Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Japonês que matou 7 em ataque de fúria é condenado à forca

25.03.11, Planeta Cultural

A Justiça japonesa condenou nesta quinta-feira à morte por enforcamento um jovem de 28 anos que matou sete pessoas em um ataque de fúria no bairro de Akihabara, em Tóquio, no dia 8 de junho de 2008.

 

Após anunciar suas intenções em um fórum na internet, Tomohiro Kato atropelou cinco pedestres com um caminhão de pequeno porte, matando três deles, e depois esfaqueou 12 pessoas, matando mais quatro.

 

O caso ganhou destaque na mídia japonesa nesta sexta-feira, em meio às notícias sobre a crise nuclear e o terremoto e o tsunami que devastaram a região nordeste do país. Os canais de tevê relembraram o episódio, que chocou os japoneses, e os jornais destacaram a condenação na primeira página.

 

Leia mais aqui

Paraguaia recupera bebê roubado após oferta falsa de emprego na Argentina

25.03.11, Planeta Cultural

Uma paraguaia conseguiu reencontrar a filha sequestrada na Argentina após uma falsa oferta de emprego.

 

Sandra Portillo, de 19 anos, reencontrou na quarta-feira em Buenos Aires a filha de 7 meses, sequestrada no ano passado por uma quadrilha formada por paraguaios e argentinos.

 

Atraída por uma falsa promessa de emprego, Portillo desembarcou na Argentina em setembro com a filha, Liz Sebastiana, quando esta tinha pouco menos de dois meses de idade.

 

Pouco depois, seus supostos empregadores disseram que ela deveria deixar a bebê numa clínica para fazer alguns exames.

 

Ela os obedeceu e em seguida foi sequestrada. “Passei duas semanas sequestrada e consegui fugir e denunciar o roubo da minha filha à polícia”, disse Portillo, às lágrimas, durante uma entrevista coletiva.

 

Enquanto isso, segundo os policiais, Liz foi vendida para um casal argentino.

 

“Eu já não tinha mais esperanças. E quando me ligaram eu demorei a acreditar que fosse verdade. Liz está muito maior do que quando nos separamos”, afirmou, abraçada à menina.

 

 

Leia mais aqui

 

LOL e OMG entram no dicionário britânico

25.03.11, Planeta Cultural

A cada actualização do Oxford English Dictionary são introduzidos novos termos que mostram a evolução da língua e as influências que a fazem avançar. Este ano não é excepção e da lista de 900 novos termos a incorporar no dicionário britânico constam algumas novidades que tornam bem claras as influências das redes e serviços sociais na evolução da língua inglesa.

LOL (Laughing Out Loud ou rir bem alto) já é quase um clássico da comunicação online e por mensagem de telemóvel e ganha finalmente direito a um lugar no dicionário britânico. OMG (Oh My Good ou ò meu Deus), aparentemente mais recente, também vai ganhar espaço na lista de palavras com direito a significado descrito no dicionário Oxford.

Há mais duas expressões que entram no dicionário e que obedecem à mesma lógica: BFF (Best Friends Forever ou melhores amigos para sempre) e IMHO (In My Humble Opinion ou na minha modesta opinião).

Os responsáveis do dicionário admitem que as expressões estão fortemente associadas às comunicações electrónicas e por essa via ganharam um lugar de relevo na linguagem corrente.

Também sublinham que, se bem que a entrada destes termos na linguagem corrente é recente, a origem da sua utilização é antiga. OMG terá sido usado pela primeira vez em 1917 e LOL em 1960. O primeiro numa carta pessoal, o segundo para abreviar uma expressão que hoje já não traduz: Little Old Lady.

Recorde-se que já no ano passado - e nos anos anteriores - as expressões ligadas à Internet têm tido peso preponderante nas novas entradas do dicionário. Em 2010 só o Twitter e as experiências associadas à plataforma asseguraram várias entradas: Tweetup, que expressa a intenção de encontro ou reunião, junta-se a Twitterati ou Twitterverse.

A palavra do ano foi no entanto Unfriend, ou "desamigar", que significa retirar alguém da lista de amigos na rede social.             

 

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Sporting/Eleições: Bruno de Carvalho diz que cumpriu com "todas as promessas" e lamenta "calúnias"

25.03.11, Planeta Cultural

O candidato à presidência do Sporting Bruno de Carvalho regozijou-se hoje por ter cumprido "todas as promessas" e lamentou que a campanha para as eleições de sábado tenha sido "baseada na calúnia e na mentira".

 

Bruno de Carvalho referiu que a sua candidatura foi "a única a apresentar um projeto detalhado e abrangente" para o Sporting, ao contrário de "meras folhas de 'copy paste' ou de nada", referindo-se às outras quatro listas.

 

"Foram cumpridas todas as promessas. Apresentámos um programa exaustivo e uma equipa de excelência, sem promiscuidades com os credores. Apresentámos um técnico", começou por dizer Bruno de Carvalho, numa conferência de imprensa para balanço do período eleitoral e da sua candidatura.

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Cerca de 20 mil perfis de menores no Facebook eliminados todos os dias

25.03.11, Planeta Cultural

 

Um responsável do Facebook para a área da privacidade admitiu que todos os dias são eliminados cerca de 20 mil perfis na rede social. A cifra diz respeito a perfis criados por menores de 13 anos

 

A revelação foi feita por Mozelle Thompson durante uma audição pública realizada no Parlamento da Austrália.

 

De acordo com o responsável, todos os dias são apagados cerca de 20 mil perfis no Facebook criados por crianças com menos de 13 anos, o que viola as regras de utilização da rede social.

 

Apesar de o site criado por Mark Zuckerberg contar com um sistema que permite identificar quem mente na idade, Mozelle Thompson considera que este «não é perfeito».

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Meo lança canais em directo no computador

25.03.11, Planeta Cultural

 

  • MEO Online arranca com 18 canais de televisão, incluindo RTP, SIC e TVI; 
  • Oferta abrangente de conteúdos generalistas, de desporto, infantis, cinema e lifestyle; 
  • MEO torna-se o operador nacional com serviço de televisão mais abrangente, assente numa verdadeira lógica multi-plataforma, disponível em qualquer lugar através da televisão, do computador e telemóvel.


O MEO, serviço de televisão por subscrição da Portugal Telecom, lança hoje novos conteúdos na sua oferta online. A partir de hoje, é possível assistir à emissão em directo de canais televisivos no PC através do serviço Meo Online em http://www.meo.pt, numa experiência semelhante aquela que se tem na televisão.

 

Com este lançamento o MEO passa a ser o operador nacional com a oferta de televisão mais abrangente e completa, já que a disponibilização de canais lineares de televisão no computador vem complementar a oferta de conteúdos e aplicações multi-plataforma, adaptadas a uma utilização no telemóvel, computador e televisão, permitindo uma experiência uniforme qualquer que seja o equipamento que se está a utilizar.

 

A partir de hoje o MEO estará no computador, com canais de televisão e VideoClube, com a vantagem de estar acessível sempre e em qualquer lugar, bastando uma ligação de banda larga para ter:


• Acesso à emissão em directo de canais de televisão no PC, com a melhor qualidade de imagem;
• Canais nacionais, infantis, lifestyle, documentários e desporto;
• Acesso à grelha de programação dos canais e pesquisa de programas;
• Milhares de filmes disponíveis no Meo VideoClube

 

Estarão disponíveis 17 canais de televisão e um canal com emissão de trailers do MEO Videoclube, sendo possível aceder ao Guia TV e passar para a emissão online e em directo num único clique. Caso o programa a que se pretende assistir já tenha começado, será possível voltar atrás (Restart TV), o que permite aos clientes Meo não perderem um único minuto dos seus programas favoritos.

 

O MEO Online tem, igualmente, disponíveis milhares de títulos do MEO VideoClube, incluindo novidades, filmes em alta definição, de animação e documentários. A escolha dos títulos é fácil e intuitiva, sendo possível ver o respectivo trailer ou consultar as recomendações disponíveis que reflectem os gostos e preferências dos clientes, uma vez que se baseiam nos seus consumos. Para além disso é possível marcar os títulos como Favoritos para ver mais tarde no PC ou na televisão. Todos os alugueres ficam disponíveis de imediato nestas duas plataformas e em qualquer momento é possível parar, fazer foward ou rewind como se estivesse a utilizar um comum leitor de DVD.

 

 

O MEO Online está disponível de forma gratuita, até 30 de Abril, para todos os clientes MEO ADSL, Fibra e Satélite.

 

Canais disponíveis no Meo Online

 

1 - RTP 1
2 - RTP 2
3 - SIC
4 - TVI
5  -TVI 24
6 - ETV
7 - Disney
8 - Panda
9 - Hollywood
10 - Benfica TV
11 - Fuel TV
12 - Trace TV
13 - Food Network
14 - The Poker Channel
15 - Odisseia
16 - História
17 - Travel Channel
18 - Trailers Meo VideoClube

 

OCDE diz que Portugal não precisa de pedir ajuda externa

25.03.11, Planeta Cultural

Declarações do secretário-geral Angel Gurría seguem-se à classificação de “tragédia” que ontem fez sobre a saída de José Sócrates do Executivo português.

 

Portugal não precisa de pedir nenhuma ajuda financeira à União Europeia porque fez tudo o que era necessário. Esta é a opinião de Angel Gurría, secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE), um dia depois de ter dito que a demissão de José Sócrates era uma “tragédia”.

“Portugal e Espanha têm feito tudo o que é necessário”, afirmou Gurría sobre os dois países ibéricos, citado pela Bloomberg. “A linha deve ser colocada depois da Irlanda e da Grécia”, declarou ao salientar haver uma diferença entre os dois países periféricos que já receberam ajuda financeira e Portugal e Espanha.

O secretário-geral assegurou que Portugal tomou “todas as decisões políticas que eram necessárias”, embora tenha evidenciado uma diferença face ao vizinho. A Espanha “está a começar a diferenciar o produto de uma forma muito bem sucedida. Eles estão a resolver o défice, as reformas, o mercado laboral e o sistema bancário”, defendeu.

Angel Gurría já ontem tinha dito que Portugal estava a fazer tudo o que era necessário para resolver o problemas das suas contas públicas, tendo até referido que era uma “tragédia” o chumbo da quarta versão do Plano de Estabilidade e Crescimento e a demissão do Governo que daí resultou.


Apesar de dizer que Portugal não precisa de ajuda financeira, o próprio Gurría evidenciou ontem que Portugal vai agora enfrentar “semanas muito difíceis” até que sejam realizadas eleições.

 

Visite a fonte da informação clicando aqui