Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Hospitais da Universidade de Coimbra apostam em redução de CO2

24.03.11, Planeta Cultural

Uma redução de 25 por cento das emissões de carbono é o resultado esperado da substituição do fuel por uma rede de gás natural nas caldeiras dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC). A medida insere-se no plano “HUC – Hospital Amigo do Ambiente” de sustentabilidade energética, que engloba o período 2008-2012, e corresponde a um investimento de 375 mil euros.

 

No total, a redução de emissões de CO2 é de 5,575 toneladas anuais, com esta substituição das caldeiras a fuel. De acordo com o plano de três anos, o hospital compromete-se a reduzir o seu consumo energético em 30 por cento e a produzir energia de fonte renovável em cerca de cinco por cento das necessidades totais eléctricas da unidade hospitalar. Os HUC investiram, ao longo do ano de 2009, cerca de 1,3 milhões de euros na reconversão do sistema de climatização, na iluminação e na substituição de elevadores.

 

Visite a fonte da informação clicando aqui

Passos Coelho assume discordância com Merkel sobre chumbo do PEC

24.03.11, Planeta Cultural


"Não concordo com ela". Foi assim que o líder do PSD respondeu aos jornalistas quando confrontado com o facto de Merkel ter lamentado a reprovação do PEC.

  

O presidente do PSD, Passos Coelho, admitiu hoje em Bruxelas uma discordância
com a chanceler alemã sobre a reprovação do Programa de Estabilidade e  Crescimento (PEC), mas disse acreditar que Angela Merkel compreende a posição dos sociais-democratas.


Pedro Passos Coelho escusou-se a revelar o teor de uma "conversa privada" que manteve hoje com Merkel, à margem da cimeira do Partido Popular Europeu (PPE) -- a maior
família política europeia, à qual ambos pertencem -, mas reconheceu que discorda
da chanceler alemã quando esta lamenta o chumbo do PEC, que considerava
contemplar medidas ajustadas e ambiciosas.


"Não é a nossa opinião (PSD) e não é minha opinião. De resto, tive oportunidade de falar com a senhora Merkel e de lhe transmitir justamente esse ponto de vista", afirmou.


Hoje mesmo, a chanceler alemã afirmara que Portugal tinha apresentado "um programa muito corajoso para os anos 2011, 2012 e 2013", que considerava "apropriado", pelo que lamentou "profundamente" que não tenha sido
aprovado (na quarta-feira) pela Assembleia da República.


Passos Coelho sustentou que o PSD não pode ser responsabilizado pela actual crise política e lembrou que foi graças ao apoio dos sociais-democratas que as medidas de austeridade adoptadas até este "PEC IV" foram aprovadas e implementadas.

"As dificuldades não nascem com a crise politica, a crise politica é uma consequência dessas dificuldades. E a senhora Merkel sabe também que foi graças ao PSD que, apesar de tudo, os compromissos firmes que Portugal adoptou ainda no passado" foram adoptados.

O líder do PSD, que falava à entrada para um jantar-debate com militantes sociais-democratas na capital belga, foi igualmente confrontado por jornalistas estrangeiros com as declarações de Merkel a lamentar a reprovação do PEC, aos quais respondeu em, inglês, "bem, não concordo com ela...".

Questionado sobre se os líderes presentes na cimeira do PPE haviam sido críticos ou duros relativamente à posição adoptada pelo PSD, Passos Coelho garantiu que "não, pelo contrário", até porque sabem que o PSD foi o partido que lutou "pela estabilidade", ao apoiar medidas do Governo de José Sócrates.

 

Royal Philarmonic toca Mozart para as flores

24.03.11, Planeta Cultural

 

A Royal Philharmonic, uma das mais prestigiadas orquestras britânicas, tocou durante três horas na semana passada perante uma audiência de flores, para verificar se a música as faz crescer.

 

«Foi o público mais perfumado que alguma vez tivemos», gracejou o maestro Benjamin Pope, acrescentando esperar que «a música clássica tenha eco nas plantas e que se traduza num maior crescimento durante a Primavera».

 

A orquestra completa, com os seus 33 músicos, interpretou a Sinfonia n.º 40 em sol menor de Mozart perante uma centena de variedades de flores - sardinheiras, brincos-de-princesa e outras plantas.

 

«É um pouco desolador ter corolas inclinadas na primeira fila em vez de espectadores a aplaudir», brincou o maestro.

Foi feita uma gravação de 45 minutos, intitulada A estação das flores: música para fazer crescer, que deverá permitir aos jardineiros verificar a suposta influência da música clássica no crescimento das plantas.

 

Supõe-se que as ondas sonoras estimulam a produção de proteínas nas plantas e, portanto, o seu crescimento, embora os cientistas não sejam unânimes a este respeito, indica um comunicado do parceiro da operação, uma cadeia de televendas.

 

A gravação está disponível gratuitamente on-line para os jardineiros melómanos, e há também uma reportagem no youtube.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Samsung e Acer desvendam alternativas para o iPad 2

24.03.11, Planeta Cultural

 

A Samsung e a Acer desvendaram as suas alternativas ao iPad 2, a nova geração do tablet da Apple, que começa a ser comercializado fora dos EUA, incluindo em Portugal, a partir de amanhã


A nova versão do Galaxy Tab foi apresentada pela Samsung num evento realizado nos EUA, onde o tablet desvendado foi uma versão diferente da que já tinha sido apresentada em Fevereiro pela fabricante sul-coreana durante o Mobile World Congress.

 

As principais diferenças são a espessura e o peso, que foram reduzidos para tornar o tablet mais fino e leve do que o iPad 2.

 

Apesar de ainda não se saber a data de lançamento nem o preço de comercialização, a Samsung revelou que este novo Galaxy Tab sairá em duas versões, uma das quais com ecrã de 8,9 polegadas, e tem como principais características o sistema Android Honeycomb, suporte Flash, processador com dois núcleos e gravação de vídeo a 1080 pixéis.

 

Também a Acer apresentou esta semana o seu rival contra o novo iPad.

 

O Iconia Tab W500 tem como sistema operativo o Windows 7 e pode ser utilizado como portátil com ecrã, com o recurso a um teclado em separado.

No que diz respeito a outras características técnicas, o tablet da Acer conta com um processador AMD, que garante uma bateria com seis horas de autonomia, e um processador Radeon, destinado a melhorar a experiência de quem pretende utilizador o dispositivo para jogar.

 

Destaque ainda para as conexões Bluetooth e WiFi, duas câmaras de 1,3 megapixéis que permitem efectuar vídeo-chamadas e conexão USB, algo que o iPad 2 não tem.

 

A chegada do Iconia Tab W500 ao mercado nacional está prevista para as próximas semanas e custará a partir dos 499 euros.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Slipknot receosos no regresso ao palco

24.03.11, Planeta Cultural

Os Slipknot estão receosos de regressar ao palco sem o falecido baixista Paul Gray.


 A banda tem uma digressão europeia agendada para o Verão e no lugar de Paul Gray surgirá o baixista fundador Donnie Steele. Em entrevista à Kerrang, o vocalista Corey Taylor não escondeu o medo:

 

«Estou cheio de medo. Não me sinto preparado para o turbilhão de emoções que vai ser. Este primeiro concerto vai ser um verdadeiro teste. Aliás, toda a digressão. É muito difícil... Ainda está muito presente na minha vida... Está quase a fazer um ano que ele morreu e eu ainda não consigo lidar bem com tudo isto», admitiu.

 

 O festival Sonisphere e o Rock In Rio fazem parte do cardápio de datas da banda.

 

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Nuvem de radioactividade de Fukushima chega à Finlândia

24.03.11, Planeta Cultural

De Helsínquia chegaram ontem sinais de um possível contágio nuclear à Europa da crise na central Fukushima.

 

As autoridades finlandesas admitiram ter detectado partículas de iodo radioactivo no país, mas depressa afastaram quaisquer riscos para a saúde."A concentração de partículas deveria ser pelo menos um milhão de vezes maior para ser necessário tomar alguma medida", segundo a Autoridade de Radiação e Segurança nuclear da Finlândia. A ONU, através de uma rede em 89 países, está acompanhar o trajecto da radioactividade nipónica, já detectado nas regiões norte-americanas de Havai, Wake Island, Sacramento e Charlottesville, assim como na Islândia.
 
O alarme europeu chegou no dia em que das torneiras de Tóquio foram encontrados níveis elevados de radiação. A água canalizada na capital japonesa contém cerca de 210 becqueréis de iodo-131 por litro, mais do dobro dos valores considerados como apropriados para as crianças, e muito perto dos 300 becqueréis estabelecidos como limite para os adultos. Antes deste episódio, os vegetais e leite produzidos na região da central Fukushima - longe de estabilizada - tinham já sido contaminados por radiação e proibidos de ser vendidos.
 
A Organização Mundial de Saúde exclui, por enquanto, que o Japão tenha exportado estes alimentos. Hong Kong já proibiu qualquer importação alimentar do Japão. E Bruxelas garantiu ontem que os testes feitos a alimentos japoneses não tinham qualquer indício de radioactividade. Portugal importou em 2010 cerca de 1,5 milhões de euros em bens alimentares do Japão, segundo o INE. A Direcção-Geral de Alfândegas, com o apoio laboratorial do Instituto de Tecnologia Nuclear, têm a missão de fiscalizar os riscos destas importações, Mas até ao momento não responderam ao Diário Económico sobre quais os meios envolvidos nesta operação.
 
Depois de ontem a central de Fukushima ter sido, de novo, evacuada por outro incêndio, a crise nuclear causou uma fricção entre Berlim e Brasília. O governo alemão adiantou ontem que iria rever as garantias financeiras já aprovadas para a construção de uma central nuclear no Brasil. "A tecnologia nuclear é transitória", disse a chanceler Angela Merkel, antes de acrescentar "quanto mais cedo a saída, melhor". A posição de Merkel é um flique-flaque na política nuclear alemã, que antes do acidente de Fukushima tinha optado por alargar o tempo de vida das centrais.

 

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui