas canções que Variações gravou em cassetes, antes de editar dois álbuns.

 

 

Se assim o desejar, visite aqui a fonte da informação