Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Japonês espera há 42 anos para ser morto

10.10.11, Planeta Cultural

O japonês Hakamada Iwao, condenado em 1968 à pena de morte pelo assassinato do patrão, da mulher do patrão e de dois dos filhos, espera até ao momento que a sentença seja cumprida. No total são 42 anos de espera.

 

Hakamada Iwao foi acusado, em 1966, de matar o chefe da fábrica onde trabalhava, a esposa e dois dos filhos, em Shimizu, no Japão. A família foi apunhalada e a casa incendiada. Embora, num primeiro interrogatório, sem a presença de um advogado, tenha confessado o crime, durante o julgamento negou ser o autor dos assassinatos e assegurou que a polícia o havia batido até que se declarasse culpado.

Em 1968, o ex-lutador de boxe acabou por ser condenado à pena de morte, que até ao momento ainda não foi executada. Iwao é agora o prisioneiro mais antigo à espera do final no corredor da morte.

 

Sony Pictures planeia filme sobre Steve Jobs

10.10.11, Planeta Cultural

Os estúdios Sony Pictures pretendem adaptar para cinema a vida do empresário Steve Jobs, falecido na semana passada, e estão a um passo de adquirir os direitos da biografia que sairá no final deste mês, noticiou a revista Variety.


A publicação refere que o produtor Mark Gordon, responsável por filmes como «O resgate do soldado Ryan» e «Perigo em alta velocidade», quer avançar com um filme biográfico sobre o co-fundador da Apple.

 

A confirmar-se a compra dos direitos de autor da biografia, será a primeira vez que a história de Steve Jobs chega aos cinemas, juntando-se ao documentário «Parents of Silicon Valley» feito nos anos 1990 para televisão.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Queen: Lady Gaga fará esquecer Freedy Mercury?

10.10.11, Planeta Cultural

 

Após ler o que consta neste Post/, fiquei um pouco apreensivo, ou seja:

 

Pelo que diz  o guitarrista da banda, Brian May, os Queen fizeram convite a Lady Gaga para que a mesma venha ocupar o lugar que outrora foi de Freedy Mercury, o que para mim, derivado à maneira de estar da cantora em palco até não me desagrada e até acredito que caso a união se concretize, a banda vai voltar ao sucesso, só que:

 

Como disse ao princípio, estou um pouco apreensivo, pois como Freedy Mercury substituiu o nome do grupo denominado até ali de Smile, para começar a ser chamado de Queen, nome que os restantes membros concordaram (e ainda bem!), não irá o novo (nova) membro do grupo também querer deixar a sua marca e altere também o nome da banda que todos nós interiorizamos?

 

Beyoncé acusada de plágio

10.10.11, Planeta Cultural

 

 

A acusação parte de uma coreógrafa belga, Anne Teresa De Keersmaeker, que aponta o dedo a Beyoncé, alegando que esta plagiou os passos de coreografias suas para o videoclipe da música ‘Countdown’. A notícia é hoje avança pelo site AceShowbiz.com.

 

A diva estreou o video deste novo single nos Estados Unidos na quinta-feira passada, e a coreógrafa mostrou-se publicamente ofendida quando reparou que havia sequências de dança pertencentes a produções suas.

 

Em declarações a um blogue alemão, Anne afirmou: «desconhecia esta situação, não estou zangada. Mas, isto é plágio. É um roubo…Copiaram partes das coreografias dos bailados ‘Achterland’ e ‘Rosas danst Rosas’. É arrogante. E o que é ainda mais arrogante é nem sequer esconderem a situação. Pensam que o podem fazer porque é um trabalho meu conhecido. Se me sinto honrada? Já vi miúdos na escola a fazerem estas coreografias, e muito melhor».

 

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Belmiro de Azevedo: "O dinheiro não chegando às empresas seca-as"

10.10.11, Planeta Cultural

O chairman da Sonae, Belmiro de Azevedo, mostrou-se hoje preocupado com a falta de financiamento às empresas e as consequências que daí resultam.

 

“O mundo em que vivemos significa uma coisa muito simples, é preciso investir. O dinheiro não chegando às empresas seca-as”, disse o empresário à margem do FINOV 2011, evento da Sonae que premeia os melhores projectos de inovação do grupo.

Ainda hoje, foram divulgados os dados preliminares do Banco de Portugal que revelam que a banca voltou a reduzir o financiamento à economia, devido à actual conjuntura em que o risco das empresas é maior e em que a própria banca tem dificuldades em se financiar.

No total, os bancos financiaram em 4,26 mil milhões de euros empresas e famílias, no mês de Agosto. Este valor corresponde a uma quebra de 12,59% quando comparado com o mês anterior e de 20,95% quando analisado o mesmo período do ano passado, revelam os dados preliminares hoje disponibilizados pelo Banco de Portugal.

Entre as empresas, nos empréstimos de menor dimensão (até um milhão de euros), a queda homóloga foi de 10,38% para um total de 1,69 mil milhões de euros. Já as operações acima de um milhão de euros registaram uma descida de 12% em termos homólogos.

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui