Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

NASA apresenta foguetão que pode levar o Homem a Marte

14.09.11, Planeta Cultural

A NASA apresentou um novo sistema de lançamento que, no futuro, irá permitir a realização de voos tripulados a Marte. O anúncio foi feito, esta quarta-feira, pelo director da organização, Charles Bolden.

 

 

O "Space Lauch System" (SLS) foi concebido para facilitar o alcance de novos destinos no espaço e será utilizado como reserva para as naves de transporte comercial que irão efectuar viagens à "International Space Station" (ISS). Isto significa que o sistema de lançamento estará apto ao transporte de astronautas, abastecimentos e material de carga para o espaço.

Revelações inéditas de Jackie Kennedy

14.09.11, Planeta Cultural

Oito horas de entrevistas gravadas por Jacqueline Kennedy meses depois do assassinato de John F. Kennedy foram divulgadas, esta quarta-feira, pela primeira vez, num livro com revelações surpreendentes sobre líderes políticos como Martin Luther King e Indira Ghandi.

 

"O Jack disse-me uma vez: "Ó, meu Deus, imagina o que aconteceria ao nosso país se o Lyndon fosse presidente!" - revelou a viúva do antigo presidente dos Estados Unidos da América, assassinado em 1963, referindo-se ao então vice-presidente dos EUA, Lyndon Johnson. O receio de JFK acabaria por concretizar-se logo após a sua morte, por assassinato, em 1963, em Dallas.

Estas e outras confissões foram gravadas, ao longo de oito horas, por Jackie Kennedy, meses após o homicídio de JFK. A primeira dama aceitou fazer aquelas revelações sob a condição de que só seriam divulgadas muito depois da sua morte, em 1994. As entrevistas aconteceram em sua casa, com Arthur Schlesinger, assessor da Casa Branca, historiador e amigo pessoal de JFK.

Segundo o livro "Jacqueline Kennedy: Historic conversations on life with John F. Kennedy", publicado esta quarta-feira, a primeira dama revelou que o marido não confiava no seu vice-presidente, nem sequer lhe reconhecia competência.

A escolha de Lyndon Johnson para a segunda figura mais importante do Governo norte-americano foi algo que JFK teve que aceitar por motivos de ordem política. Segundo as cassetes agora reveladas, era necessária a presença de um político do Sul do país na Casa Branca.

Martin Luther King, "um homem terrível"

O célebre defensor dos Direitos Humanos Martin Luther King é também um dos visados no livro. "Um homem terrível", disse Jackie Kennedy, citando o seu cunhado, Robert Kennedy.