Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

McCann à espera de testes de ADN a criança vista na Índia

28.07.11, Planeta Cultural

Uma criança cuja descrição coincide com a de Madeleine McCann foi encontrada na Índia. De acordo com a edição online do jornal i, a criança estava na companhia de um belga e uma francesa, que negam que se trate da britânica.

Clarence Mitchell, porta-voz do casal McCann, afirmou em comunicado que: «A equipa de investigadores (...) está a par desta notícia e tem estado a verificar a sua veracidade e credibilidade. Até agora, e infelizmente, nada aponta para que esta notícia seja mais credível do que todas as outras que foram sendo divulgadas ao longo dos últimos quatro anos».

A criança foi vista com um casal no mercado de Fort Road, e os passaportes do belga e da francesa foram confiscados até que sejam revelados os resultados dos testes de ADN.

Madeleine McCann desapareceu em Maio de 2007, quando estava com os pais e os irmãos de férias na Praia da Luz, no Algarve.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Preso presumível líder do LulzSec

28.07.11, Planeta Cultural

A polícia britânica afirma ter detido um dos presumíveis líderes do grupo de hackers LulzSec

 

Trata-se de um adolescente de 10 anos, conhecido como Topiary, que seria o porta-voz do grupo. O rapaz tinha uma conta no Twitter onde dava pormenores sobre os ataques levados a cabo pelo LulzSec. As mensagens foram todas apagadas, menos uma que diz: «Uma idéia não pode ser presa».

 

A detenção ocorreu em casa do suspeito, nas ilhas Shetland, no nordeste da Escócia, tendo o mesmo, de acordo com a polícia, sido levado para Londres.

 

Entre as vítimas dos ataques deste grupo estão a CIA, a Sony, a Presidência da República Brasileira, entre outras instituições públicas e privadas.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Tem 19 valores só com aulas teóricas

28.07.11, Planeta Cultural

Uma aluna do 10º ano da Escola Dr. João de Brito Camacho, em Almodôvar, viu a nota de Educação Física subir de 17 para 19 valores, após ter recorrido. A estudante é filha da vice-presidente da direcção da escola. A decisão da subida de nota deixou indignados vários professores, que denunciam pressões sobre a docente de Educação Física. Edite Sousa, vice-presidente, garante ao CM que não fez "qualquer pressão" e que se limitou a recorrer, "tal como prevê a lei". "A minha filha é uma aluna como outra qualquer", diz.

 

A aluna apresentou atestado médico por ser asmática e ficou dispensada da actividade física nos 2º e 3º períodos, tendo sido avaliada pela componente teórica. Teve 14 no 1º período e 16 no 2º, subindo para 19 no final do ano, após o recurso. As notas do 10º ano contam para a média de acesso ao Ensino Superior.

"A asma não é uma doença impeditiva da actividade física, e nas doses certas, até pode minorar o problema", explica ao CM João Lourenço, presidente do Conselho Nacional das Associações de Professores e Profissionais de Educação Física. Sem se pronunciar sobre o caso em concreto, João Lourenço refere que o atestado a declarar que o aluno tem asma "não é suficiente", pois "o médico tem de precisar que tipo de movimentos o aluno não pode fazer. Se não pode fazer qualquer movimento, então fica dispensado de toda a actividade física".

O recurso apresentado pela aluna foi analisado no Conselho de Turma. "Aceitaram subir a nota porque sabiam que, se não o fizessem, o assunto ia a Conselho Pedagógico [CP], e subia à mesma", afirma um docente da escola de Almodôvar. O CP é dirigido pelo director de escola e é formado pelos coordenadores de departamento, escolhidos pelo director.

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui