Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Maurício Assumpção: 'Loco é o jogador mais inteligente do mundo'

10.08.11, Planeta Cultural

"Botafogo e Loco Abreu formaram um casamento que deu certo desde o início", disse o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, durante um simpósio esportivo realizado na cidade de Campos, no Norte Flumnense. O atacante está mais forte do que nunca no clube brasileiro que o acolheu.

"Quando ele chegou ao clube, teve uma recepção fantástica. Ele recuperou a tradição do número 13, que não tínhamos como numeração fixa. Lembrei do Zagallo e passei tudo para o marketing, que fez aquele evento inesquecível para o torcedor alvinegro", observou Assumpção.

O presidente do Botafogo destacou ainda a inteligência de Loco Abreu, dentro e fora de campo. "De louco ele não tem nada. É um dos mais inteligentes jogadores do futebol atual. Com ele, vamos lançar um livro, um boneco e vídeos", acrescentou Maurício Assumpção, para depois brincar: "Só não lançaremos aquela sunguinha da Copa América".

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Planta carnívora é flagrada comendo pássaro na Grã-Bretanha

10.08.11, Planeta Cultural

Uma planta carnívora foi flagrada comendo um pássaro em um viveiro em Somerset, no sudoeste da Inglaterra.

Nigel Hewitt-Cooper, responsável pelo viveiro, estava inspecionando o jardim tropical quando descobriu que uma de suas plantas carnívoras havia aprisionado um pássaro.

 

Acredita-se que esta seja segunda vez que se registrou uma planta carnívora comendo um pássaro em qualquer parte do mundo.

A outra ocasião em que tal fenômeno teria sido registrado foi na Alemanha há alguns anos, contou Hewitt-Cooper.

"Eu tenho um amigo que estudou essas plantas a fundo e ele nunca encontrou evidências de nenhum deles ter capturado as aves", disse.

''As maiores frequentemente pegam sapos, lagartos e camundongos e as maiores de todas já foram vistas com ratos dentro delas, mas encontrar um pássaro dentro de uma delas é bastante incomum'', afirmou.

A planta carnívora do viveiro de Somerset é natural do Sudeste Asiático. Ela atrai insetos e os aprisiona por meio de uma poça de líquido que usa, em seguida, para digerir suas presas.

Cooper-Hewitt disse acreditar que a ave tenha sido atraída por insetos presos pela planta.

''Ela deve ter se inclinado para puxar um inseto que estava flutuando dentro do líquido da plant, escorregou e não conseguiu mais sair.''

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Uma em cada três meninas tanzanianas sofre abuso sexual, diz ONU

10.08.11, Planeta Cultural

Cerca de um terço das meninas da Tanzânia passam por alguma experiência de violência sexual antes de completar 18 anos, segundo uma pesquisa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

 

A pesquisa afirma ainda que entre meninos, 13,4% sofreram violência sexual.

 

A forma mais comum de abuso é o toque de forma sexual (no qual a criança é agarrada, tocada ou acariciada de forma inapropriada ou beliscada) seguido de tentativa de manter relação sexual.

Andy Brooks, do Unicef, disse à BBC que a pesquisa, realizada em uma parceria entre o fundo da ONU e o governo da Tanzânia, é uma das mais amplas a respeito do assunto e mostrou que o governo do país está pronto para enfrentar o problema.

"A Tanzânia é o primeiro país que teve a coragem de expor o alcance real do abuso de meninos e meninas", afirmou.

Denúncia

A pesquisa também descobriu que entre aqueles que tiveram relações sexuais antes dos 18 anos, 29,1% das mulheres e 17,5% dos homens relataram que foram obrigados a ter a primeira relação.

Segundo o Unicef, isto significa que eles foram forçados ou coagidos a manter a relação sexual.

O ministro da Educação da Tanzânia, Shukuru Kawambawa, disse que o governo está decidido a acabar com o abuso sexual no país.

O ministro afirma que serão estabelecidos mecanismos de denúncia para as vítimas de abuso e o governo vai pedir que professores cuidem de crianças mais vulneráveis.

Segundo Andy Brooks, pesquisas parecidas serão feitas no Quênia, Ruanda, Malauí, Zimbábue e África do Sul.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Encontrou um dente no hambúrguer

10.08.11, Planeta Cultural

Deve ser mesmo desagradável estar-mos cheios de fome e não termos nada para comer, mas mais  incómodo é quando compramos um hambúrguer e nos engasgamos com um dente que se encontra perdido no interior de algo que no ia "matar" a fome!

 

De acordo com jornal Ouest France, foi o que aconteceu à francesa Nathalie Dahyou, quando esta comprou o hambúrguer no supermercado Carrefour em Angers - França e quando deu por ela:

 

“ Eu senti algo rijo e quase me engasguei. Cuspi e era um dente, ainda com raiz”, que tinha dois centímetros e estava coberto de metal, disse Nathalie.

Desapareceram 41 crianças no ano passado

10.08.11, Planeta Cultural

O SOS Criança sinalizou 41 crianças dadas como desaparecidas em 2010. A maioria fugiu de casa, mas também houve raptos parentais e fugas de instituições. Uns estiveram desaparecidos menos de dois dias, outros mais de um ano.

 

A maioria das crianças que desapareceu no ano passado tinha fugido de casa (25), mas também houve 10 casos em que se tratou de raptos parentais e outras seis situações em que os menores fugiram das instituições onde estavam, revela o relatório do SOS-Criança, um organismo criado em 1989 pelo Instituto de Apoio à Criança (IAC).  

 

Duas menores estiveram desaparecidas menos de dois dias e sete menos de uma semana. O relatório indica ainda que em cinco casos o menor conseguiu estar incontactável entre uma a duas semanas e houve três crianças que desapareceram durante duas a três semanas.  

 

Três menores fugiram durante três a quatro semanas e outros dois estiveram por localizar por um período superior a um mês. Em três casos, os menores desapareceram durante mais de meio ano e em quatro casos mais de nove meses.

 

O relatório indica ainda que três menores estiveram mais de um ano desaparecidos. 

 

A maioria destas crianças tinha alguém "à sua espera": 12 estavam com o progenitor, 16 com os companheiros ou amigos e cinco com os irmãos. Quinze menores acabaram por regressar a "casa" por sua iniciativa, ao passo que em seis situações foi a família ou a polícia (seis vezes) que deslindou o caso.

 

"Duas crianças não quiseram regressar a casa/instituição e nove têm processo aberto", refere o relatório, indicando que 12 dos "desaparecidos" eram reincidentes.   

 

CONFLITOS FAMILIARES SÃO RAZÃO DE FUGA


Nos raptos parentais, em 13 casos os pais ainda estavam casados, oito estavam divorciados, seis separados havendo ainda duas uniões de facto ou solteiros. O estado civil dos pais de nove crianças desaparecidas manteve-se desconhecido até agora. 

 

Foram precisamente os conflitos familiares a principal razão de fuga, seguindo-se a internet e a influência de amigos. "A violência doméstica foi responsável por quatro desaparecimentos e os maus-tratos por três". 

 

O relatório aponta ainda casos de doenças psiquiátricas, negligência, problemas comportamentais, namoro e até uma história de um menor que fugiu para ir a um concerto.  

 

No ano passado desapareceram 31 raparigas e 10 rapazes e é perto do fim-de-semana que acontece a maioria dos casos: 11 numa sexta-feira, sete na quinta e outros cinco casos na segunda-feira.  

 

Quanto às idades, não existe um padrão: no ano passado desapareceram duas crianças de dois anos e seis com três, cinco, seis, sete, dez e onze anos, mas também cinco jovens de 16 anos e quatro de 17 anos.  

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

PSI-20 fecha no vermelho pelo nono dia consecutivo com banca a liderar quedas

10.08.11, Planeta Cultural

O índice de referência volta a descer, com o valor de fecho a ser o mais baixo desde Março de 2009. Este é o maior ciclo de quedas desde Janeiro de 2010. Sete empresas do PSI-20 caíram mais de 4%. Zon e Brisa caíram para mínimos históricos.

 

Depois de ganhar quase 4% durante a sessão, o PSI-20 não conseguiu aguentar a pressão e fechou a cair mais de 1%. O índice de referência vai já no novo dia de quedas consecutivas, igualando um ciclo de descidas de Janeiro de 2010.

Ao início da sessão, o dia parecia prometer recuperação. Ontem, Wall Street tinha fechado a subir mais de 4% e a bolsa nacional abriu a somar igualmente mais de 2%. Mas o PSI-20 acabou mesmo por perder 1,25% e fechou pela segunda sessão consecutiva abaixo dos 6.000 pontos. Terminou nos 5.919,18 pontos. O fecho mais baixo desde Março de 2009.

A inversão na bolsa aconteceu com a queda abrupta da Europa, que fechou também em mínimos de dois anos, ao recuar 3,7%. Intensificam-se os receios de que a França possa ser uma nova vítima da crise da dívida, com os "credit-default swaps" a alcançarem hoje um máximo histórico. Teme-se, igualmente, que a segunda maior economia da Europa possa perder o "rating" máximo, algo já desmentido, entretanto, pelas agências de notação financeira. A banca francesa afundou fortemente e, com ela, caiu o sector financeiro do Velho Continente.

Nesse sentido, foram também os bancos os que mais pressionaram o PSI-20. O BES caiu 4,08% para 2,257 euros, ao passo que o BCP terminou nos 0,27 euros, o fecho mais baixo desde que está em bolsa. O banco liderado por Carlos dos Santos Ferreira desceu 3,91%. O Banif afundou 4,65% para 0,431 euros, ao passo que o BPI deslizou para os 0,844 euros, perdendo 1,86%. A pressionar esteve igualmente a Brisa, que caiu hoje para um mínimo histórico, nos 2,541 euros. A concessionária de auto-estradas cedeu 4,74% para 2,55 euros.

A Zon afundou mais de 5% e também ela está em mínimos históricos (2,375 euros). Terminou nos 2,377 euros. Nas telecomunicações, a Sonaecom cedeu 4,46% para 1,2 euros, ao passo que a Portugal Telecom deslizou 0,16% para 5,651 euros.

A EDP recuou 0,67% para 2,08 euros, no dia em que a China Power assumiu estar em negociações para comprar uma posição no capital da eléctrica nacional.

Pelo contrário, a subsidiária EDP Renováveis ganhou 2,91% para 4 euros, numa sessão em que até chegou a disparar mais de 6%. A REN manteve-se inalterada nos 2,12 euros.

A Portucel encerrou nos 1,79 euros, com um ganho de 1,42%, ao passo que a Mota Engil somou 0,26% para 1,145 euros.

 

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui