Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Vítor Gaspar e Álvaro Santos Pereira integram Governo

17.06.11, Planeta Cultural

Quatro independentes lideram quatro das pastas mais importantes. Além de Álvaro Santos Pereira para Economia, Vítor Gaspar estará à frente das Finanças enquanto Nuno Crato substituirá Isabel Alçada no Ministério da Educação. Paulo Macedo assume a tutela da Saúde.

 

Passos Coelho, o primeiro-ministro indigitado acaba de anunciar os nomes dos ministros que integrarão o novo Governo a Cavaco Silva. E no site da Presidência da República, essa composição já foi publicada.

A pasta mais complexa e decisiva no cumprimento do memorando com a União Europeia e o FMI e, por isso, a mais falada nos últimos tempos vai ficar sob a responsabilidade de Vítor Gaspar. O novo ministro de Estado e das Finanças, que substitui Teixeira dos Santos, é um teórico com profundos conhecimentos de economia. Esteve no Ministério das Finanças com Miguel Beleza, foi consultor do Banco de Portugal e do BCE. Nunca teve cargos em que tivesse de lidar com partidos políticos.

Já o Ministério da Economia e do Emprego vai estar sob a alçada de Álvaro Santos Pereira em detrimento de Vieira da Silva. Álvaro Santos Pereira reside actualmente no Canadá, onde lecciona na Simon Fraser University. Tem tido grande visibilidade pública, assinando colunas de opinião e comentando assuntos económicos e políticos em vários jornais. Apesar de não ter filiação partidária, colaborou recentemente com o PSD no âmbito do projecto “Mais Sociedade”.

Como ministro da Educação, do Ensino Superior e da Ciência ficará o actual presidente do Tagus Park Nuno Crato, que substitui Isabel Alçada.

O antigo director geral dos Impostos e actual vice-presidente do BCP, é o novo ministro da Saúde de Portugal. O cargo era liderado pela socialista Ana Jorge.

Licenciado em Organização e Gestão de Empresas pelo Instituto Superior de Economia da Universidade Técnica de Lisboa, Paulo Macedo foi director geral dos Impostos entre 2004 e 2007 por nomeação de Manuela Ferreira Leite. Ocupava actualmente o cargo de vice-presidente do Millennium bcp.

Miguel Relvas, secretário-geral do PSD, será ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, em vez de Jorge Lacão.

Assunção Cristas deputada do CDS/PP, será a próxima ministra da Agricultura, do Mar do Ambiente e Ordenamento do Território , substituindo António Serrano.

Pedro Mota Soares, líder parlamentar do CDS, será o novo ministro da Solidariedade e da Segurança Social.

José Pedro Aguiar Branco, o advogado que foi concorrente de Passos Coelho nas eleições internas do PSD, foi nomeado por Passos Coelho para chefiar a pasta da Defesa Nacional, substituindo Augusto Santos Silva.

Na Justiça a liderança estará a cargo de Paula Teixeira Cruz. A primeira vice-presidente do PSD e ex-presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, assume a pasta da Justiça no novo Governo, substituindo Alberto Martins.

Miguel Macedo, antigo líder parlamentar social-democrata, ocupa o cargo de Rui Pereira, à frente da Administração Interna.

Tal como o esperado, Paulo Portas assume a pasta do Estado e dos Negócios Estrangeiros, anteriormente ocupada por Luis Amado.

O Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros será o ex-líder parlamentar Luis Marques Guedes e o conselheiro económico do PSD, Carlos Moedas, será o Secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro.

A Assembleia da República entra já em funções segunda-feira e o Governo toma posse Terça-feira.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui