Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Planeta Cultural

Acima de tudo, cultura geral

Cão ataca idosa e lança pânico

29.01.11, Planeta Cultural

 

Um cão de raça perigosa atacou um homem e uma mulher de 71 anos, na freguesia de Bitarães, Paredes. A mulher sofreu diversos ferimentos graves. O animal, depois de manietado pelo filho do dono, voltou a soltar-se e causou pânico.

Foram horas de sufoco, na passada quinta-feira, conta quem viveu o medo que o cão provocou, anteontem à tarde, na zona da Senhora dos Chãos, em Bitarães, Paredes. O animal estava enjaulado, libertou-se e fugiu, cerca das 14 horas. O dono está emigrado em França e foi o filho quem capturou o animal, depois de avisado pela vizinhança.

Antes disso, o cão (presume-se ser da raça pitbull, cruzado com uma outra raça estrangeira) correu furioso em direcção a um homem, mordendo-o numa das pernas. Valeu à vítima ter agilidade para subir a um muro, caso contrário ficaria gravemente ferido, contaram testemunhas.

Nesta altura, já vizinhos e o filho do dono andavam atrás do animal que pouco depois atacou, com muita violência, uma idosa de 71 anos: Maria Cândida Sousa Pacheco, moradora em Bitarães. A septuagenária passava a pé na estrada que liga Senhora dos Chãos a Santiago (Penafiel). O cão, em fúria, atirou-a ao chão, mordeu-lhe o couro cabeludo, os braços, as duas pernas e arrastou-a pelo chão. Ao ponto de chegar a pensar-se que tinha falecido.

O filho da idosa, António Ribeiro, contou ao JN que encontrou a mãe num estado muito crítico, com ferimentos graves. "A minha mãe costuma passear a pé e ontem [anteontem] foi um desses dias. Nada fazia prever uma coisa assim", afirmou António Ribeiro.

Ao verem a idosa a ser atacada, vários moradores tentaram libertá-la, mas só o filho do dono do cão é que conseguiu com muito esforço manietar o animal com uma corda. O episódio juntou dezenas de moradores no local. A determinada altura, o cão libertou-se da corda e levou à sua frente várias pessoas em fuga, muito assustadas, contaram vizinhos.

 

Faça uma visita à fonte da informação clicando aqui