Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Cientistas preveem tratamento eficaz para o Alzheimer em 5 anos

01.06.11, Planeta Cultural

Dentro de uns cinco anos haverá um tratamento eficaz para o mal de Alzheimer, que devolveria as faculdades mentais às pessoas acometidas pela doença, que atinge um terço dos maiores de 85 anos no mundo, afirmaram cientistas.

"Penso que estamos quase prontos para fazê-lo (ter um tratamento eficaz), acho que em cinco ou seis anos" existirá, disse à AFP o cientista japonês Kiminobu Sugaya, que participou no Panamá de uma "Conferência Internacional sobre Novas Descobertas do Cérebro".

Os cientistas correm contra o tempo para encontrar um tratamento para esta doença neurológica que leva à perda progressiva da memória e da linguagem, e para a qual não há cura por enquanto.

Há estudos muito avançados que demonstram que aumentando o número de células no cérebro de um paciente é possível deter o Alzheimer, explicou Sugaya, professor de neurociência da Universidade Central da Flórida, nos Estados Unidos.

Para isto são necessárias células-tronco, tiradas da etapa pré-natal de uma pessoa, que teriam que ser transplantadas ao paciente caso ele padeça de Alzheimer.

"Se se aumenta o número de células (no cérebro do paciente) é possível deter a doença", explicou Sugaya, que estuda este mal há quatro décadas.

O objetivo é que as células-tronco se transformem em neurônios saudáveis, que substituam os neurônios doentes, algo que Sugaya disse ter testado com sucesso em ratos.

"O grande desafio na próxima etapa é ter remédios que detenham a doença e impeçam o acúmulo da toxina beta-amiloide no cérebro", disse à AFP Daniel Chain, presidente da empresa americana Intellect Neurosciences Inc., dedicada ao estudo do Alzheimer.

A beta-amiloide é uma proteína que se acumula no cérebro dos doentes de Alzheimer, criando uma espécie de emaranhado que dificulta a comunicação entre as células, explicou.

"Penso que dentro de cinco anos haverá remédios no mercado" para reverter o Alzheimer, disse Chain, explicando que eles não só deteriam o avanço da doença, como também poderiam restaurar os danos no cérebro do paciente.

"Nenhum dos fármacos que estão disponíveis hoje no mercado são eficazes contra a doença", acrescentou o especialista americano.

Os medicamentos "são administrados (ao paciente) para melhorar sua vida diária, mas não estão fazendo nada no cérebro para retardar o avanço do mal", reforçou a cientista panamenha Gabrielle Britton.

"O maior desafio agora é poder identificar um biomarcador (uma proteína ou um gene) que nos permita poder dizer, ''esta pessoa vai ter Alzheimer'', para lidar com a doença desde cedo", acrescentou Britton, pesquisadora do Centro de Neurociências do Panamá.

Os especialistas asseguram que o Alzheimer têm um componente genético em 10% dos casos.

Segundo afirmou Britton, metade dos maiores de 85 anos no mundo sofrem de algum tipo de demência e a mais comum entre elas é o mal de Alzheimer.

A doença deve seu nome ao psiquiatra e neurologista alemão Alois Alzheimer (1984-1915), que no começo do século XX identificou seus sintomas e a degeneração que causa no cérebro.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

"Fábrica de bebés" desmantelada na Nigéria

01.06.11, Planeta Cultural

A polícia nigeriana realizou um ataque contra um edifício no qual adolescentes eram obrigadas a ter bebés para venda, informou, esta quarta-feira, fonte oficial.

"Invadimos as instalações da Fundação da Cruz, em Aba, há três dias, após informações relativas a mulheres grávidas, entre os 15 e os 17 anos, forçadas a ter filhos para o proprietário", indicou, à France Presse, Bala Hassan, responsável da polícia no Estado de Abia, no sudeste da Nigéria.

"Salvámos 32 raparigas grávidas e detivemos o proprietário que está a ser interrogado", disse, adiantando que testemunhas acusaram o suspeito de "vender os bebés a pessoas que os podem usar em rituais ou para outros fins".

Algumas adolescentes indicaram à polícia que lhes foi proposta a compra do futuro bebé por 25 mil ou 30 mil nairas (110 ou 130 euros). As crianças eram revendidas a 300 mil ou um milhão de nairas, segundo a agência nacional de luta contra o tráfico de seres humanos (NAPTIP).

As adolescentes deviam ser transferidas hoje para os escritórios regionais daquela agência em Enugu, segundo o director local da NAPTIP, Ijeoma Okoronkwo.

O proprietário arrisca até 14 anos de prisão se for condenado.

 

Em 2008, a polícia revelou uma alegada rede de estabelecimentos conhecida como "fábrica de bebés" ou "criação de bebés".

 

Segundo a UNESCO, o tráfico de seres humanos é o terceiro crime mais frequente na Nigéria, a seguir às fraudes económicas e ao tráfico de droga.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

13% dos adultos nos Estados Unidos utiliza o Twitter

01.06.11, Planeta Cultural

A utilização da rede social está a ganhar mais adeptos entre os norte-americanos.

 

O Twitter está a ser usado por um número maior de pessoas nos Estados Unidos, chegando a atingir 13% dos adultos do país

A consultora Pew Reasearch Center divulgou um estudo onde revela que os utilizadores dos 25 aos 34 anos que utilizam a rede social aumentaram de 9% para 19%, dos 35 anos aos 44 anos cresceram de 8% para 14% e dos 55 aos 64 anos duplicaram a sua utilização para 8%.

Aaron Smith, analista da consultora, conclui em declarações à agência noticiosa Bloomberg que isto está a acontecer porque o Twitter “parece estar menos confuso”.

De forma a competir com a rede social Facebook, o Twitter tenta melhorar os produtos para atrair mais utilizadores e o “seu grande problema foi a sua utilização não ter crescido tão rápido como o Facebook” defende Debra Aho Williamson, analista da consultora Emarketer Inc.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Recolha mundial do Toyota Prius afecta Portugal

01.06.11, Planeta Cultural

A fabricante japonesa anunciou hoje em comunicado que iniciou uma campanha à escala global de recolha de 58 mil exemplares do modelo Prius motivada por um defeito na direcção assistida do veículo. Portugal será um dos países alvo da campanha.

 

A marca nipónica, líder mundial de produção automóvel em 2010 anunciou hoje mais uma campanha de recolha de veículos motivada por defeito de fabrico, depois de, em Fevereiro passado ter anunciado uma campanha de serviço que envolveu 73 viaturas a nível nacional e 37 mil a nível global. Portugal está entre os países onde será feita recolha de veículos. O número de veículos “portugueses” envolvidos ainda não é conhecido.

Desta feita, a campanha envolve 58 mil veículos por todo o mundo. O diário espanhol “Expansion” falava em 106 mil unidades mas a marca referiu ao Negócios que o número de veículos afectados é de 58.221.

O ano de 2010 já tinha sido marcado por processos de recolha da marca motivados, maioritariamente, por um problema com os tapetes e o pedal do acelerador. O defeito, desta vez, centra-se na direcção assistida eléctrica do modelos híbridos da marca (Prius) de primeira geração (produzidos entre 2001 e 2003).

 

Fonte: Jornal de Negócios