Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Filme do Irão vence Urso de Ouro no Festival de Berlim

19.02.11, Planeta Cultural

O grande vencedor do Festival de Berlim 2011 foi o filme do iraniano Asghar Farhadi, intitulado "Nader and Semin - A Separation", que conta a história de um casal da classe média em Teerão que entra em processo de divórcio.

O júri da edição 61 deste certame, presidido pela actriz Isabella Rossellini, atribuiu a este filme várias distinções: o Urso de Ouro para Melhor Filme e os Ursos de Prata para Melhor Actriz e Melhor Actor.

 

Estes dois últimos prémios, o que é algo raro num festival, foram dados ao conjunto dos elencos masculino e feminino e não a actores específícios.

O filme que este ano ganhou o Urso de Ouro conseguiu reunir o consenso não só do júri, mas também dos painéis de jornalistas alemães e internacionais. A história centra-se num casal da classe média de Teerão que entra em processo de divórcio quando o marido coloca em causa a decisão de emigrar.

 

O Nader and Semin retrata também todas as consequências que esta decisão tem não só em Nader e Semin, e na sua filha, mas igualmente nas pessoas à sua volta.

 

Num momento de emoção no Festival de Berlim, o realizador Asghar Farhadi prestou homenagem ao também cineasta iraniano Jafar Panahi que foi proibido de aceitar o convite do festival para integrar o júri, depois de ter sido condenado a seis anos de prisão e banido de fazer filmes ou viajar para o estrangeiro duante duas décadas.

 

O cineasta Jafar Panahi é também acusado de ter incitado os protestos no Irão em 2009, depois das eleições presidenciais e de ter feito um filme sem a permissão governamental.

 

Asghar Farhadi já tinha recebido o Urso de Prata de Melhor Realizador em 2009 por About Elly. Este ano a mesma distinção foi para o alemão Ulrick Kohler por Sleeping Sickness.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

Filho de CR7 não é português

19.02.11, Planeta Cultural

A inexistência do nome do pequeno Cristiano Ronaldo nos Registos Centrais significa que a criança não é portuguesa. Jogador do Real Madrid pode requerer nacionalidade portuguesa do filho apenas até este completar 14 anos.

 

Nove meses depois, o nascimento do filho de Cristiano Ronaldo continua envolto em polémica. Não só por o jogador querer manter no maior secretismo a identidade da mãe da criança, mas também devido à nacionalidade do bebé.

 

Segundo a Vidas apurou, Cristiano Ronaldo Júnior não é português. Na Conservatória dos Registos Centrais - onde constam os assentos de nascimento de todos os cidadãos portugueses, mesmo que nascidos no estrangeiro -, a criança "pura e simplesmente não existe", explicou uma fonte da entidade pública, acrescentando que o mesmo é dizer que o seu nome não consta do sistema jurídico nacional.

 

O Código Civil português determina que as crianças nascidas em território nacional devem ser registadas num prazo máximo de 20 dias. No caso de filhos de pais portugueses, nascidos no estrangeiro, o nascimento pode ser registado no consulado ou na embaixada local. Serão validados, apenas, quando derem entrada na Conservatória dos Registos Centrais.

 

De acordo com esta entidade, Cristiano Ronaldo não terá recorrido a nenhum destes procedimentos, uma vez que não há qualquer registo da criança. "Neste momento, a maioria das embaixadas e os consulados estão informatizados e, mesmo que não estivessem, o cônsul ou o embaixador já teria de nos ter feito chegar o pedido de registo, o que não aconteceu até ao momento", refere à Vidas fonte dos Registos Centrais. Porém, a lei abre uma excepção aos registos "ocorridos em unidades de saúde no estrangeiro, ao abrigo de protocolo celebrado com o Estado português", e o país onde o filho do jogador do Real Madrid nasceu.

 

 

Leia mais aqui

Abrantes Mendes vai candidatar-se à presidência do Sporting

19.02.11, Planeta Cultural


Sérgio Abrantes Mendes vai candidatar-se à presidência do Sporting, avança a SIC este sábado.


A confirmar-se, Abrantes Mendes será o quinto candidato às eleições de 26 de Março.

 

Abrantes Mendes foi derrotado por Filipe Soares Franco em 2006.

 

Até ao momento, Bruno de Carvalho, Dias Ferreira, Zeferino Boal e Godinho Lopes já assumiram serem candidatos.

 


Para visitar a fonte da informação, click aqui

Maddie: Investigadores querem entrevistar Marcelino Italiano

19.02.11, Planeta Cultural

Detectives privados contratados por Kate e Gerry McCann preparam-se para viajar para Espanha para falar com o investigador angolano Marcelino Italiano, que disse que Madeleine McCann encontra-se nos EUA, noticia este sábado o tablóide britânico The Sun.


Segundo o jornal, os detectives planeiam encontrar-se com Marcelino na próxima semana.

 

O investigador angolano afirmou que Maddie foi vítima de uma rede pedófila que tem contactos ao mais alto nível com a justiça portuguesa e que dois influentes empresários portugueses estariam envolvidos.

 

Maddie desapareceu na Praia da Luz, no Algarve, em 2007, quando tinha três anos de idade.

 

 

Para visitar a fonte da informação, click aqui

SOS Educação vai continuar a lutar contra corte financiamento

19.02.11, Planeta Cultural

Pais e alunos de escolas privadas com contratos de associação com o Estado concentraram-se hoje em Aveiro para protestar contra o corte do financiamento estatal e mostrarem ao Governo que não vão parar de lutar. A informação foi dada à agência Lusa por Luís Marinho, do movimento SOS Educação, que acrescentou que pais e alunos fizeram hoje no Jardim do Rossio, em Aveiro, um SOS em moldura humana para assinalarem que não vão deixar de lutar pela reposição da situação naquelas escolas. Acrescentou que o encontro contou com a presença “de sete mil pessoas e teve um caráter muito popular, com várias pessoas a proferirem discursos e a intervirem em momentos culturais”. Segundo Luís Marinho, a iniciativa realizou-se em Aveiro por ter sido nesta cidade que Cavaco Silva incentivou as famílias de alunos que frequentam escolas com contratos de associação a continuarem a sua luta. E também por a maioria das escolas com contrato de associação se concentrar no centro e no norte de Portugal, disse. Além disso, o deputado Emídio Guerreiro, do PSD, denunciou a existência de um estudo que refere haver uma escola estatal em que cada aluno custa por ano 8300 euros, sublinhou.

 

Leia mais aqui

A "Sabe-Tudo"

19.02.11, Planeta Cultural

Sabe-tudo era o apelido pelo qual todos os habitantes do bosque conheciam a tartaruga. Quem tivesse algum problema a resolver ou dúvida para esclarecer era só ir à casinha da Sabe-tudo, para ver seu caso resolvido.

Para dizer a verdade, a tartaruga passava as suas horas livres consultando livros e enciclopédias. Interessava-se por todos os temas existentes e por existir. Que curiosidade insaciável tinha ela!

- Desculpe-me, tartaruga, mas eu estava interessada em conhecer a ilha de Ceilão e... Diz timidamente a raposa.

- ... E não consegue encontrar a resposta, não é verdade? Bem, não se preocupe que já lhe explico, querida amiga, responde a tartaruga, com sua tradicional amabilidade. Vejamos. A ilha de Ceilão está situada no Oceano Índico, ao sul da Península Indostânica ou da atual Índia. Esclarecida a dúvida?

- Oh, obrigada, obrigada, Sabe... Quer dizer, amiga tartaruga! Responde embaraçada a raposa.

A Sabe-tudo sorri compreensiva. É claro que conhece a alcunha que os seus vizinhos lhe puseram. Isso não a incomoda, pois adivinha o sentimento de admiração que se esconde por trás dela.

Os anos passam e os conhecimentos da tartaruga tornam-se imensos, a tal ponto que ela começa a tornar-se exigente e crítica com os seus vizinhos. Com mania de perfeição, torna insuportável a vida dos outros. De uma amiga brilhante e admirada por todos converte-se em uma criatura amarga e insatisfeita que, além disso, recebe a hostilidade de quem a rodeia.

A modéstia é uma virtude muito necessária, sobretudo para aqueles superdotados, que se destacam pelo seu próprio brilho. Sem a modéstia, o conhecimento é inútil, pois não será repartido com os outros que o têm em menor quantidade.

 

 

Para visitar a fonte da informação, clica aqui

Marselha de olho em Álvaro Pereira

19.02.11, Planeta Cultural

De acordo com a imprensa italiana, o Marselha poderá estar a tentar uma aproximação ao lateral uruguaio, para colmatar a saída de Taye Taiwo no final da época.

Recorde-se que Álvaro Pereira renovou com os “dragões” por uma época em Julho do ano passado, prolongando a sua ligação com o clube até 2014/2015. A cláusula de rescisão fixou-se nos 30 milhões de euros.

O clube francês, forçado a ir ao mercado para substituir Taye Taiwo, nigeriano de 25 anos, encontra em Álvaro Pereira o jogador perfeito para ocupar a vaga.

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Pacheco Pereira diz que Portugal esteve à beira da bancarrota na quarta-feira

19.02.11, Planeta Cultural

O deputado social-democrata Pacheco Pereira afirmou na sexta-feira à noite, em Coimbra, que Portugal esteve, na quarta-feira, à beira da bancarrota quando o Governo lançou no mercado mil milhões de euros de dívida pública.

"Estivemos no limite da bancarrota. Na última emissão houve enormes dificuldades antes do Banco Comercial Europeu desatar a comprar dívida para nos salvar o pescoço", disse numa sessão sobre "O estado do Estado" na sede do PSD distrital.

 

Pacheco Pereira recordou que, em dois dias, o Presidente da República reuniu-se com todos os banqueiros nacionais, falou com o presidente da Comissão Europeia e com o ministro das Finanças, quando o país estava em "plena crise económico-financeira".

"Estamos claramente no limite de uma crise de grande gravidade", sustentou o político do PSD, acusando o Executivo socialista de ser o responsável pelo "descalabro da dívida" verificada nos últimos anos.

O historiador social-democrata salientou que a Europa "não nos é hoje favorável" e Portugal não é só visto como o "país que não cumpre", mas é olhado com "muita hostilidade por aqueles que têm a bolsa, e nós hoje precisamos desesperadamente de aceder à bolsa".

O deputado defendeu ainda um acordo entre os dois maiores partidos (PS e PSD) para se conseguir ultrapassar a crise que, segundo a sua previsão, vai durar cerca de uma década.

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui

Cavaco devolve 75% do dinheiro da campanha

19.02.11, Planeta Cultural

 

Presidente reeleito devolve 75% da subvenção porque as despesas de campanha foram «muito inferiores» ao que orçamentara.

 

Cavaco Silva decidiu devolver mais de 75% do valor da subvenção estatal a que tinha direito face aos resultados obtidos nas eleições Presidenciais de 23 de Janeiro, revelou ao SOL fonte oficial da Presidência da República.

 

O Presidente foi reeleito com 53,14% dos votos, o que lhe assegurava uma contribuição dos cofres públicos num valor de mais de 1,9 milhões de euros. Irá devolver, assim, cerca de 1,4 milhões de euros.

 

Segundo adiantou ao SOL a mesma fonte, depois de apuradas as despesas da campanha - «nomeadamente, somados os donativos recebidos da parte dos portugueses e face à subvenção atribuída por lei aos candidatos» -, o Presidente confirmou que «as despesas realizadas foram muito inferiores ao orçamento da campanha» apresentado no Tribunal Constitucional, que foi estimado em 1,57 milhões de euros.

Assim sendo, e perante a informação que recebeu do mandatário financeiro da sua campanha, Cavaco «concluiu poder devolver ao Estado mais de 75% da subvenção oficial a que tem direito».

 

A lei de financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais prevê uma verba de 3,8 milhões de euros para as subvenções nas eleições presidenciais, sendo que 20% desse valor é dividido de igual modo pelos quatro candidatos que tiveram votação de pelo menos 5.

 

Os quatro candidatos acima dessa fasquia - Cavaco Silva, Manuel Alegre, Fernando Nobre e Francisco Lopes - recebem, por isso e à partida, 190 mil euros. Os restantes 80% do bolo do Estado são repartidos tendo em conta o resultado eleitoral.

 

 


Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui