Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Cavaco Silva defende Governo com "apoio maioritário" no Parlamento

Planeta Cultural, 25.04.11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nas comemorações do 25 de Abril, o actual Presidente República Aníbal Cavaco Silva, entre outras frases diz o seguinte:

 

"Perante os desafios que tem à sua frente, o Governo saído das eleições de 5 de Junho deve dispor de apoio maioritário na Assembleia da República"

 

"Nós todos temos que ser heróis dos presentes"

 

Cavaco disse ainda que é preciso acabar com o tom agressivo vivido no momento!

 

 

.

Mário Soares: Com a "troika" europeia, "a situação portuguesa ficará estabilizada mas não resolvida"

Planeta Cultural, 25.04.11

 

 

 

 

Nas comemorações do 25 de Abril no Palácio de Belém, Mário Soares, antigo chefe de estado, apelou ao diálogo nacional após as eleições legislativas de 5 de Junho.

 

Mário Soares disse ainda: "Porque entramos em período eleitoral (que podia ter sido evitado), que acrescentou à crise financeira e económica uma crise política e provavelmente social. É aqui que se impõe a necessidade crucial que os portugueses se unam ao redor das grandes reformas necessárias para assegurar um futuro melhor para todos e que os partidos e os parceiros sociais dialoguem, independentemente das divergências ideológicas que os separam"

 

Mário Soares diz ainda que: com a "troika" europeia, "a situação portuguesa ficará estabilizada mas não resolvida".

 

 

.

Ramalho Eanes: "importa não perder tempo, não perder oportunidades"

Planeta Cultural, 25.04.11

 

 

 

Ramalho Eanes, foi preciso ao defender que o próximo Governo deve ser de "amplo espectro político-partidário e social, aberto aos valores da sociedade civil" que "desenhe, estabeleça e consensualize, o mais possível, um grande propósito nacional, popularmente mobilizador".

 

O antigo Presidente da República disse ainda que, "importa não perder tempo, não perder oportunidades".

 

 

.

Jorge Sampaio: "Precisamos de políticos com voz própria e pensamento novo"

Planeta Cultural, 25.04.11

 

 

 

O dos antigos chefes de Estado Jorge Sampaio, foi o primeiro a discursar nas comemorações dos 37 anos do 25 de Abril.

 

Jorge Sampaio, entre outras frases lá foi dizendo:

 

"Precisamos de políticos com voz própria e pensamento novo"

 

"uma das razões por que chegámos a esta situação foi a falta de visão de longo prazo"

 

"é nas alturas de crise que temos de encontrar na democracia o fundamento primeiro"

 

 

.

Cerimónia inédita assinala 25 de Abril

Planeta Cultural, 24.04.11

Numa cerimónia inédita, o Presidente da República e os três outros chefes de Estado eleitos pós-25 de Abril juntam-se segunda-feira no Palácio de Belém para assinalar o 37.º aniversário da Revolução.


foto Natacha Cardoso/Global Imagens

Será a primeira vez que o 25 de Abril será assinalado desta forma no Palácio de Belém, numa cerimónia que acabará assim por 'substituir' a tradicional sessão solene comemorativa da 'Revolução dos Cravos' na Assembleia da República, que este ano foi cancelada depois da dissolução do Parlamento.

 

O dia começará cedo no Palácio de Belém, com abertura dos jardins ao público logo pelas 10 horas.

Meia hora depois começará o primeiro concerto do dia, pela Banda da Guarda Nacional Republicana, no Jardim da Cascata.

 

terá início a sessão comemorativa do 25 de Abril, com intervenções dos três chefes de Estado eleitos pós-25 de Abril, Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio, além de um discurso do actual Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

 

Depois de um breve momento musical pelos pianistas Mário Laginha e Bernardo Sassetti, Cavaco Silva irá agraciar sete personalidades, entre os quais o antigo presidente da Assembleia da República Barbosa de Melo, e condecorará o Banco Alimentar Contra a Fome como membro honorário da Ordem da Liberdade.

 


 Visite a fonte da informação clicando aqui

Joana Machado diz na TV que Adriano bebe cerveja em excesso

Planeta Cultural, 24.04.11

A personal trainer Joana Machado esteve neste domingo (24) no programa 'Tudo É Possível', da Record, apresentado por Ana Hickmann, e participou do quadro Vale Tudo, Só Não Vale Mentir. Sabatinada pelos jornalistas, ela não escapou sobre as polêmicas em torno de seu relacionamento com o jogador Adriano, que a fez famosa.

Em um dos momentos da entrevista, Ana Hickmann questionou se Adriano tinha problemas com bebida alcoólica e Joana disse que ele sempre gostou de beber cerveja. "Às vezes ele bebia e perdia o controle. Aos finais de semana ele bebia em excesso", comentou. No entanto, fez questão de afirmar que o ex-namorado nunca se envolveu com drogas.

A máquina acusou mentira quando Joana disse que nunca havia sido agredida por Adriano. Ela refez sua resposta e comentou que em uma ocasião que ele estava um pouco alcoolizado e ela não queria que ele fosse até a Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro. Ele a puxou pelo cabelo, mas disse ter sido algo leve. "Eu é que batia nele", disse a loira aos risos.

Ana Hickmann perguntou a Joana se caso Adriano entrasse no palco naquele momento a pedindo para voltar a namorar com ele, qual seria sua resposta. "Não", enfatizou. A apresentadora insistiu e a personal trainer completou: "eu não sei o que pode acontecer. Foi um homem que eu amei muito. Não acredito na mudança dele. Agora não seria um homem com quem eu me relacionaria, eu tenho um namorado".

Ela, que atualmente namora com o policial civil Ruben Figueiredo, disse que pretende apagar a tatuagem que fez em homenagem ao ex. "Por mim eu não apagaria, pois o Adriano é muito importante para mim. Mas por respeito ao Juninho, eu vou apagar", disse ela referindo-se ao atual namorado.

Joana Machado encerrou sua participação no programa com R$ 20 mil e conseguiu se esquivar do detector de mentiras.

 


Visite a fonte da informação clicando aqui

EUA passam a usar aviões não-tripulados na Líbia

Planeta Cultural, 24.04.11

Os Estados Unidos anunciaram o uso de aviões não-tripulados em ataques na Líbia, como parte da operação para ajudar os rebeldes contrários ao líder líbio Muamar Khadafi.

 

Estes aparelhos têm a capacidade de localizar e destruir pequenos alvos a quilômetros de distância.

 

Os mesmos aviões já foram utilizados em missões americanas no Paquistão e no Afeganistão, para combater militantes islâmicos.

 

No caso da Líbia, os Estados Unidos consideram os aviões não-tripulados mais eficientes e precisos do que os caças convencionais, já que os combates ocorrem em áreas urbanas e povoadas.

 

Leia mais aqui

Clã gravam 'Disco Voador' para crianças

Planeta Cultural, 24.04.11

 

Os portugueses Clã entraram pela primeira vez no universo dos mais novos e gravaram o álbum 'Disco Voador' a pensar nas crianças enquanto espectadoras atentas e que gostam de ser desafiadas pela música.

Apesar do repertório pop rock dos Clã convocar habitualmente espectadores entre as crianças, «Disco Voador», a editar na terça-feira, assinala a estreia «quase inevitável» do grupo neste campo, mas sem facilitismos nem para a música nem para o público.

«O facto de em Portugal não haver assim tanta oferta quanto isso fez-nos pensar que podíamos algum dia experimentar fazer um projecto para miúdos», disse a vocalista dos Clã, Manuela Azevedo, à agência Lusa.

«Disco Voador» tem canções compostas pelos Clã a partir de letras da escritora Regina Guimarães.

«Musicalmente não íamos fazer música mais simples ou mais leve só porque era para miúdos. Tínhamos que os levar a sério como ouvintes, por isso íamos dar-lhes tudo o que sabemos», disse a cantora.

Os «supernovos», como chamou Manuela Azevedo, são os protagonistas das canções que falam da amizade, dos amores da adolescência e de coisas que não são politicamente corretas, como «comer chocolates».

Regina Guimarães «não é nada maternalista, leva-os a sério, desafia-os com conceitos esquisitos, com histórias estranhas e personagens que viram tudo do avesso. Não tem medo das palavras e das ideias», sublinhou.

Há canções que são «puro divertimento», como «Curta-metragem», outras que são um «exercício fonético divertido», como o «Chocolatando», e ainda outras que celebram «os amores», como «Embeiçados», uma espécie de «ode aos feios», porque «ser feio ou ter a boca torta não é impedimento para ser amado».

«Disco Voador» surgiu de uma encomenda do projecto «Estaleiro» de Vila do Conde, onde as canções já foram apresentadas ao vivo, tanto em palco como em escolas.

Aliás, a proximidade com os mais novos no ambiente escolar foi uma das premissas do grupo para este disco.

«[Queremos] articular a ida a uma cidade com visitas às escolas, com oficinas ou com sessões extra só para grupos escolares. Apesar de ter havido um trabalho de desenvolver uma programação cultural ainda há muito a fazer em relação ao que se pode levar aos miúdos e à formação do público jovem», disse Manuela Azevedo.

Para os Clã, que já existem há 18 anos, «Disco Voador» é também um processo de descoberta tão ou mais importante como para os «supernovos».

«Este disco não tem o peso de ser o sucessor de `Cintura´ [o álbum anterior], deixou-nos livres para fazer muitas coisas, recorrer a diferentes de instrumentos, formas de compor e de arranjar. Libertou-nos para descobrir outras coisas sobre o que é fazer canções. Foi um voo interessante de descoberta», disse Manuela Azevedo.

«Disco Voador» será apresentado ao vivo no dia 30 no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e a 04 de Maio na Casa da Música, no Porto.

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Corinthians sofre, mas supera Oeste e avança à semifinal

Planeta Cultural, 24.04.11

No dia de São Jorge, padroeiro do clube, o Corinthians conseguiu sua classificação à semifinal do Campeonato Paulista de forma dramática. Neste sábado, no Pacaembu, a equipe alvinegra derrotou o Oeste de Itápolis por 2 a 1, resultado que garante a sequência à próxima fase do Estadual. O time do técnico Tite agora aguarda o vencedor do duelo entre Palmeiras e Mirassol para descobrir seu adversário.

 

O Corinthians abriu o placar no começo do primeiro tempo com Liedson, que encerrou jejum de gols. Ao fim da etapa inicial, o Oeste empatou com Fábio Santos. Depois do intervalo, o time da casa pressionou e sofreu sustos, mas conseguiu a vitória com Willian, atacante que entrou em campo substituindo Dentinho.

 

Fora da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, o Corinthians teve longo tempo de preparação para a partida. Foram duas semanas de treinamento, uma vez que Tite optou por usar os reservas no confronto com o Santo André, vitória por 2 a 0, na última rodada da primeira fase.

 

Bruno César surgiu entre os titulares, retomando espaço que perdeu durante o início da temporada para Morais. No ataque, Dentinho reassumiu sua posição no ataque ao lado de Liedson e Jorge Henrique. E o luso-português encerrou na partida deste sábado jejum de gols que durou um mês.

 

O último gol de Liedson havia ocorrido justamente contra o Oeste, em 23 de março, vitória no Pacaembu por 3 a 0. Foram três partidas passando em branco: o clássico com o São Paulo e os duelos com Botafogo-SP e São Caetano, curiosamente partidas em que o Corinthians não venceu.

 


Leia mais aqui

Comunicado aos nossos leitores

1- Planeta Cultural é um Blog que tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular nas páginas da Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de Comunicação Social, que nem sempre será viável citar ou referenciar. Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo, o favor de me contactar via e-mail (constante no meu perfil público), na sequência de que procederei à sua imediata remoção.

2 - Os comentários expressos neste "Blog", vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste sítio, "Blog", pelo que, publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo. Reserva-me também o direito de eliminar qualquer comentário que possa considerar difamatório, ofensivo, calunioso ou prejudicial a terceiros, bem como textos de carácter promocional que também poderão ser excluídos.

Atenciosamente;

---------------------------------R. C.
-------------Administrador do Planeta Cultural