Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Dedo anelar grande pode indicar alta libido

06.09.11, Planeta Cultural

Mulheres, o tamanho importa, sim, mas o do dedo anelar do parceiro. O comprimento do quarto dedo do homem tem sido associado à sua libido e, de acordo com uma pesquisa da Universidade da Flórida, dos Estados Unidos, a chance de ser longo aumenta quanto maior for a exposição do bebê no útero ao hormônio masculino testosterona, relacionado ao impulso sexual.

 

Os biólogos Martin Cohn e Zhengui Zheng analisaram ratas grávidas de uma espécie que conta com relação de comprimento dos dedos semelhante à dos seres humanos, e controlaram os genes que interferem nos níveis de testosterona e do hormônio feminino estrogênio.

 

O estudo demonstrou que maiores taxas de testosterona afetaram o tamanho do anelar das patas traseiras dos animais, que são como a mão esquerda humana, devido aos receptores de hormônios sexuais. Em comparação, os exemplares expostos a mais estrogênio tinham anelares mais curtos e quase todos os representantes do sexo masculino apresentaram defeitos genitais.

 

A análise explica porque os quartos dedos masculinos geralmente são maiores que os indicadores e, os femininos, não. Vale acrescentar que o comprimento do dedo anelar foi previamente ligado à contagem de espermatozoides, comportamento agressivo, orientação sexual e proezas esportivas.

 

Os dados são do jornal Daily Mail desta terça-feira (6).

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Amamentar não previne doenças alérgicas, indica estudo

06.09.11, Planeta Cultural

De um modo geral, acredita-se que o leite materno reduz os riscos das crianças desenvolverem eczemas (doença que atinge a pele) ou outras doenças alérgicas. Contudo, um novo estudo concluiu que não há evidências para essa crença.

 

Pesquisadores do Reino Unido coletaram dados de mais de 50 mil crianças de 21 países, com idades entre oito e 12 anos. Usando exames da pele das crianças, históricos médicos familiares e questionários sobre antigos sintomas, eles avaliaram a prevalência e a severidade do eczema. As crianças também realizaram testes cutâneos de leitura imediata para os alergênios mais comuns.

 

Mesmo entre as crianças que haviam sido amamentadas durante seis meses ou mais, não havia evidências de que amamentação tinha evitado ou reduzido a severidade do eczema. Os resultados foram os mesmos para as crianças cujas mães tinham histórico de alergia e para as crianças cujo resultado do teste cutâneo foi positivo.

 

Nos países mais ricos, a amamentação foi associada a um pequeno aumento do risco de eczema. Os pesquisadores suspeitam que isso tenha ocorrido porque a mãe, ao observar uma reação alérgica no bebê, tentou amamentá-lo durante mais tempo, e não porque amamentação causou a alergia.

 

"Não estamos questionando os benefícios da amamentação", afirma Carsten Flohr, principal autora do estudo e professora universitária da Kings College de Londres. "Porém, quando o assunto é prevenção do eczema, a amamentação ou sua versão prolongada parecem não proteger o bebê".

O estudo está apresentado on-line, na revista "The British Journal of Dermatology".

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Mulher mata quatro filhos e tenta se suicidar na República Tcheca

06.09.11, Planeta Cultural

Uma mulher foi acusada nesta terça-feira, na República Tcheca, de assassinar seus quatro filhos, que tinham entre dois meses e dez anos de idade.

A imprensa local informou que os crimes foram cometidos na última sexta-feira, na cidade de Siroky Dul, e que a polícia foi chamada pelo pai do bebê e atual marido da suspeita. Ele disse ter encontrado sua mulher ferida e uma das crianças ensanguentada ao chegar em casa.

Quando os policiais chegaram à residência da família, encontraram os corpos das quatro crianças. A mãe, que havia tentado suicídio, foi levada para um hospital. As vítimas são dois meninos e duas meninas, cujos corpos tinham ferimentos provocados por arma branca e sinais de estrangulamento.

Um vizinho da família, Josef Mladek, afirmou nesta terça-feira à agência Efe que o pai de uma das crianças e ex-marido da acusada deixou recentemente a prisão e pediu à mulher a guarda do filho.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui