Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Baterista deixa Marilyn Manson

24.02.11, Planeta Cultural

O baterista de Marilyn Manson, Ginger Fish, anunciou a saída da banda.


«Após muita deliberação e reflexão constante sobre o ponto em que a minha vida está e para onde é que ela podia, ou devia, encaminhar-se, lamento informar a população em geral e os fãs que decidi deixar de ser membro dos Marilyn Manson e ver onde é que é a minha vida e a minha disponibilidade me levarão», declarou o músico. «Não aguento mais perder oportunidades simplesmente porque não expliquei claramente a minha disponibilidade», cita a página da Metal Hammer.

 

Músico de 45 anos, Ginger Fish estava com Manson desde 1995. Entre 2004 e 2006 esteve afastado da banda devido a uma lesão.

Fish também tocou com Rob Zombie. Marilyn Manson e os músicos que o acompanham encontram-se a trabalhar num novo álbum.

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

RTP confirma saídas de José Alberto Carvalho e Judite de Sousa

24.02.11, Planeta Cultural

Fonte oficial da RTP confirmou à TSF que José Alberto Carvalho e Judite de Sousa apresentaram a demissão.

 

Judite de Sousa terá recebido um convite para integrar a TVI para se juntar a José Alberto Carvalho, e estará a ponderar aceitar. A notícia foi avançada pelo "Público" e pelo "Jornal de Notícias" com este último a adiantar que a "Grande Entrevista" de hoje já não será emitida.

Estas contratações da TVI surgem depois de Júlio Magalhães ter anunciado o abandono do cargo de director de informação da estação da Media Capital. E também depois de ontem ter sido comunicado que Miguel Pais do Amaral adquiriu 10% da Media Capital.

 

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Arábia Saudita negoceia aumento de fornecimento de petróleo à Europa

24.02.11, Planeta Cultural

As autoridades sauditas estão em negociações com empresas europeias para substituir a Líbia no abastecimento de petróleo, que hoje voltou a subir, atingindo valores muito próximos dos 120 dólares por barril.

 

A notícia está a ser avançada pela agência Reuters, que cita altos responsáveis sauditas, segundo os quais estão já em curso negociações com empresas espanholas e italianas no sentido de compensar a quebra de fornecimento de petróleo líbio.

A Arábia Saudita garante ter capacidade para fornecer crude de elevada qualidade que poderia ser transportado rapidamente para a Europa, acrescenta a Reuters.

Os preços do Brent, que servem de referência a Portugal e a boa parte dos países europeus, voltaram hoje a escalar para quase 120 dólares por barril, atingidos valores que não se viam desde 2008. As refinarias europeias absorvem cerca de 80% dos 1,3 milhões de barris diários que eram média exportados pela Líbia.



Visite a fonte da informação clicando aqui